Tags Posts tagged with "calendário"

calendário

Já tem em mãos um bom conteúdo para publicar na página da sua empresa no Facebook e transformar seguidores em clientes? Agora, é preciso saber distribuí-lo. Não tenha pressa em postar tudo: controle sua ansiedade e faça um rápido planejamento do que irá ao ar.

Para te ajudar a elaborar seu cronograma, trazemos algumas dicas práticas e que farão toda a diferença:

Identifique os melhores dias e horários

Toda rede social tem momentos de maior alcance, em que os usuários estão mais disponíveis ou dispostos a navegar e interagir. Não há um dia/horário oficial, já que essas tendências mudam o tempo todo, mas um estudo da HubSpot sugere que o ideal é fazer suas publicações entre 13h e 15h.

Aderir a isso, contudo, depende muito da sua demanda. Se você possui três conteúdos para um mesmo dia, por exemplo, condensá-los nessa estreita faixa de horário fará com que cada um perca seu próprio “destaque”.

Portanto, a princípio procure publicar em períodos diferentes: manhã/tarde/noite nos dias comerciais e finais de semana. Apenas o seu público dirá quando acontecem as melhores oportunidades: experimente vários horários e veja quais trazem maior retorno.

Distribua os temas

Ao distribuir diferentes conteúdos entre suas faixas de publicação, procure manter a página diversificada. Agrupe os posts em diferentes categorias, pensando em quais personas e objetivos você deseja atingir com cada uma delas. Vale se perguntar:

  • Esse conteúdo é para quem já curte minha página ou para incentivar outros a fazerem isso?
  • Qual informação é trazida: apresentação de produto, notícia, resposta a uma pergunta ou outra coisa?
  • Qual o formato desse conteúdo: vídeo, imagem ou texto?
  • Ao clicar no link, para onde o usuário será redirecionado? Que tipo de conversão espero dele nessa landing page?

Com essas respostas em mente, separe cada conteúdo e certifique-se de intercalar a publicação das categorias. Você pode, por exemplo, publicar um vídeo pela manhã, uma apresentação de produto à tarde e uma notícia com imagem à noite. A dica é nunca postar o mesmo tipo de informação/formato repetidamente.

Crie um calendário

Uma ferramenta que faz toda a diferença nesse “controle” de publicações é o calendário. Ele pode dar uma visibilidade muito maior aos conteúdos que você pretende lançar e garantir que tudo vá ao ar no momento mais adequado.

Há várias formas de fazer o seu: separando por dia/horário, formato, assunto, link acionado, etc. Analise como você se organiza mentalmente a respeito da demanda e tente montar seu calendário da forma mais intuitiva possível.

Como base, você pode usar o Google Calendar, uma tabela do Excel ou mesmo o Trello.

Programe as publicações

Calendário montado? Agora, vamos programar todos os posts no Facebook para ganhar tempo e impedir que possíveis imprevistos atrasem suas publicações.

Programar post 1

A primeira coisa a fazer é acessar sua fanpage. Feito isso, insira o post no espaço adequado, clique na seta ao lado de “Publicar” (1) e depois em “Programar” (2) .

Programar post 2

Na janela que se abre, ajuste o dia (3) e o horário (4) nos quais sua publicação deverá ir ao ar. Por fim, clique em “Programar” (5) e pronto! Você verá seu post agendado em rascunho.

Tudo certo?

Você já planejou e programou os posts da página no Facebook, mas seu trabalho continua: o próximo passo é acompanhar a resposta do público e ver como tudo está funcionando na prática. Verifique se os períodos escolhidos foram bons, se a distribuição de conteúdos está agradável e se os usuários realmente interagem com você. Faça alterações constantes e não tenha medo de experimentar coisas novas!

Texto publicado anteriormente no Blog da Nuvem Shop.

Todo blog de e-commerce precisa de um calendário editorial para que as publicações sejam mais organizadas. Esse é um item muito importante no planejamento de conteúdo da sua marca, pois oferece um maior controle sobre o fluxo de postagens, assegura a previsibilidade e garante o perfeito funcionamento desta estratégia.

