Tags Posts tagged with "analytics"

analytics

Você já parou para pensar na quantidade de dados pessoais que nós disponibilizamos para sites e portais todos os dias? Nossos e-mails, endereços, preferências e até os nossos gastos já são conhecidos por centenas de sites e lojas, desde que começamos a nossa vida digital. Agora imagine a quantidade de pessoas que, diariamente, fazem as mesmas transações que você? Isso certamente é um fenômeno na Era Digital e que faz os nossos dados crescerem exponencialmente.

Denominado Big Data, esse fenômeno já é bem conhecido na área de tecnologia da informação – mas ainda intriga diversos profissionais sobre o que fazer com tantos dados. Além disso, apesar de os custos de armazenamento estarem diminuindo cada vez mais, existem as dúvidas sobre o que realmente deve ser armazenado e colocado em uso para sua utilização estratégica.

É tendência que estes dados cresçam ainda mais e possibilitem às empresas diversas possibilidades para essas informações, de maneira que fornecem, para os negócios, infinitas oportunidades ao aproveitar estes milhões de bytes que circulam na web.

Tudo isso é fantástico, mas lhe parece um pouco abstrato. Entenda agora como o Big Data pode transformar os seus negócios:

Utilizando o Big Data

A sua loja virtual gera uma quantidade infinita de dados dos clientes. Por isso, é indispensável buscar ferramentas de análise para catalogar dados como:

• Volumes de compra;
• Tíquete médio;
• Sazonalidade de produtos;
• Padrões de comportamento;
• Dentre outros.

Por isso, você precisa buscar esses dados e, principalmente, saber analisá-los para propor ações mais assertivas aos seus clientes.

Algumas dessas ferramentas de análise estão disponíveis gratuitamente na web – como é o caso do Google Analytics, que compila informações de navegação do seu cliente. Da mesma forma, outros sistemas podem ser solicitados através de soluções de TI.

O importante é que você inicie esse armazenamento de dados dos seus clientes, mesmo que de forma simples. Tenha em mente que isso será fundamental para iniciar toda a estratégia e auxiliará na tomada de decisões importantes, principalmente para o aumento da conversão.

Benefícios do Big Data

Através do Big Data você conseguirá:

• Conhecer melhor os seus clientes;
• Trazer novidades ideais para eles, com análise de tendências;
• Identificar o comportamento e, consequentemente, falar com ele no momento certo;
• Oferecer a eles uma melhor experiência de compra através da personalização do atendimento, por exemplo.

Os benefícios são inúmeros! E vão desde observar a saída de um produto em determinada época e em outra não, por exemplo, até rankear os maiores clientes em quantidade de conversão ou tíquete médio.

Tenha em mente que essas são informações importantes, que auxiliam decisões mais assertivas para gerar o remarketing ou mesmo na reformulação da newsletter para que fique mais atrativa a um certo grupo de clientes, por exemplo.

Saia na frente!

Informação é poder. Por isso, se você busca soluções de tratamento e análise dos dados, o destaque diante da concorrência é maior e mais preciso para a tomada de decisões mais estratégicas para o seu negócio virtual.

O Big Data pode transformar seu negócio virtual.

Melhore a experiência de compra em sua loja virtual

É de fundamental importância observar o comportamento do consumidor, assim como da concorrência, para armazenar dados e analisá-los periodicamente.

Contudo, lembre-se que não basta apenas ter os dados, mas é preciso utilizá-los de forma eficiente em favor do seu negócio.

• Capacite sua equipe de vendas com informações qualificadas;
• Ofereça um atendimento personalizado, do tipo “sei quem você é, o que você gosta e o que posso lhe oferecer”;
• Reduza erros de logística;
• Acelere as transações;
• Estabeleça uma comunicação mais assertiva;

Para isso, ofereça experiências diferenciadas – e personalizadas – aos seus clientes.

O que você está esperando para se beneficiar da infinita quantidade de dados à sua disposição? Você só precisa mesmo buscar mais informações e trabalhar na armazenagem desses dados.

Não perca mais tempo tomando decisões sem embasamento. O futuro do cliente está em suas mãos, pois você tem todas as informações necessárias para retê-lo, engajá-lo e convertê-lo (fidelizando-o, finalmente!).

