Tags Posts tagged with "carregamento"

carregamento

Atualmente, as empresas dependem fortemente de aplicações para quase todos os processos críticos de negócios. Estas aplicações são entregues através de uma cadeia composta de hardware, software e diversos serviços que possuem uma variável muito importante na ponta, que é o usuário. No mundo digital do e-commerce, a principal aplicação é justamente a loja virtual onde o principal usuário é o consumidor.

Com o avanço da tecnologia, as lojas virtuais estão cada vez mais modernas e presentes, criando um cenário cada vez mais competitivo. Da mesma forma, este avanço tecnológico é acompanhado de um aumento da complexidade nesta cadeia de entrega da aplicação no mesmo passo que a visibilidade diminui.

Devido a este fato, as empresas buscam diversas formas de melhorar esta visibilidade, em cada uma das camadas que envolvem a aplicação. A grande questão é que na maior parte das vezes as equipes de TI estão muito focadas nos componentes de TI apenas e de forma isolada, não existindo um correlação entre estes componentes e o negócio.

O Gerenciamento de Performance das aplicações, deve ir muito além disso. Ele deve correlacionar todos estes componentes para se ter uma visão única de toda a transação de negócio desde o início da navegação do cliente até a conclusão do pedido ou qualquer outro ponto que ele parar.

É extremamente importante, além de tudo, também monitorar o usuário final para saber se ele está tendo um experiência satisfatória ou frustrada. Este tipo de gestão é muito importante, porque não estamos falando apenas de manter um site/aplicação no ar, estamos falando de estar um passo à frente da concorrência, ou talvez estar no mesmo passo, pois, muitas empresas já estão adotando este tipo de gestão.

Cada segundo de lentidão existente
causa a perda de 7% em conversões em vendas online.

Pesquisas realizadas, mostram que cada segundo de lentidão existente causa a perda de 7% em conversões em vendas online. Por isso a importância de se gerenciar performance. É um trabalho continuo para se detectar problemas para uma ação imediata e, assim, minimizar perdas e também estar sempre buscando melhorias para aumentar vendas.

Monitoramento do negócio

É onde começamos a falar de monitorar o negócio. Não apenas se preocupar se o servidor de aplicação está no ar, se o banco de dados parou, se o link está funcionando. E sim se preocupar em buscar métricas que são capazes de mostrar se o negócio está funcionando como deveria a partir da aplicação. Por exemplo, deve-se monitorar pedidos por minuto, faturamento por minuto, etc.

Ou seja, deve-se buscar o que é relevante de fato no modelo de negócios da empresa e extrair esta informação diretamente da aplicação em tempo real. Quando se monitora pedidos por minuto, cria-se um “baseline”, uma média, onde qualquer alteração para baixo poderá indicar um problema relacionado a performance na cadeia de entrega da aplicação e já iniciar um processo de investigação para uma rápida resolução.

Sem uma visão como essa, muitas vezes o problema só será percebido no “fechamento do caixa” com um faturamento abaixo do normal, pois, não ocorreu uma indisponibilidade, e sim uma lentidão em algum ponto.

O contrário também exige atenção, um aumento além da média em vendas também deve ser alertado para ser acompanhado de perto para garantir que a aplicação irá suportar o aumento da demanda. A regra é simples. Aumentar vendas e minimizar perdas.

A partir do momento que você começa a gerenciar a performance da sua aplicação e monitorar o negócio de fato, pode-se obter respostas para diversas questões como:

• Por que minha taxa de conversão é baixa com este segmento de cliente?
• O que está impulsionando o abandono de páginas/passos dados?
• Como os visitantes percebem meu site versus o de meus concorrentes?
• Por que minha aplicação está recebendo classificações de 2 estrelas?
• Qual é o impacto de inclusão de outro bloco de anúncios no meu site?

Concluindo

O mundo está cada vez mais digital, os funcionários são digitais, os parceiros de negócio são digitais, e, claro, os clientes são digitais. Além da maximização de lucros, é muito importante se preocupar com a imagem da empresa.

O clientes estão cada vez mais exigentes. De acordo com um dado publicado pelo Forrester em Novembro de 2014, 60% das pessoas classifica o tempo de resposta/desempenho como a expectativa número 1 em aplicativos de dispositivos móveis, à frente de características e funcionalidades.

E quase metade transmitirá suas frustrações através de canais eletrônicos como mídias sociais. Ou seja, além da preocupação com o resultado financeiro deve-se focar também no desenvolvimento e proteção da imagem da empresa, da marca, etc.

O tempo que uma página leva para carregar costuma ter um impacto bastante relevante nas vendas. Isto acontece porque, ao perceber que o site está levando muito tempo para executar uma tarefa, grande parte dos visitantes fecha a janela e procura uma nova opção, mais ágil. A loja virtual acaba perdendo oportunidades de venda por conta de seu servidor e do tamanho de suas imagens.

Leia o artigo abaixo, publicado pela Magento, para descobrir como reverter esta situação:

Tempo de carregamento de página: o silencioso assassino de vendas

Quem nunca ficou frustrado ao visitar um site lento?

Ter um site mais rápido é uma prioridade para a maioria dos comerciantes, especialmente para as empresas com grandes catálogos. Aqui estão algumas estatísticas importantes sobre o porquê de um site mais rápido ser um componente crucial para ajudar um comerciante a aumentar suas vendas:

• As taxas de abandono da página aumentam mais acentuadamente entre um e quatro segundos;
• Os usuários móveis esperam que as páginas carreguem em seu smartphone com a mesma rapidez que o fazem em seu desktop;
• 79% dos compradores, de acordo com os notáveis estudos de Gomez e Akamai, vai evitar fazer compras novamente em um local onde eles tiveram uma má experiência ou que era muito lento;
• Grandes comerciantes de internet têm realizado estudos que mostram que as taxas de conversão podem melhorar em até 10% para cada segundo de melhoria de velocidade.

