Tags Posts tagged with "custo baixo"

custo baixo

Hoje vou responder a pergunta que não quer calar: como montar uma loja virtual barata?

Primeiro vou estabelecer esse “barato” porque na maioria das vezes o que é barato para uns, acaba sendo caro para outros. Então, aqui no texto vamos considerar que “barato” vai ser o custo mínimo por um serviço bem feito.

A maioria dos serviços baratos que você encontra por ai, é como um mecânico ruim, você sempre leva o carro lá porque é mais barato, mas você precisa voltar toda semana, o que não aconteceria se você levasse naquele mecânico que considera “caro”.

Pense comigo, o que é melhor, um serviço de baixo custo, mas que você precisa pagar toda semana, ou um serviço de custo um pouco mais elevado que você paga uma vez e resolve o problema?

A resposta parece óbvia, mas muitas pessoas ainda se deixam levar pelo barato, como aquelas promoções de supermercado, onde as pessoas preferem comprar o produto que custa R$5,90 porque ele está mais barato que o que custa R$6. As pessoas costumam ignorar os R$0,90 centavos e considerar que um produto custa R$5 e o outro custa R$6, quando na verdade a diferença entre um e outro é de apenas R$0,10 centavos, ou seja, essa diferença só vai afetar o seu bolso se você comprar uma quantidade muito grande do produto.

Cuidado com o gratuito

Agora que já definimos o que realmente é barato, vamos falar de outro truque que costuma atrair marinheiros de primeira viagem, não se deixe levar pelo grátis. Ninguém trabalha de graça, isso você pode ter certeza. Então se alguém está te oferecendo algo gratuito, observe todas as condições, se o serviço gratuito tem limitações, ou se a versão gratuita tem um tempo limitado de uso. Leia todas as letras miúdas, às vezes o grátis acaba saindo mais caro do que você imagina, então fique de olhos bem abertos para não ser enganado.

Plataformas gratuitas são as que mais atraem os novos e-lojistas, mas lembre-se uma plataforma sem suporte não é de grande ajuda, ao menos que você mesmo possa ser o programador e resolver todos os possíveis bugs da loja. Se você tiver que contratar alguém para trabalhar como suporte, essa plataforma já não é tão gratuita assim. Talvez seja mais vantajoso alugar uma plataforma que já tenha o atendimento incluído no preço do aluguel mensal.

Uma ferramenta gratuita que funciona bem para plataformas de e-commerce, são os chats para atendimento da loja virtual, claro que a ideia é que a loja cresça e com uma procura maior acabe migrando para os planos pagos, mas de início você pode se virar muito bem com versões gratuitas. No vídeo abaixo eu falo sobre 3 ferramentas que você pode integrar na sua loja virtual, confira:

Onde economizar?

Para ter uma loja virtual barata, você pode economizar em alguns custos, sempre cuidando para o barato não sair caro.

Os produtos precisam sempre ser embalados com segurança, mas você pode ir atrás do custo mais baixo da embalagem, claro, sem perder na qualidade. Você também pode baratear bastante os custos de aluguel, usando sua sala, ou sua garagem como escritório da loja virtual. Se for necessário alugar um espaço, não precisa ser um ponto comercial na parte mais movimentada da cidade, afinal você não vai receber clientes neste endereço.

Se você precisar da ajuda de funcionários, já no início da empresa, para atender clientes, embalar e enviar produtos, veja a disponibilidade da sua empresa em contratar um estagiário ou um menor aprendiz, é uma mão de obra mais barata, que não vai perder em qualidade. Ao menos que você precise de mão de obra muito específica como designer ou programador.

As fotos dos produtos podem ser feitas por você mesmo desde que fiquem com qualidade e mostrem todos os atributos do produto, assim você já economiza com fotógrafo também. Se o seu smartphone tiver uma câmera boa, você nem precisa investir em uma câmera profissional. Seja sincero com você mesmo, um foto toda pixelada e desfocada não deve ir para a sua loja virtual. Você pode economizar na hora das fotos, mas isso não significa ter fotografias ruins.

No início você pode estudar as técnicas de SEO e aplicar você mesmo na sua loja, profissionais desse ramo costumam custar caro. E se você não souber nada sobre o assunto, não vai conseguir nem avaliar se o profissional que contratou está fazendo um trabalho bem feito.

Deixo aqui embaixo uma playlist de vídeos sobre SEO, são técnicas para busca orgânica.

Anunciar é preciso

Mas isso não quer dizer que você possa ficar sem anunciar sua loja, lojas virtuais precisam ser encontradas e para isso você precisa se valer de todos os métodos, busca orgânica, busca paga, publipost, Facebook Ads etc.

Depois que você descobrir qual desses traz mais resultados, concentre uma verba maior neste canal, vá testando, mas lembre-se:

Não faça um anúncio só para testar se essa mídia funciona, faça um anúncio com objetivo, e o quanto você alcançar desse objetivo é que vai te dizer se essa mídia funciona ou não. Quem faz um anúncio para testar a mídia, sem objetivo, só joga dinheiro fora.

A resposta que encontramos para a pergunta inicial é que não existe loja virtual barata, você pode apertar o orçamento um pouquinho aqui e ali, mas tem coisas que você não pode abrir mão, como o marketing e plataforma. Lembrando que o mais importante de tudo é a estratégia que você usa para vender, ela que vai levar seu e-commerce ao sucesso.