Tags Posts tagged with "descontos"

descontos

O e-mail marketing tornou-se a técnica mais eficaz para venda online. Pense nisso, quantas vezes você ouve sobre ofertas ou descontos das marcas que você gosta em newsletters que você recebe? Muitas.

Ter uma ferramenta de envio de e-mail marketing profissional para criar campanhas tornou-se essencial para qualquer empresa. Mas hoje vamos dar algumas dicas para fazer o melhor e-mail marketing comercial e gerar um grande número de vendas por e-mail.

1- Concentre sua mensagem nos benefícios do seu produto

​Quando você cria as campanhas projetadas para vender seus produtos, há algo que você não deve esquecer: o único protagonista desses e-mails é o produto.
 
É essencial que, ao longo do e-mail, destaque as qualidades de seus produtos, a utilidade que eles possuem e os benefícios que serão obtidos por aqueles que os adquirem. Ele deve provocar o desejo de comprar, e não se esqueça, crie a necessidade. Convença o usuário de que ele precisa do produto. As razões podem ser milhares: é o melhor do seu setor, é a última moda, usado pelas estrelas de Hollywood…
 
Um elemento muito importante que aumentará suas vendas por e-mail são as imagens que você incorpora na campanha de e-mail marketing. Pense que essas imagens são a única referência que tem o destinatário do produto, então adicione a melhor que você tem.
 
As imagens devem ser feitas por profissionais e estar em alta qualidade. O produto deve ser apreciado perfeitamente e deve fazer com que você clique para saber mais sobre ele.

2- Ofereça descontos e ofertas reais

É muito importante que o que você anuncia no seu e-mail seja totalmente verdadeiro. De acordo com o estudo realizado em 2016 pela ONG FACUA, 82% dos consumidores consideraram que as empresas distorciam seus descontos.

Um anúncio enganoso fará com que os usuários acessem seu site uma vez, mas, se não houver descontos reais ou apenas tenham o desconto se gastarem mais que X$, eles não confiarão em você e irão sair da sua lista de contatos.

A Black Friday é propícia para fazer ofertas de todos os tipos. O mesmo estudo já acrescentou que oito consumidores em dez acreditam que as empresas oferecem descontos falsos durante essas festividades. Eles consideraram que o desconto que eles encontraram não foi aplicado no preço real.

Agora você pode aproveitar as festividades para gerar mais vendas por e-mail não usá-los como isca, pensar em uma estratégia que é benéfica para ambas as partes e deixar claro as vantagens de comprar nesse dia ou semana.

3- Use uma linguagem emocional e não racional

Uma conexão com seus destinatários é básico para criar motivação e desejo de compra. Se você usa uma linguagem séria, seca e sem emoção, dificilmente conseguirá bons resultados.

Você precisa recorrer ao usuário, usar um tom confiável e uma linguagem emocional. Storytelling funciona, você precisa de pessoas para se identificar com a marca e torná-la sua. Isso se reflete em seus produtos.

4- CTA efetivo, vendas seguras

Para obter vendas por e-mail, há um elemento muito importante e são chamadas para ação (CTA). Estes são os responsáveis ​​pela geração de tráfego para a sua página online.

A chamada para a ação eficaz é aquela que se destaca sem perturbar… Não coloque desenhos ou efeitos que não estão em sintonia com o resto da newsletter. Normalmente, os CTAs são tipicamente imperceptíveis.

As chamadas para ação devem abordar diretamente o que está sendo falado no e-mail. Se você levar o assinante para a Home, talvez fique cansado e desista antes de chegar ao produto. Quanto mais fácil para o usuário, melhor. Elimine todas as barreiras possíveis.

Se você fala sobre descontos em camisas e o CTA leva diretamente para essas camisas, ótimo. Não desperdice o tempo do usuário fazendo-o navegar sem necessidade.

Se você seguir estas dicas verá como suas vendas por e-mail aumentarão gradualmente. Fazer campanhas de e-mail marketing é a técnica mais rentável e eficaz no mercado, não perca!

Texto publicado anteriormente no Blog da Mailify.