Criar um blog não é difícil, no entanto, é importante que ele seja bem detalhado e rico em informações, para que você não se perca futuramente. Confira 5 dicas para você montar seu calendário editorial e organizar o seu blog.

Adote uma frequência de publicações

A periodicidade das postagens de conteúdos dependerá muito do tempo que você e sua equipe dispõem para escrever. Não só isso, nessa conta podem entrar fatores como recursos para investir em redatores terceirizados, densidade dos textos produzidos e engajamento do público.

Pense na seguinte situação: ao montar o blog, foi definido que todos os textos seriam mais detalhados, com o mínimo de 1.000 palavras cada um. Nesse caso, não é necessário postar todo dia, pois esse tipo de conteúdo costuma atrair tráfego por mais tempo e demanda mais pesquisas e um período maior para escrever.

Uma frequência de 1 a 2 textos por semana pode ser o suficiente. O contrário aconteceria com artigos mais curtos, o que permitiria uma maior frequência de postagem.

Estabeleça os formatos que serão adotados

Vamos seguir no exemplo dado no tópico anterior. Se apenas textos de no mínimo 1.000 palavras serão publicados, isso não quer dizer que todos eles deverão possuir o mesmo estilo. Por exemplo, você pode alternar entre listas, guias, tutoriais, estender postagens antigas ou inserir infográficos, imagens e vídeos no meio dos artigos.

A ideia é variar os formatos para não tornar as leituras monótonas, além de analisar quais os tipos geram mais tráfego, tempo de permanência no blog, engajamento, maiores taxas de conversão, etc.

Não se esqueça de colocar metas para cada texto

Espera-se de um blog de e-commerce que ele influencie positivamente nas vendas da sua loja virtual, não é mesmo? Cada artigo publicado precisa cumprir uma missão, logo, é muito importante que você defina qual o caminho que o leitor deve seguir após ler um determinado texto.

Isso normalmente é feito por meio dos calls to action (CTA). Pode ser um convite para conhecer seu e-commerce, assinar a newsletter, seguir seus perfis nas redes sociais ou interagir com um comentário na página. O importante é manter o público envolvido para que, aos poucos, ele adquira mais confiança em sua marca e passe a considerar sua loja virtual para resolver seus problemas.

Não deixe de estudar o seu público-alvo

Analisar o comportamento dos consumidores que você pretende atingir é fundamental e você deve saber disso. Não só para definição de temas, mas, principalmente, para determinar a linguagem a ser adotada nos textos e como os problemas da persona serão resolvidos.

Para ajudar o seu público você precisa entregar uma solução e facilitar o entendimento dele, envolvendo-o e trazendo-o para o universo da empresa.

Monte um calendário para seu blog de e-commerce

Você pode usar ferramentas como o Google Calendar, uma planilha no Excel ou até mesmo um sulfite com post-its. O importante é ter um local onde você possa organizar tudo que será publicado em seu blog — como as datas, formatos dos conteúdos, assuntos, títulos das pautas, palavras-chave, etc. A vantagem do app do Google é que ele emite alertas para que não haja riscos de atrasos e nem de esquecimentos com as postagens.

Esse apoio de softwares e aplicativos é importante justamente para manter uma ordem quanto ao funcionamento do blog, pois muitas vezes o foco dos trabalhos está na loja virtual e a produção de conteúdo pode acabar de lado.

Para criar seu calendário é muito importante também estar por dentro de todas as datas importantes do ano. Pensando nisso, montamos este calendário para você começar:

Antecipe sua estratégia para as principais datas do calendário do e-commerce em 2016

A construção de um calendário editorial para um blog de e-commerce gira em torno de um planejamento bem definido. Ele funcionará como um guia para que você não se perca em relação às datas, formatos e objetivos das postagens, às informações importantes sobre o seu público e à ajuda de tecnologias que facilitem a organização das tarefas.

