Tags Posts tagged with "Copa do Mundo"

Copa do Mundo

Como vem demonstrando nos últimos anos, mais uma vez o comércio eletrônico segue com a tendência de crescimento em datas sazonais do calendário brasileiro. No Dia dos Namorados, o faturamento atingiu R$ 1,38 bilhão, superando em 3% a previsão da E-bit em levantamento realizado entre os dias 28 de maio a 11 de junho. Os resultados representam também um crescimento nominal de 38% em relação às vendas obtidas em 2013.

Segundo o estudo, foram realizados 3,9 milhões de pedidos, e o tíquete médio foi de R$ 357. “Mesmo com tantas ofertas de produtos, promoções e opções de lojas à disposição do e-consumidor, o valor médio manteve-se elevado com a contribuição das vendas de aparelhos eletrônicos como smartphones e televisores, que foram muito procurados com a proximidade da Copa do Mundo”, afirma o diretor geral da E-bit, Pedro Guasti.

Infográfico: Com ajuda da Copa, Dia dos Namorados fatura 1,38 bilhões no E-commerce.

O Dia dos Namorados representa a terceira data sazonal mais importante para o varejo digital brasileiro, depois de Natal e Dia das Mães. As categorias mais vendidas seguem sendo as tradicionais “Moda & Acessórios”, “Cosméticos e Perfumaria” e “Eletrônicos”, respectivamente.

Copa do Mundo deve colaborar para crescimento de 35% na busca por produtos em comparação com 2013. 

São Paulo, junho de 2014 – O Dia dos Namorados deve confirmar o ritmo de crescimento de vendas para o comércio eletrônico e gerar um resultado maior que o de 2013. De acordo com levantamento da E-bit, os e-consumidores devem movimentar R$ 1,35 bilhão no período de 28 de maio a 11 de junho. O número representaria um crescimento nominal de 35% se comparado ao mesmo período do ano passado, quando o faturamento chegou a R$ 1 bilhão. A previsão, de acordo com o estudo, é chegar a 3,85 milhões de pedidos.

E-commerce: E-bit prevê R$ 1,35 bilhão de faturamento para o Dia dos Namorados.

“Este ano a data está sendo estimulada com a venda de produtos para a Copa, o que ajuda a elevar o tíquete-médio na procura de produtos como televisões de tela grande, smartphones e presentes com motivação de seleções nas grandes lojas virtuais, além da grande procura por flores, que já possui forte apelo para a ocasião”, explica o diretor geral da E-bit, Pedro Guasti.

O Dia dos Namorados vem representando, nos últimos anos, a terceira data sazonal mais importante para o varejo digital brasileiro, depois de Natal e Dia das Mães. As categorias mais vendidas devem ser as tradicionais “Moda & Acessórios”, “Cosméticos e Perfumaria” e “Eletrônicos”, respectivamente.

E você: TV, camisa da seleção ou presente? Sua loja virtual vai aproveitar estas boas oportunidades?

Como a Copa do Mundo afeta o E-commerce? Dia de semana comum estava eu no aeroporto Internacional de Guarulhos (SP) esperando o voô das 07:50 para o RJ me preparando para embarcar. Tudo certo até que às 8:30 acabaram as informações e às 9:40 descobri que o voô havia sido cancelado e que se eu pretendesse voar ao Rio de Janeiro naquele dia outro voô somente em Cumbica, às 13:00.

Muitas horas perdidas (e paciência também), acabei voltando pra casa e fazendo um Home Office!

Como a Copa do Mundo afeta o E-commerce?

Então pensei: se não estamos preparados para um dia comum, imaginem a Copa do Mundo e Olimpíadas! Sempre vem a mesma discussão sobre como estamos atrasados na construção de estádios, hotéis, rodovias, transporte, estrutura em geral para atender toda essa demanda de 2 meses.

Questionando esses pontos, a pergunta que veio a tona é: E o seu E-Commerce, está preparado para a Copa do Mundo e Olimpíadas?

Muitas questões técnicas e gerenciais estão por trás dessa resposta e vou abordá-las a seguir:

Transporte

Nos períodos de grandes eventos como os que estão por vir teremos um movimento enorme de pessoas no país e provavelmente não teremos estrutura suficiente para atender aos milhões de turistas. Já não temos estrutura para atender ao público atual, principalmente nas grandes cidades. Pesquise como a transportadora responsável pela entrega de seus pedidos está se preparando para toda essa movimentação, os prazos de entrega, trânsito, aumento na demanda, etc.

Se seu comércio tem processo de entregas agendadas por horário, faça uma re-análise e esteja preparado para esses contratempos.

Cálculo do Frete

Devido à dificuldade de entrega nessas épocas de grande movimento, existe a possibilidade de a transportadora ter de trabalhar 24 horas por dia (o que já é estratégia de algumas empresas) e aumentar sua frota de caminhões. Mas isso gera custo e provavelmente será repassado para o cliente.

Esteja preparado para novas tabelas de frete. Veja com a transportadora se ela tem planos de alterações para não correr o risco de receber essa informação tarde demais.

Produtos

Imaginando que o número de vendas vai aumentar nesse período, esteja preparado para ter estoque suficiente e atender a todos os pedidos.

