Tags Posts tagged with "case de sucesso"

case de sucesso

O programa Conta Corrente, da Globo News, apostou nesta sexta-feira (17/5) em dois gigantes da internet: Dafiti e Buscapé. O programa, que contou com a presença de Phillip Povel, sócio-fundador da Dafiti, no estúdio, ainda entrevistou profissionais do Buscapé,  Patrícia Peck, autoridade em Direito Digital falando sobre as novas regras do Comércio Eletrônico no Brasil.

Apresentou os dados de mercado divulgados pela e-bit recentemente, o crescimento relevante do mobile commerce e o futuro das compras coletivas.

Lei também: Zappos e a Cultura de Atendimento ao Consumidor

Maior desafio da Dafiti era vencer a desconfiança dos clientes em comprar sapatos online. - Sucesso no Comércio Eletrônico brasileiro
Maior desafio da Dafiti era vencer a desconfiança dos clientes em comprar sapatos online.

Para a Dafiti, o destaque é a aposta no controle de entrega de produtos, na velocidade de atendimento aos clientes, frete grátis e devolução sem qualquer custo ao consumidor…

Na segunda parte, o case Buscapé que além do Comparador de Preços, hoje oferece uma plataforma completa em Digital Commerce. O foco é entender como empreender na internet. Além disso, algumas dicas do Procon, de como comprar na internet.

Leia também: A Lista Negra do Comércio Eletrônico brasileiro.

O empreendedor Luca Isatto Parise, de apenas 21 anos, fundou a startup NailOnWall em julho de 2011 e deve faturar R$ 500 mil reais até o final de 2013.

fundador NailOnWall

A empresa é uma loja virtual especializada na venda online de obras de arte, como pinturas e fotografias que passam por diferentes estilos. Ao entrar no site o usuário, além de comprar, pode também encontrar informações sobre galerias e artistas. Segundo Luca, “o público alvo é desde novos colecionadores e interessados em arte que não sabem por onde começar até colecionadores experientes que estão procurando algo novo, fora das galerias que frequentam”.

A ideia da startup partiu de um interesse próprio pelo mercado financeiro, internet e arte: “Se um indivíduo quer começar uma coleção ou um colecionador quer comprar um quadro específico, ele não tem um Google para procurar e auxiliá-lo. O mercado de arte ainda é muito informal e o potencial da internet é subutilizado”, afirma Luca.

Através de comissão de venda das obras vem a receita da NailOnWall e as expectativas de faturamento para 2013 está em 500 mil reais, além de contabilizar quatro mil obras de arte em exibição no site e ter parcerias com 40 galerias de arte, sendo 10 estrangeiras.

Figura 1 NailOnWallFigura 2 - NailOnWallFigura 3 - NailOnWall

Veja mais obras no site NailOnWall.
Fonte: Exame