Continue acompanhando as nossas dicas aqui no Blog. E lembre-se de aplicar essas técnicas no seu comércio eletrônico para ter ainda mais sucesso no seu negócio.

Você conhece a personalidade do público-alvo do seu negócio? Esta é uma pergunta que parece simples, mas na maioria das vezes a resposta traz apenas uma união de experiências pessoais.  É claro que a sua opinião sobre o público é muito importante e deve ser levada em conta, no entanto, existem algumas soluções para suprir esta carência de informações detalhadas. Veja a seguir algumas práticas para definir seu público de uma maneira mais assertiva.

Defina suas buyer personas

As buyer personas são uma representação simplificada de um grupo de compradores. Uma persona é uma espécie de personagem, criado para identificar com clareza qual o comportamento, preferências e demandas de um determinado público. Quanto mais informações você tiver em mãos, melhor. Assim fica muito muito mais fácil de definir uma persona.

Mas como coletar e processar toda a informação necessária este método? Não se preocupe! Durante os últimos 5 anos nós analisamos e estudamos essas personas e seu comportamento online, então em conjunto com psicólogos, matemáticos e sociólogos reunimos toda nossa experiência e conhecimento para criar uma metodologia de classificação do consumidor de acordo com o comportamento online.

Veja também: Navegg E-commerce chega para aumentar os resultados das lojas online

Clusters Navegg

O estudo da Navegg buscou entender os hábitos de consumo e comportamento de internautas que passam diariamente por mais de 100 mil sites, levando em conta todo o processo de compra, desde o clique em um banner ou link até o fechamento de um pedido. Os clusters são grupos que retratam as diversas personalidades dos consumidores e servem justamente para entender qual é o comportamento, os hábitos e as motivações das pessoas que visitam ou compram no seu site.

Estes estão divididos em 8 grupos, separados quadrantes, de acordo com o seu poder de consumo e tendência à razão ou emoção.

Vencedores ou Conservadores? Aprenda a identificar a personalidade do público-alvo.

Conheça cada um dos clusters:

Vencedores

Em suas maioria, são pessoas bem sucedidas profissional e financeiramente. Valorizam a exclusividade, qualidade e inovação, e costumam pagar mais por isso. Porém, como são movidos pela razão, sempre analisam o custo benefício daquilo que desejam adquirir.

Exploradores

São os primeiros a experimentar de qualquer produto inovador. Seja em artigos de moda ou aparelhos eletrônicos, é importante para o explorador estar sempre a par do novo. Para o explorador, não basta seguir, eles também querem criar as tendências e os caminhos que os outros seguirão depois.

Batalhadores

Em geral são os responsáveis pelo sustento do lar. Trabalham muito para manter as contas em dia e dar conforto aos que dependem deles. Por isto, são bastante racionais, não cedendo facilmente a itens supérfluos. Para o batalhador, suprir as necessidades é o mais importante.

Transformadores

Pessoas que acreditam em alguma causa, em transformar o mundo e estão disposta a fazer parte disto. Transformadores são otimistas e refletem em seus hábitos de consumo esta sede de mudança. Valorizam produtos ecologicamente corretos e voltados para o bem-estar pessoal e social.

Seguidores

Responsáveis por espalhar tendências, os seguidores são sempre antenados à moda, sempre conectados às últimas tendências. Dão valor muito grande à imagem, ao luxo e a percepção que as outras pessoas têm deles. Com isto, são bastante consumistas.

Ostentação

Quem atinge o sucesso financeiro muito rápido muitas vezes se enquadra neste grupo. Consumistas e materialistas ao extremo, estas pessoas possuem verdadeiro desejo por tudo o que está na moda. Compram por impulso, e muitas vezes, sem olhar o preço.

Conservadores

Uma vez que um conservador cria confiança em uma marca ou serviço, é praticamente impossível fazê-lo mudar de ideia. Este público valoriza a família, as instituições, seus valores e regras e não farão nada que viole o status quo.

Despretensiosos

Stress não é com eles. Os despretensiosos são tranquilos, muitas vezes até demais. Ficam na espera por uma boa oportunidade e dão muito valor à conveniência. Como não fazem muitos planos para o futuro, são atraídos por crédito facilitado.

Texto publicado no Blog da Navegg.