Tags Posts tagged with "descrição de produto"

descrição de produto

Para quem administra um blog, site ou e-commerce é compreensível a preocupação em colocar suas páginas nos primeiros lugares nas pesquisas feitas nos buscadores. As técnicas de SEO vão ao encontro desse objetivo.

Antes de irmos para a prática, vale ressaltar que SEO não é só produzir conteúdos e preparar páginas para os mecanismos de busca. Você não escreverá somente para o Google entender, mas sim para entregar aquilo que os usuários do Google estão buscando. Ora, se a preocupação dos buscadores é atender as expectativas do público, seu site deve ser estruturado pensando nos robôs e, principalmente, nos seus consumidores.

Para que o SEO não seja um problema e sim solução para os seus textos, preparamos uma sequência com 6 dicas que farão suas páginas aparecerem no topo do ranking das pesquisas.

1- Pesquise as palavras-chave

Você talvez já tenha ouvido falar que as palavras-chave são essenciais para qualquer otimização baseada em SEO, não é mesmo? Então, essa é uma premissa verdadeira. Contudo, seus textos não precisam ser totalmente focados nas palavras-chave.

É importante escolher termos que costumam ser usados pelo seu público-alvo nos campos de pesquisa dos buscadores. Para isso, use ferramentas como o Keyword Planner e o Google Trends para conferir as palavras-chave mais lembradas na sua área e quais são as tendências de utilização.

2- Crie conteúdo original e de qualidade

Esse costuma ser um problema nas descrições de produtos, pois em muitos e-commerces é normal ver esse trecho copiado dos sites dos fabricantes. O Google, assim como os outros buscadores, entende isso como uma duplicação, o que pode prejudicar o ranqueamento dessas lojas virtuais as quais não se preocuparam em escrever diferente.

Além de produzir textos próprios, mesmo que falem da mesma oferta, é importante ser bem informativo, ajudar o público e mostrar que sua empresa entende daquele assunto.

Os problemas de ter conteúdo duplicado no e-commerce e como resolver

3- Faça títulos irresistíveis pensando no SEO

O título de uma página deve ser a última coisa a ser produzida para ser a primeira que entrará em contato com o público. As pessoas verão seus títulos logo de cara assim que fizerem uma pesquisa nos buscadores.

Logo, você precisa prometer algo valioso, criar um senso de urgência, desafiar o leitor, chamar a atenção das pessoas e, principalmente, exibir a palavra-chave escolhida para os mecanismos de busca saberem do que se trata seu conteúdo.

4- Deixe seus textos fáceis de serem lidos

Em blog posts, especialmente os que possuem mais conteúdos, é importante facilitar a leitura para os motores de busca e para as pessoas.

Os buscadores precisam das palavras-chave (com variações de plural, sinônimos, etc.) espalhadas no texto, nos intertítulos (h2, h3, etc.) e no nome das imagens (palavra-chave-descriçãodaimagem.jpg). O público precisa de um visual mais limpo, com textos divididos em blocos, parágrafos curtos, termos importantes destacados em negrito, uso de imagens e vídeos para apoiar a compreensão do conteúdo.

5- Inclua a palavra-chave nas descrições de produtos

Ao chegar à página de uma oferta, a descrição que acompanha a imagem do produto deve ser curta, objetiva e oferecer um argumento matador para convencer o cliente da compra.

É recomendado escrever e destacar as palavras-chave em negrito nesse pequeno texto, para reforçar a referência da página para os motores de busca. As imagens dos produtos devem ter suas tags alt preenchidas com descrições em poucas palavras das fotos, assim como o uso da palavra-chave no nome dos arquivos.

Cadastro de produtos: como convencer o cliente a comprar

6- Faça descrições detalhadas

Descrições de produtos mais completas e detalhadas são importantes para gerar mais informação e conteúdo para as páginas de produtos. Quando uma página possui pouco texto, os buscadores costumam posicioná-la pior nas pesquisas. Portanto, aproveite este espaço para dar detalhes técnicos das ofertas, falar dos seus benefícios, expor comentários de outros clientes, etc.

E aí, o quanto essas dicas de SEO serão úteis para o seu e-commerce e seu blog? Você já praticava alguma dessas ações e não sabia que elas poderiam melhorar o ranqueamento do seu site na internet? Conte nos comentários!

