Tags Posts tagged with "buscas"

buscas

Estratégia para ter a marca encontrada nas pesquisas deve variar conforme o estágio de desenvolvimento do produto ou serviço, combinar SEO com Links Patrocinados é o ideal

Entre as estratégias de marketing digital para que as marcas estejam no topo das pesquisas no Google, Adwords (também conhecido como Links patrocinados) e SEO podem inicialmente parecer investimentos opostos. Mas estas estratégias na verdade são totalmente complementares.

SEO ou Links Patrocinados?

Enquanto uma se baseia na compra de anúncios, a outra exige a criação de conteúdo de qualidade para conseguir resultados orgânicos. Porém, lembro que o percentual de investimento em SEO e em links patrocinados deve ser atrelado ao estágio de desenvolvimento do produto ou serviço.

Um produto novo, que ainda precisa levantar demanda, terá que contar fortemente com a rede de display do Adwords, por exemplo. Não adianta nada a marca ou produto estar em primeiro lugar do Google na busca orgânica se este termo não for procurado por ninguém. Listei os três principais motivos que fazem com que o SEO forme um casamento perfeito com o Adwords. Vamos lá?

1- Tráfego gratuito e de qualidade

É muito importante ressaltar que o bom posicionamento nos resultados orgânicos do maior site de busca do mundo permite que a marca tenha tráfego gratuito e de qualidade, ou seja, apenas de quem se interessa pelo seu produto ou segmento.

Quem está no primeiro ou segundo lugar do Google, para um termo de alto volume de busca mensal, terá muitas visitas sem a necessidade de se investir muito dinheiro em anúncios patrocinados. O investimento em Adwords funciona justamente para que a marca chegue neste ponto.

2- Otimização dos anúncios em longo prazo

Os resultados dos investimentos em SEO ocorrem em médio e longo prazo. Em geral, os melhores resultados na busca orgânica costumam vir com o tempo, porque o trabalho de otimização de sites e geração de conteúdo de qualidade ganham força com o passar dos meses.

As melhores estratégias de SEO consistem em melhorar o conteúdo das páginas, manter o site sempre atualizado, com uma ótima experiência de navegação para o usuário. É preciso escrever conteúdos otimizados, com os termos e palavras-chave que são mais utilizados pelos usuários no momento da busca. Por fim, por que é importante investir em Adwords e SEO ao mesmo tempo?

Enquanto o primeiro traz resultados imediatos, o segundo colabora para o investimento em anúncio caia gradativamente nos meses seguintes.

3- Mais barato que o Adwords

O objetivo é que a empresa não tenha que investir pesadamente em anúncio quando os resultados de SEO começarem a aparecer. Conforme se conquista competitividade alta no Adwords e uma demanda alta de buscas, o SEO é que vai precisar receber maiores investimentos, por conseguir ser mais barato que o Adwords no final do processo.

Por fim, quero ressaltar que estas estratégias do Marketing Digital tem como um de seus pontos mais interessantes a possibilidade de mensurar a eficiência de uma campanha. Você pode realizar testes para ver qual modelo de página converte melhor ou qual anúncio gera mais resultados, além de medir a taxa de conversão e otimizar as ações de marketing para atingir o melhor resultado.

Uma estratégia completa de marketing digital deve contemplar diversas ações para melhoria do posicionamento nos resultados orgânicos e uma constante otimização nos anúncios de links patrocinados em busca do melhor retorno sobre o investimento.

Por isso, além de anunciar no Google, também é interessante explorar os anúncios patrocinados em redes sociais e sites de nicho que cedem espaço para publicidade.

Muito mais sobre o assunto? Assista o vídeo do Mestre TV abaixo!

Entenda por que que é fundamental que as empresas tenham sites para dispositivos móveis

Via Proxxima. O Google já vem alertando sobre a necessidade dos sites mobile há alguns anos. Empresas que estão à frente já colhem os frutos do investimento em portais para dispositivos móveis. Se o seu negócio ainda não mergulhou nessa onda, saiba que gigante de buscas comunicou a intenção de priorizar sites mobile nos resultados de busca.