Se você se interessou pelo nosso texto e quer receber mais conteúdos como esse em seu e-mail, assine a nossa newsletter! 🙂

As datas comemorativas são ótimas oportunidades para quem deseja ampliar as vendas online, mas um bom planejamento é indispensável para dar direção a estratégia que será adotada pelo seu negócio, afinal quando se tem um caminho claro a seguir, perde-se menos tempo útil.

Atualmente, as datas comemorativas mais importantes para a grande maioria dos e-commerces são o Dia das Mães, Dia dos Pais, Dia das Crianças, Black Friday e o Natal, essas duas últimas são consideradas as mais relevantes. Já para e-commerces de nicho, existem outras datas especiais como Dia dos Namorados, Dia do Livro, Cyber Monday, etc.

Para ter sucesso nas campanhas de datas especiais, independente do segmento que sua loja virtual trabalha, é importante estar atendo a detalhes como:

• Principais datas que serão trabalhadas;
• Prazo ideal para iniciar as ações;
• Ofertas que seu negócio vai ceder para atrair os clientes;
 E o período em que aumenta a busca pelos produtos ofertados por sua loja virtual, para não perder o timing.

Adotar um calendário com as principais datas do e-commerce e montar uma estratégia de vendas baseada nesse material, é uma tática importante para quem deseja começar o ano de forma organizada e alcançar resultados satisfatórios de acordo com suas metas.

Para ajudar nesse processo, o Olist, plataforma que conecta pequenas e médias empresas a grandes Marketplaces, e a Uni Buscapé Company, especializada em cursos de E-commerce e Marketing Digital, se uniram para criar o Calendário do E-commerce para 2016 com as datas mais importantes do varejo, para que você se programe e monte sua estratégia de 2016 com antecedência para não perder nenhuma oportunidade.

No calendário, além das datas especiais, você terá lembretes dos prazos ideais para iniciar suas campanhas e várias dicas úteis que são servir como um guia mensal na sua estratégia de vendas.

Faça o download gratuito:

Calendário do E-commerce para 2016

As datas comemorativas sempre foram muito importantes para sacudir o varejo. Elas aquecem as vendas e provocam no consumidor uma necessidade de confraternizar e comemorar, homenageando pessoas e momentos importantes com a simbologia do presente.

É muito importante planejar com antecedência as campanhas sazonais de um comércio eletrônico para garantir a oportunidade de aumentar o faturamento. O ambiente digital facilita o processo de planejamento e execução dessas campanhas, pois nele é possível fazer o agendamento antecipado de campanhas no período em que elas devem ocorrer.

As datas comemorativas movimentam bilhões de reais todos os anos no mercado digital, por isso fique atento às datas do e-commerce mais importantes para aquecer as vendas do seu negócio. Para os dados completos do mercado, acesse nossa página especial com os números do e-commerce.

Dia do Consumidor

Desde março de 2014, o Buscapé liderou a instituição de uma nova data sazonal em um período de habitual baixa no mercado. A ideia da liquidação anual, é que aconteça sempre em uma quarta-feira, após ou no próprio dia 15 de março, data reconhecida pela ONU como Dia Mundial do Consumidor:

“A data trará inúmeras promoções em lojas online, com descontos expressivos, ajudando a alavancar as vendas no começo do primeiro semestre, período tradicional de retração do consumo”, explicou na época Rodrigo Borer, CEO do Buscapé Company.

Em meio a tantas datas comemorativas, um dia para homenagear quem faz a sua empresa funcionar todos os dias. Oportunidade de prospectar e fidelizar clientes com ofertas especiais. Comemorada no dia 15 de março, a data cresceu 15% de 2014 para 2015, movimentando R$200 milhões.

Dia do Frete Grátis

Data exclusiva do e-commerce, o Dia do Frete Grátis acontece na última sexta-feira de abril e as lojas oferecem cortesia na entrega aos seus clientes por 24 horas. A data inspirada no “Free Shipping Day” desde 2009 nos Estados Unidos chegou ao e-commerce brasileiro em 2013.