O sonho de todo o empreendedor que possui uma página virtual é que ela seja a primeira colocada no Google. Entretanto, muitas pessoas não conseguem esse tipo de resultado.

Primeiro porque não é fácil, já que são apenas dez posições contra milhares de sites disputando espaço na primeira página. Além disso, muitas pessoas cometem erros extremamente básicos, que acabam dificultando na hora de ser rankeado no Google. Abaixo, algumas delas. Destaque para 3 deles:

1- Descrição copiada

Na ânsia de cadastrar muitos produtos, o empreendedor acaba não dedicando o tempo necessário para o cadastro e acaba colando (integralmente ou com leves alterações) as descrições do fornecedor ou de grandes lojas do varejo eletrônico.

Acontece que o Google é esperto e leva para as melhores posições na busca orgânica o site mais popular (que no caso é o fornecedor ou a grande varejista da internet). Os sites com descrições repetidas, por sua vez, vão para posições ruins.

2- Descrições mal feitas

Como disse no tópico anterior, a descrição dos produtos de uma loja virtual precisa de tempo e dedicação. Assim como na descrição copiada, o empreendedor na pressa acaba pecando e realiza uma descrição de produto ruim. Não preencha os espaços para descrição de produtos como se estivesse preenchendo algum formulário chato e obrigatório na internet.

Pense que, quando o assunto é SEO para e-commerce, uma boa descrição é fundamental para que você possa vender mais e alcançar boas posições na busca do Google. Pense no cliente, ele precisa saber se o produto tem o que deseja vai resolver o seu problema. Se a descrição ajuda o cliente, ela também irá ajudar o Google a dar mais importância para você.

3- Não disponibilizar comentários de produtos

Geralmente o empreendedor desabilita essa opção por medo de receber comentários negativos sobre a mercadoria. Mal sabe ele que o espaço para comentários é um dos maiores incentivadores de compra em uma e-commerce. Não tenha medo deles!

Se algum usuário reclamar, por exemplo, que não gostou do sapato pois apertou o joanete, uma outra pessoa que também possui o mesmo problema não irá adquirir o produto. Sem a descrição, seria possível que a venda fosse efetuada, porém o prejuízo poderia ser maior, como o cliente não adquirir mais produtos da loja virtual ou ter que gastar com logística reversa.

Portanto, dedique tempo para sua loja virtual. Assim ela será única e relevante tanto para o Google como também para o usuário.

Texto original do blog da Dloja virtual.

Como otimizar a descrição de produto na loja virtual? Possuir conteúdo único – sem cópias ou republicações de outros sites, colocar as especificações técnicas, ser criativo, otimizar visando SEO, detalhar ao máximo e com objetividade são algumas dicas básicas (até mesmo obrigatórias) que deve seguir caso queira que a descrição de seu produto tenha um alcance máximo de conversões.

4 dicas para otimizar a descrição de produto na loja virtual.

No entanto, em uma web 2.0 tão evoluída e com um número crescente de players no comércio eletrônico brasileiro, são necessários diferenciais que garantam um índice de qualidade maior. Quando falo deste, não somente abordo os aspectos envolvidos em search engines ou Marketing Digital – falo de modo holístico, levando em conta todas as interfaces de seu sistema.

Levando essas premissas em consideração, listo quatro avanços que, aplicados de forma correta e coerente ao nicho de sua atuação, resultam em maior conversão:

1 – Promova Seu Produto.

Promover não é somente oferecer condições especiais para os clientes como frete grátis, descontos casuais ou outras formas de bonificação. No sentido literal da palavra, a promoção se dá por descrever os benefícios, como o produto realmente vai acrescentar bem-estar e satisfação a vida do consumidor ao ser adquirido. De nada adianta uma descrição seca e óbvia, por mais original e completa que seja.

Descrição de uma case para celular feita de modo simplório.
Descrição de uma case para celular feita de modo simplório.

Sua promoção tem o objetivo de tornar a experiencia do cliente em evento único ao ler uma descrição que vá de encontro com seus anseios e expectativas ao clicar em seu produto.

Seu público-alvo exige uma demanda de qualidade única – esta que varia de acordo com seu nicho de atuação. Do mesmo jeito que outros fatores como a segurança, confiabilidade, atendimento e logística contam para a avaliação, uma linguagem que fale diretamente com seus clientes faz com que o investimento em seu produto seja algo realizador.