A companhia sempre batalhou para entregar a melhor experiência ao usuário e, claramente, websites para smartphones e tablets são cruciais já que o volume de buscas nesses devices ultrapassam as buscas no desktop.

mobile-site

Só que o Google não pode controlar se o site é mobile ou não. Também leva tempo desenvolver um ranking que proporcione a melhor experiência sem ignorar sites importantes que ainda podem não ter se tornado mobile. Com esse desafio, a companhia começou a testar um ícone que avisa usuários quando o site é mobile. Essa ferramenta pode ser valiosa para direcionar tráfego para esses sites. Além do crescimento de mobile search, é imperativo que todo site invista em versões para dispositivos móveis.

O mobile está deixando o desktop para trás?

Segundo pesquisa recente da comScore, a maioria dos consumidores são multitela. Isso não significa que o mobile sozinho está vencendo, e sim que vários dispositivos estão sendo utilizados pelo mesmo visitante nos mesmos sites. Essa é a principal razão para valorizar experiências consistentes em múltiplos devices.

Um site padrão em um dispositivo móvel resulta em uma experiência ruim para o usuário: as fontes são muito pequenas, há informação excessiva em uma só tela, e é muito difícil de se navegar. A menos que o site seja a única fonte de informação para o que o usuário busca, ele definitivamente abandonará o endereço e procurar um mais compatível com seu device.

O Google defende que um site precisa oferecer a mesma experiência ao usuário, independentemente do device escolhido. Larry Page, co-fundador e CEO da empresa, é firme em sua opinião de que sites não devem ter múltiplas versões para múltiplos devices e acredita que desenvolver o design de um site mobile não é a função do webmaster. O design responsivo é uma abordagem de web design cujo propósito é criar experiências positivas – leitura e navegação descomplicadas, sem muito zoom e scrolling – em vários dispositivos (do mobile ao desktop).

A emergência da busca de voz

Essa é mais uma razão para se ter um site mobile. A busca mobile via voz é uma tecnologia emergente que combina o poder do mobile com algoritmo que reconhece a voz. Esse algoritmo dá aos usuários a possibilidade de fazer pesquisas no Google falando de maneira informal. A empresa melhorou o formato ao utilizar o Knowledge Graph para os resultados. O maior banco de informações do mundo é do Google, portanto, dar a resposta certa a qualquer pergunta é importante para o sucesso da empresa como buscador.

google-tv-remote-voice-search

Para alimentar o Knowledge Graph com resultados locais, o Google usa informações do Wikipédia e do próprio site. Consequentemente, é muito importante manter as seguintes informações atualizadas: logo, endereço, telefone, pessoas e outros dados relacionados ao negócio.

A companhia também anunciou uma nova plataforma de busca em setembro de 2013, o Hummingbird. O nome vem de “preciso e rápido” e tem o objetivo de focar no significado por trás das palavras. O serviço presta mais atenção a cada palavra da busca, garantindo que toda a sentença seja considerada, em vez de focar em palavras isoladas.

Um estudo recente comissionado pelo próprio Google aponta que adolescentes já têm o hábito de fazer buscas com a voz, enquanto adultos ainda não aderiram à prática. A maioria das buscas por voz envolvem direções, ligações e questões sobre lições de casa. No entanto, o número de buscas relacionadas a negócios, produtos e críticas aumentaram exponencialmente no ano passado.

O tráfego mobile está crescendo a uma velocidade impressionante e os passos que o Google deu sinalizam que toda empresa deve ter uma estratégia mobile. É possível que os testes recentes feitos companhia, como ícones mobile, não se tornem padrão nos resultados de busca. Porém, está claro que ter um site otimizado para buscas mobile não é mais uma opção. Sempre tenha em mente que o objetivo do Google é oferecer qualidade à experiência do usuário e garantir que seu site seja construído com a mesma meta. Com informações do Click Z 

Texto publicado no Proxxima.