Apesar de estar presente apenas no mercado digital, esta não é uma data que representa movimento significativo nos números para o mercado brasileiro.

Para entender melhor o comportamento do consumidor em relação ao frete, recomendamos a leitura deste artigo: Consumidores online preferem esperar mais se o frete tiver um custo menor.

Datas tradicionais

As datas sazonais mais tradicionais do varejo como um todo são bastante representativas também no e-commerce e realmente impulsionam de maneira significativa os números de faturamento do mercado, uma data como o Dia do Consumidor, por exemplo, faturou 35% a mais do que um dia normal de vendas em 2015.

Dia das Mães e Dia dos Pais

As datas reservadas para homenagear os pais são aquelas que mais movimentam o varejo, ficando atrás apenas do Natal. Os números destes períodos normalmente contabilizam as vendas de 15 dias até a data.

Em 2015, ambas bateram o mesmo número de faturamento: R$1,51 bilhão. Números maiores que o da Black Friday de 2014.

Dia dos Namorados

O dia dedicado aos amantes movimenta diversos setores em busca de presentes: turismo, moda, informática. Só em 2015 foram R$1,43 bilhão de reais, com um ticket médio de R$404,00 por compra.

Dia das Crianças

As crianças realmente mudam os hábitos de uma família, o dia delas é uma das datas mais tradicionais entre o varejo e continua a crescer na internet. Em 2015 foi a data “tradicional” que mostrou maior crescimento em relação à 2014, 9% a mais de faturamento.

Black Friday

O mês de novembro é esperado pelos consumidores do comércio eletrônico por ter virado sinônimo de grandes descontos. A já conhecida Black Friday, data criada pelo varejo dos Estados Unidos para nomear a ação de vendas anual após o dia de Ação de Graças (Thanksgiving), entrou para o calendário brasileiro em 2010, quando teve a sua primeira edição totalmente online.

A categoria que mais vende no Brasil normalmente é a de Telefonia/Celulares, seguida por Eletrodomésticos em segundo e Moda & Acessórios em terceiro lugar (que é líder no geral). Confira um infográfico com algumas curiosidades sobre a Black Friday.

O sucesso foi tão grande que hoje é possível ver o movimento sendo adotado também por lojas físicas.

Cyber Monday

Seguindo a linha de sucesso da Black Friday, a Cyber Monday é a segunda-feira subsequente à Black Friday, onde as lojas virtuais estendem os descontos da sexta-feira para que clientes possam antecipar as compras de Natal. É normalmente a oportunidade de tentar acabar com o que sobrou no estoque e não vendeu na sexta-feira.

Segundo a E-bit esta data “pegou” mesmo no Brasil ano passado, só na segunda-feira, dia 1 de dezembro de 2014 o faturamento chegou aos R$188 milhões — um crescimento de 110% em comparação com 2013.

Natal

A data mais esperada do ano para quem quer presentear e ser presenteado, o Natal rendeu R$5,90 bilhões em 2015, um crescimento expressivo de 37%!

Além do Natal ser mais forte porque as pessoas presenteiam namorados(as), mães, pais, crianças e toda a família, o período que registra as compras de Natal do E-commerce abrange a Black Friday e o Cyber Monday. Sendo assim, são três períodos fortes com estímulos para o consumo com bastante propaganda e promoções, o que justifica bastante a liderança e a importância do Natal como primeira data do E-commerce.

Boxing Day

O Boxing Day — data reservada a grandes liquidações para limpar o estoque das lojas e que acontece, normalmente, no dia 26 de dezembro — cresceu 42% com um faturamento de R$110 milhões. Uma nova oportunidade para aumentar suas vendas de fim de ano.

No Brasil, temos registro desde 2012, do movimento de Boxing Day nas lojas virtuais.

Essas são as datas nas quais você deve ficar de olho, além de fazer um bom planejamento de vendas. Confira também o nosso post E-mail marketing e datas comemorativas: 5 tipos de e-mails para enviar.

E se você tem alguma dúvida ou sugestão deixe o seu comentário! 😉