A Black Friday – que acontece sempre na última sexta-feira de novembro – já é um acontecimento tradicional e esperado pelos consumidores de vários países. O evento, que surgiu nos Estados Unidos, ganhou adeptos em várias partes do mundo, inclusive no Brasil.

Por aqui, o evento acontecerá pela sexta vez consecutiva e está marcado para o dia 25 de novembro, prometendo descontos de até 80% em diversas categorias de produtos e serviços. Para verificar o tamanho e o sucesso da Black Friday, basta observar os números: só no ano passado movimentou R$1,5 bilhão em todo o país. E esse resultado só aumenta a cada ano.

Leia também, os números da Ebit:

84% dos consumidores online pretendem comprar na Black Friday

A expectativa de crescimento para 2016 é de, pelo menos, 18% – tanto nas vendas em lojas físicas quanto no e-commerce, responsável pela maior parte das ofertas. Ou seja, é uma ocasião excelente para os lojistas – que conseguem alavancar as vendas e esvaziar o estoque – e para os consumidores, que com o planejamento certo conseguem garantir a compra de produtos com uma boa economia.

Contudo, é importante lembrar que existem alguns cuidados que devem ser tomados para não cair em roubadas e garantir bons descontos!

INFO-SAVEME-BLACKFRIDAY (1) (1)

Todo mundo aqui adora comprar pela internet, ainda mais se tiver um desconto. Certo?

Nos EUA a prática de comprar com um cupom de desconto é bem antiga, muito antes de existir e-commerce, a utilização de cupons de descontos ficou conhecida em 1887, Asa Candler, usou como estratégia de marketing para o lançamento da Coca-Cola a distribuição de vouchers impressos em revistas que poderiam ser trocados por refrigerantes gratuitamente em stands de venda.

Esta foi a primeira vez na história em que se teve notícia de que cupons foram usados de forma efetiva para atrair clientes e expandir vendas de um produto. No Brasil ainda é uma prática pouco difundida, comparada com o mercado americano.

Todos os tipos de empresas podem usar a estratégia de descontos com cupom na loja virtual?

De certa forma, sim. Quando você pensa em um cupom, não é nada mais (e nada menos) do que uma condição oferecida a um cliente em potencial que, quando eles aceitam, compram o seu produto mais barato do que outras pessoas. Essa é a ideia por trás do cupom.

Na prática, porém, como diria o americano “o diabo está nos detalhes”. E a pergunta que nós deveríamos estar fazendo aqui, não é se o seu negócio pode oferecer cupons, mas como fazê-lo de uma maneira que faz com que toda a estratégia seja rentável desde o primeiro dia.

Confira abaixo as dicas:

1- Cupons gerais vs. Cupons por categoria

Normalmente quando se cria uma ação para disponibilizar cupons de descontos, os lojistas tem o hábito de disponibilizar uma única opção de cupom de desconto, que vale para o site todo. Essa prática não é ruim, mas não é o melhor dos cenários.

O ideal é ter um cupom para cada tipo de categoria no site, pois cada linha de produto tem uma margem para se trabalhar, dessa forma não compromete a rentabilidade da venda, produtos que se vendem por si só, não precisam de cupons, não estimule o cliente a utilizar cupons em produtos que eles já comprariam. ,

Pode se criar um cupom generalista (valido em todas categorias da loja), mas com descontos menores, cupons por categoria podem ter descontos melhores e mais altos.

2- Aumento do tíquete-médio

Uma das maiores dificuldades dos lojistas é fazer com que os clientes gastem mais na sua loja. O uso do cupom de desconto pode ser um auxilio na estratégia para o aumento do tíquete-médio.

Por exemplo, se sua loja tem um tíquete-médio de R$ 150, ofereça um cupom de 10% nas compras a partir de R$ 200,00 e assim por diante. Conforme falamos no tópico acima, crie vários cupons e com varias faixas de desconto atrelado a um valor mínimo de compra.

3- Aumentar as vendas nos finais de semana e feriados

Normalmente os finais de semana e feriados são muito ruins para a maioria do e-commerce, o cupom pode ser um aliado para aumentar o resultado nesse período. Crie cupons específicos para o final de semana, com um titulo bem chamativo “Final de semana maluco”.

