Tags Posts tagged with "dica"

dica

Conheça os pecados mais comuns que a sua loja virtual pode estar fazendo para as vendas desandarem.

Ao abrir uma loja virtual,  um empreendedor espera que ela supere todas as expectativas de seus consumidores e se destaque no mercado digital. Ele investe tempo no seu planejamento, escolhe um nome bacana, monta seu estoque com produtos de qualidade e abre as “portas” do seu e-commerce. Mesmo diante de tanto cuidado e dedicação, o sucesso não vem, os carrinhos são abandonados com frequência e a taxa de conversão não é nem de longe o que ele estava prevendo.

– “Mas o que pode ter dado errado no meio do caminho?”

Talvez a resposta seja mais óbvia do que ele imaginava: sua página de produtos está prejudicando suas vendas. E para evitar essa situação, listamos 7 pecados mais comuns nas lojas virtuais que podem estar fazendo suas vendas desandarem.

1- Produtos com descrição superficial

Fazer descrições superficiais é sem dúvida um dos grandes pecados na formulação da página de produtos do seu e-commerce. Descrever um item de forma rasa, replicar descrições contidas no site dos fabricantes e deixar de colocar informações importantes de uso e funcionamento são ações que afetam diretamente na taxa de conversão da sua loja virtual.

Além disso, seu e-commerce pode ser prejudicado diante de seus concorrentes nas ferramentas de busca, justamente pela falta de originalidade e do excesso de superficialidade. O ideal é que você crie um método estruturado e criativo para redigir as descrições dos produtos que vai vender.

Uma ideia é você começar a descrição por fornecer as vantagens que o consumidor terá ao comprar o produto. Em seguida, foque a descrição dos detalhes técnicos (ex: peso, voltagem, cores, acessórios extras, etc.) e por fim capriche no detalhamento, em como o consumidor poderá utilizar esse produto para ter o maior benefício possível. Nesse momento, aproveite para usar os testemunhos e opiniões dos seus clientes, pessoas que já compraram e tem muito para contribuir no momento da decisão de compra do novo cliente.

2- Fotos de má qualidade

Imagem é tudo em uma loja virtual. Se elas estão com má qualidade, fora de foco, sem ângulo nos detalhes ou pior, não há nenhuma foto, como um consumidor pode ter desejo – e coragem! – para comprá-lo? Tenha em mente que seus consumidores não têm a mesma experiência de compra dos consumidores de uma loja real. Eles não vêem e nem podem tocar nos produtos e, por isso, são as imagens são um guia, um fator determinante que vai definir se ele vai comprar ou não o produto.

Invista primeiramente em um trabalho profissional, em produzir fotos e ilustrações de qualidade, focadas nos detalhes e com boa resolução. Utilize como plus ferramentas disponíveis no mercado para que seus consumidores possam ampliar as imagens (lupa) bem como mostrar os produtos sob diferentes perspectivas (de frente, de lado, de costas).

Se quiser inovar mais ainda, organize e convide seus atuais clientes a enviarem fotos produzidas por eles mesmos, dos produtos que compraram na sua loja virtual, dando sua opinião e sua avaliação pessoal sobre o que acharam da escolha que fizeram. Aproveite essa oportunidade e crie um vídeo simples, como um passo-a-passo utilizando as fotos enviadas e deixe com que os próprios clientes o compartilhem e o divulguem nas redes sociais.

3- Layout poluído

Quando buscamos uma loja física para fazer compras, somos influenciados fortemente por alguns detalhes visuais: sua localização, a aparência da fachada e vitrine, a organização e limpeza, entre outros detalhes. Em um segundo momento, também levamos em consideração a disposição dos produtos nas estantes e cabides, o design dos móveis e objetos de decoração e até as roupas e aparência da equipe de vendas.

Quando falamos de uma loja virtual, a estética tem o mesmo peso que a de uma loja física, ou até maior! Por isso, todo e qualquer e-commerce que deseje se destacar e atrair seus consumidores devem se preocupar muito com o layout e a usabilidade.