Antecipe-se! Faça análise mensal de vendas e agilize seus pedidos junto aos fornecedores alguns meses antes. Perder a oportunidade de vender mais por não ter estoque não é nada bom!

Formas de Pagamento

Atualmente quem arca com o risco do cartão de crédito é uma instituição financeira e não o a bandeira do cartão de crédito, como muitos imaginam.

Na copa do Japão fez-se um acordo de congelar a cotação do dólar e euro para que ninguém tivesse prejuízo e foi desenvolvida uma integração para que o comércio aceitasse os cartões de créditos de outros países. Para a copa de 2014 não existe nenhuma discussão sobre isso, ou seja, nenhuma instituição financeira quer arriscar um calote com cartões de créditos internacionais. Sendo assim, hotéis, shoppings, lojas, aluguéis de carros, mercados, compras online sofrerão do mesmo problema. Alternativas são aceitar Travel Money, cartões de crédito pré-pagos ou dinheiro.

Pense em possibilidades de integrar seu e-commerce com empresas de pagamento universais, minimizando as chances de deixar de vender. Não esqueça de pensar na conciliação bancária para agilizar a liberação do pedido para o cliente.

Prepare-se também para passar por processos de estorno de cartões de crédito para estrangeiros.

Idioma

O consumo no país vai aumentar muito, mas portuguesa língua portuguesa não é uma das mais faladas no mundo. O comércio e lojas online precisam estar preparados para atender essa demanda com o inglês e espanhol, no mínimo.

Como a Copa do Mundo afeta o E-commerce?

Pós-vendas/Atendimento

Tenha uma célula do seu atendimento que conheça as principais línguas estrangeiras e preparadas para atender uma maior demanda de ligações. O principal motivo de uma ligação é saber o status do pedido. Faça com que seu e-commerce exiba todas as informações necessárias para sanar todas as dúvidas.

Trocas e Devoluções

Assim como o número de pedidos aumentarão, trocas e devoluções também. Os processos devem estar muito bem definidos, principalmente quando existe integração com a transportadora ou correios. Analise o prazo necessário com essas instituições e a política de troca com seu fabricante. Muitas têm prazos longos de trocas (maior que 20 dias) e Copa do Mundo/Olimpíadas duram somente 40 dias.

No mais, esteja preparado para torcer muito e manter viva a alegria, o bom humor e a simpatia que só o brasileiro sabe como é.

Pra frente Brasil!

Texto do Augusto Pierzynski para o E-commerce Guide.

Os números do comércio eletrônico no Brasil continuam em ascensão. De acordo com dados levantados como previsão pela e-bit, empresa especializada em informações do setor, o e-commerce deve apresentar um crescimento nominal de 25%, chegando a um faturamento de R$ 28 bilhões em 2013.

De acordo com a diretora de negócios da e-bit, Cris Rother, a tendência é que o ano apresente um resultado melhor que 2012 em virtude da retomada do crescimento econômico e da aceleração das vendas de dispositivo móveis como tablets e smartphones.

“A cada ano vemos maior adesão dos brasileiros a dispositivos móveis devido a redução do preços dos produtos, conforme mostra o índice FIPE Buscapé, e pela maior oferta de pacotes de banda larga com valores mais acessíveis. Somente em 2012 a queda de preços dos celulares em comparação a 2011 foi de -13,41%”,  explica Rother.

Uma outra explicação para que o setor mantenha o ritmo de crescimento  é pela constante entrada da Classe C. Aproximadamente 56% dos novos entrantes pertencem a essa classe, apesar dos atuais sinais de endividamento, o que por outro lado pode acabar freando o consumo. Em Novembro, por exemplo, 59% das pessoas disseram estar endividadas, sendo que e 6,8% declararam que não terão como pagar as dívidas, o que acaba refletido também no e-commerce. Caso esse endividamento fosse menor, o e-commerce poderia crescer ainda mais.

Aumento da venda de televisores para a Copa do Mundo --- Image by © Randy Faris/Corbis
“Vimos em 2010 um movimento muito forte na venda de Eletrônicos, especilmente TV´s de LED e tela fina, especialmente estimulados com a Copa do Mundo. Em 2013, teremos a Copa das Confederações, o que pode antecipar essa renovação dos aparelhos visando a Copa de 2014”.

No que diz respeito a maior procura por televisores em 2013, Cris Rother explica: “Vimos em 2010 um movimento muito forte na venda de Eletrônicos, especilmente TV´s de LED e tela fina, especialmente estimulados com a Copa do Mundo. Em 2013, teremos a Copa das Confederações, o que pode antecipar essa renovação dos aparelhos visando a Copa de 2014”, analisa diretora da e-bit.

O comércio eletrônico também não deverá apresentar grandes novidades quanto a entrada de novas empresas no mercado. “Nos últimos 2 anos a entrada de novas lojas no setor aconteceu no long tail, ou seja, as pequenas empresas, que hoje representam cerca de 20% do faturamento do setor. Os maiores investimentos ocorridos foram em categorias chamadas de verticais como “moda e acessórios”, “artigos esportivos” e “casa e decoração”. Com o segmento em consolidação e ainda mais competitivo, os grandes varejistas buscarão melhorar a eficiência de suas operações, aumentar a rentabilidade e melhorar da qualidade dos serviços prestados ao consumidor”, opina o diretor geral da e-bit, Pedro Guasti.