Crie uma condição realmente diferenciada para o período. Muito importante também é não repetir a promoção nos demais finais de semana, sempre crie condições e ofertas diferenciadas.

4- Divulgando os cupons de descontos

Não adianta nada você ter cupons de desconto se ninguém conhece, certo?

Criei cupons diferentes para divulgar para sua base de clientes, coloque o código do cupom na peça de e-mail marketing, caso a campanha seja de uma determinada categoria ou tipo de produto, divulgue um cupom especifico, se a campanha for generalistas, utilize um cupom que funcione em todas categorias do site.

Conforme falamos no tópico acima, nas ações de final de semana e feriados, crie banners e coloque o código do cupom na arte, divulgue na home da sua loja, essa estratégia é interessante para impactar clientes que não receberam o e-mail marketing ou deixaram de ser impactado por outras mídias.

Nunca ofereça um cupom para os seus clientes com a mesma condição de um cupom para atrair novos clientes.

Os afiliados são um importante aliado na sua estratégia de cupons. Inscreva a sua loja em alguma rede de afiliados e inicie esse trabalho ou então prospect seus afiliados, de preferência os que são especializados em sites de cupom. Para os afiliados mais importantes crie códigos com as iniciais do parceiro ou até condições diferenciadas, isso ajuda a fortalecer a parceria.

Sempre importante lembrar, não prejudique sua margem, crie cupons que seja vantajoso para ambos, lojista e cliente.

Texto publicado anteriormente no Blog da Rakuten.

Buscapé investiu R$ 15 milhões para reunir grandes lojas no dia 19 de março para o Dia do Consumidor

O Buscapé Company investiu R$ 15 milhões, coordenando uma ação de vendas para o Dia do Consumidor, que acontece em 19 de março, e que reunirá varejistas como Americanas.com, Casas Bahia, Centauro, Extra, Magazine Luiza, entre outros.

A ideia é que a data sazonal registre aumento nas vendas, a exemplo do que acontece anualmente com a Black Friday. “A data trará inúmeras promoções em lojas online, com descontos expressivos, ajudando a alavancar as vendas no começo do primeiro semestre, período tradicional de retração do consumo”, explica o CEO do Buscapé Company Rodrigo Borer.

A ideia é que a liquidação se repita anualmente, sempre em uma quarta-feira, após ou no próprio dia 15 de março, data reconhecida pela ONU como Dia Mundial do Consumidor. “Nessa lógica, todos os nossos esforços para assegurar uma ótima experiência aos nossos usuários se estendem para os parceiros, que estão se preparando para oferecer produtos de qualidade, bons preços e entrega no prazo”, garante Borer.

A iniciativa terá apoio da Câmara Brasileira de Comércio Eletrônico (Câmara-e.net), da Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo do Estado de São Paulo (Fecomercio SP) e da Associação Comercial de São Paulo (ACSP).

Começa hoje (26/12), a Boxing Day. Depois da Black Friday, que este ano foi um sucesso e da Cyber Monday, que ainda não pegou no Brasil, chegou a hora de copiar mais uma data de ofertas do comércio americano.

Algumas lojas começam às 14 horas deste dia 26 a liquidar os produtos que sobraram das vendas natalinas, o saldão virtual vai até dia 29 de dezembro.

Boxing Day

A organização fica por conta do site Busca Descontos, que juntou 50 lojas do comércio eletrônico nacional (Americanas, Walmart, Ponto Frio, Netshoes, Casas Bahia e outros gigantes). Você pode ainda se cadastrar no site para concorrer a prêmios e receber mais informações sobre o evento virtual.

A expectativa é que a semana gere cerca de 75 milhões de reais em vendas este ano. Segundo a e-bit, o Boxing Day gerou 59 milhões de reais no ano passado, o tíquete médio chegou a 345 reais.

“Os produtos serão registrados com dois tipos de selo: Oferta Validada, com as ofertas que têm desconto interessante; e Super Oferta, aquelas que apresentem um desconto muito interessante”, diz Ricardo Bove, num comunicado distribuído à imprensa. Espera-se assim, garantir a credibilidade do evento sem que ocorram descontos falsos.

Aproveite os quatro dias para encontrar as melhores oportunidades, boas compras e Feliz Boxing Day!