Na hora de construir sua página de produtos, busque referências no mercado, de outras lojas virtuais que se destaquem por equilibrarem a usabilidade e o design. Lembre-se que o principal é deixar que seu consumidor sinta-se à vontade para comprar, que o layout transmita confiança e que o consumidor perceba logo de cara que sua loja virtual vende exatamente o que ele está procurando.

O mais importante é que sua loja virtual tenha a cara do seu cliente! Não deixe que suas preferências pessoais se sobressaiam daquilo que seu público alvo realmente se interessa.

4- Cores inadequadas nos botões

Até os botões na sua página de produtos podem colocar tudo a perder: se a escolha das cores for feita de forma inadequada, um botão de “comprar” que ficou sem destaque ou com o contraste mal escolhido pode anular o call to action do produto, fazendo com que seus consumidores não o percebam e, simplesmente, não comprem.

Para fugir desse problema, a melhor receita é realizar os famosos testes AB. Para alguns consumidores a combinação verde para “comprar” é a que mais faz sentido e, por isso, converte mais. Para outros consumidores, as cores como o “laranja” ou até mesmo o “azul” são mais perceptíveis e positivas para clicar.

Para você não ficar brigando com as vendas nem com o gosto dos seus consumidores, faça os  testes e acompanhe de perto os resultados. Desta forma, você terá informações suficientes para decidir sem atrapalhar seu desempenho.

anjos-e-demonios

5- Estoque sem controle

No mercado digital, não há nada que dê mais dor de cabeça que vender um produto que não está mais disponível no seu estoque. Além de ser um problema de gestão é um erro grave da sua parte. Você pode pôr a perder toda sua credibilidade no mercado além de ter uma dor de cabeça enorme para alinhar as expectativas de produção/entrega com seu cliente.

Por isso, uma dica é optar por uma plataforma que automatize o status do seu estoque, contabilizando cada item vendido na sua página de produtos e que alerte você quando o estoque estiver baixando. Dessa forma, você diminuirá as chances de cometer falhas ao oferecer produtos sem respaldo e poderá ainda aprender muito com cada conversão realizada.

6- Cadastro extenso

Cadastros extensos atrapalham a transação, entediam seus consumidores e os fazem desistir de comprar. Parece exagero essa afirmação, mas acredite, não é. O excesso de perguntas desanima qualquer interessado, pois a maioria dos que procuram fazer suas comprar em um e-commerce está buscando o binômio praticidade e  rapidez.

Para você não cometer esse pecado na sua loja, pergunte apenas o que for realmente necessário. Questões menos importantes podem ser abordadas em outras ocasiões e até mesmo no pós-venda.

7- Cadê as opiniões e avaliações de clientes reais?

Não dar importância para as opiniões e feedbacks dos clientes que realmente compraram em sua loja virtual é um verdadeiro pecado no universo do e-commerce! E o motivo é bem simples: 61% dos clientes digitais pesquisam as opiniões, avaliações e comentários de outros e-consumidores antes de efetuarem qualquer compra, sejam elas positivas ou negativas.

Para estes consumidores, conhecer a experiência que outras pessoas reais tiveram com o mesmo produto é parte da confiança que seu e-commerce fornece para que eles se sintam seguros e confortáveis para clicarem no botão comprar.

Por isso, procure incentivar que seus clientes opinem e avaliem cada produto e cada experiência de compra que tiveram em sua loja virtual. Publique essas opiniões em seu site, nas páginas de produtos e em seus perfis das redes sociais. Use essas avaliações para criar promoções especiais, conhecer a fundo problemas e oportunidades no seu negócio e realize melhorias importantes apontadas por quem realmente interessa para seu e-commerce. Somente assim você vai conquistar a confiança de seus novos consumidores e vai transformá-los em mais vendas.

Depois de ler nosso post, será que não é a hora de você fazer um check-up na sua página de produtos? O quê seus clientes estão falando sobre ela?

Ficou interessado em saber mais? Baixe nosso e-book gratuitamente!

Como lidar com feedbacks negativos e transformá-los em vendas

Que tal você começar hoje mesmo a conhecer o que seus clientes pensam sobre sua loja virtual: teste gratuitamente o Trustvox por 60 dias e tenha nas mãos as opiniões de clientes reais, que compraram na sua loja!

TEXTO DO PESSOAL DA TRUSTVOX