Leia também: 30 Ferramentas para TURBINAR seu E-commerce

Kiss Metrics, um provedor de serviço de análise que se concentra em marketing, montou um infográfico que resume tais questões em uma rápida leitura:

Tempo de carregamento de página: perguntas mais frequentes

1. O que é um tempo de carregamento de página aceitável?

Essa é uma ótima pergunta, e a resposta é o quanto mais rápido, melhor. Especialistas em SEO – otimização de sites -, muitas vezes citam a regra dos dois segundos (que não tem nada a ver com a ingestão de alimentos que você deixou cair no chão), mas, na realidade, até mesmo uma página que carrega em um segundo pode precisar de melhorias, assim como uma página que leva mais de cinco segundos para carregar certamente terá um efeito material em suas taxas de conversão.

2. O que faz com que uma página carregue lentamente?

Existem muitas causas que diminuem o tempo de carregamento da página, incluindo uma pobre configuração do servidor e imagens que são muito grandes e precisam ser redimensionadas por um browser. O que você pode fazer sobre isso? Continue lendo.

3. Como faço para determinar o quão rápido minhas páginas carregam e como eu posso comparar os meus tempos com os meus concorrentes?

Uma pessoa que não domina a tecnologia pode usar o Google’s Page Speed Analyze para verificar a página de classificação de velocidade atribuída pelo Google. Existem várias vantagens de usar esta ferramenta:

– É o teste do Google e o Google usa a velocidade da página, em parte, para determinar rankings de busca;

– Você pode facilmente ver sua comparação com os concorrentes, observando as páginas deles;

– Você pode introduzir qualquer página em seu site para ver como funciona (embora nem sempre funcione bem para o check-out – momento de finalizar as compras – e para o carrinho de compras, por causa da codificação que protege os dados pessoais dos clientes);

– Ela produz uma lista de sugestões que você pode implementar a fim de melhorar o tempo de carregamento;

– O Google também adicionou ferramentas no Google Analytics e no Webmaster Tools. Todos estes são acessíveis e de fácil compreensão para usuários não técnicos.

4. O tempo de carregamento da página afeta meus rankings de busca?

Sim! Desde 2009, o Google tem sido consistente em suas mensagens sobre a importância crescente da velocidade de página em seus algoritmos.

5. Existem algumas páginas mais importantes do que outras?

Em geral, você quer que todo o seu site seja rápido, pois os clientes tendem a abandonar um site com mais frequência quando as páginas levam muito tempo para carregar. Dito isto, se suas páginas de pagamento são lentas, isso pode se tornar uma questão de confiança com o cliente, que pode cancelar a transação. O consenso geral é manter as páginas de saída limpas e simples para aumentar sua velocidade.

6. Qual a importância da minha hospedagem no tempo de carregamento da página?

Nem todos os anfitriões são os mesmos, o que é uma coisa boa, porque os comerciantes têm uma grande variedade de necessidades. No entanto, o seu ambiente de hospedagem faz uma diferença relevante no tempo de carregamento da página. Mesmo que tenham as mesmas especificações do servidor, alguns anfitriões são mais rápidos porque eles têm mais conexões com ISPs, a sua disposição SAN é mais rápida e seu balanceamento de carga é mais eficiente. Até um site que esteja devidamente otimizado para conteúdo e configuração de servidor pode ficar lento se o anfitrião estiver lento. Nós encorajamos você a pesquisar completamente os serviços de hospedagem para garantir que atendam às suas necessidades antes de escolher um.

7. A grande pergunta: o que posso fazer para acelerar meu site?

Raramente há uma causa da velocidade lenta do site. Otimizar a velocidade do site é realmente um esforço de colaboração e muitas vezes exige criatividade e equilíbrio entre design, tecnologia e recursos de rede.

Loja virtual: O que uma página lenta pode fazer com suas vendas.

Ao reunir as tropas para lidar com o problema, você provavelmente terá projetos em três áreas principais:

1. Otimização do conteúdo: as imagens têm o tamanho certo para o site? Tenho muitas imagens em uma página? Tenho grandes arquivos JavaScript que têm de baixar antes do processamento da página? Esses problemas geralmente podem ser solucionados por seus designers de front-end – coletam a entrada do usuário de várias formas para processar e adequar ao final do processo -, mas sua equipe de servidores pode precisar ajudar a identificar as prioridades.

2. Tamanho do catálogo: quanto maior for o seu catálogo, maior a carga sobre o(s) servidor(es) para carregar as páginas, especialmente quando estamos falando de muitas ofertas (mais de 1000 produtos).

3. Seu servidor: se o Google’s Speed ​​Page Analyzer está dizendo que os seus tempos de resposta do servidor são um problema, sua equipe deve se certificar de que o servidor tem recursos suficientes e de que eles são implementados de forma adequada, pois você pode ter recursos suficientes, mas não estar usando o servidor de forma eficaz. Para resolver este problema, será necessária a colaboração entre os seus servidores e os de manutenção de rede pessoal e sua organização de hospedagem.

Avançando

O tempo de carregamento da página é um assassino silencioso e você pode nem saber que é um problema até que suas vendas comecem a sofrer impacto. O trabalho em equipe entre designers, gestores de conteúdo, desenvolvedores e administradores de rede, em parceria com prestadores de serviços informados, é a melhor maneira de resolver o problema. O acompanhamento da situação é obrigatório.

Fonte: Magento.com