Uma completa descrição, mencinonando todos os pormenores e caracterísitcas únicas do produto, promovendo-o de maneira completa
Uma completa descrição, mencionando todos os pormenores e características únicas do produto, promovendo-o de maneira completa
Uma completa descrição, mencinonando todos os pormenores e caracterísitcas únicas do produto, promovendo-o de maneira completa
Uma completa descrição, mencionando todos os pormenores e características únicas do produto, promovendo-o de maneira completa.

2 – Especificações técnicas que realmente fazem a diferença.

É muito importante que as especificações do produto reforcem seu diferencial em uma boa descrição. Como estamos em uma loja virtual, a única experiência de contato real que o cliente terá com o produto será a partir do momento em que este chegar em suas mãos.

As características não podem ser somente dados em uma tabela ou bullets ao fim da apresentação com a finalidade de expor quesitos técnicos como na imagem que segue.

Descrição e características de uma esteira profissional avaliada em aproximadamente R$9.000,00.
Descrição e características de uma esteira profissional avaliada em aproximadamente R$9.000,00.

A unicidade do produto em suas características é um dos principais contribuintes para a aquisição do mesmo. Nós, como consumidores, procuramos avaliar todas as minuciosidades acerca dos quesitos técnicos, ainda mais quando buscamos eletrônicos, eletrodomésticos, móveis e outros cujo diferencial reside nestes.

Não é necessário uma extensa tabela ou “bulletização” para expor tudo o que produto traz consigo de benefícios, mas desde que aloques e congregue as informações relevantes com os benefícios de uso do mesmo, a experiência do consumidor passa a ser mais rica.

Descrição cujo especificações técnicas não somente estão bulletizadas como características, mas presentes como fatores decisivos para uma promoção melhor.
Descrição cujo especificações técnicas não somente estão “bulletizadas” como características, mas presentes como fatores decisivos para uma promoção melhor.

3 – Garantias, contato com o SAC e com o SAC de Fornecedores devem estar explícitos.

Apesar de possuir as políticas ditadas no rodapé e os meios de contato com seu serviço de atendimento ao consumidor de fácil visibilidade aos clientes, reforçar o telefone de contato com seu SAC e o telefone para contato com o fornecedor em todos os produtos é uma consideração que aumenta a segurança para o cliente em caso de trocas, devoluções e dúvidas acerca destas questões e outras.

Algumas grandes operações como Americanas e Submarino possuem em grande maioria das tabelas de especificações de seus produtos tais informações. Isso facilita para o departamento de atendimento com a eliminação de dúvidas sobre os fornecedores e garantias dispostas por estes.

Além das especificações, também é divulgado o fornecedor e o número de contato com o SAC do mesmo.
Além das especificações, também é divulgado o fornecedor e o número de contato com o SAC do mesmo.

Muito interessante também é colocar junto a descrição do produto, uma breve história de seu fornecedor – suas origens, há quantos anos atua no mercado, qual sua estrutura atual (não digo física, mas sim de alcance) e outros itens que asseguram a confiabilidade e qualidade do mesmo. Além de passar maior crédito ao consumidor, fortalece a sua relação B2B.

4 – Utilize-se de “extra features” para enriquecer a descrição de produto.

Caso venda calçados e/ou roupas, utilize uma tabela de tamanhos. Se sua operação é uma pet shop, indique com um feature para qual tamanho de cãozinho ou gato a ração é indicada. Se és especializado em vender cases para Iphone, indique através de um feature para qual modelo o produto é indicado.

Shoefitr, ferramenta que analisa o tamanho ideal para a compra de um calçado na Netshoes, tendo como base um outro modelo, numeração e como calça em seus pés.
Shoefitr, ferramenta que analisa o tamanho ideal para a compra de um calçado na Netshoes, tendo como base um outro modelo, numeração e como calça em seus pés.

Voce não necessariamente precisa ter toda a estrutura para tal como a Netshoes, mas pode criar algo que sirva multifuncionalmente: tira qualquer dúvida que o cliente tenha a respeito do produto apresentado e indica qual a melhor opção dentro de tamanho, material ou outros quesitos comparáveis, uma vez que tais features reforçam o conteúdo apresentado.

Tabela de medidas aproximadas na descrição de camisetas com estampas de bandas – De modo simples, fornece informações vitais para a aquisição da vestimenta.
Tabela de medidas aproximadas na descrição de camisetas com estampas de bandas – De modo simples, fornece informações vitais para a aquisição da vestimenta.