Tags Posts tagged with "dicas para loja virtual"

dicas para loja virtual

Loja virtual

É importante sempre lembrar que é um grande mito essa história de que uma loja virtual é um negócio simples e fácil de ser gerido. E não estou só falando da fase de estruturação geral, onde você deverá definir plataformas, meios de pagamento, estoque, cadastrar produtos etc. Depois você precisará pensar na logística de reposição, em como atrair tráfego relevante e significativo, promoções, atendimento, capacitação de funcionários, sem contar as partes legais de qualquer outro negócio.

Estamos em janeiro e ainda está em tempo (um pouco atrasado) de você monitorar e planejar todas as suas ações durante o ano. O Practical E-commerce publicou hoje 13 dicas interessantes para o sucesso de sua loja virtual em 2013 (13 para 2013, pegou?), o que você deve ter em mente é em transformar a experiência do cliente com sua marca em algo agradável. E como bons conselhos são sempre bem vindos (principalmente para quem dá), vamos à eles:

1. Definir a sua visão, metas e estratégia. Saiba onde está indo e como está. Invista tempo para identificar seus objetivos de negócios, estratégias e táticas.

2. Estabelecer um modelo de negócios. Entenda a viabilidade do negócio, como as várias partes de sua empresa trabalham em conjunto, os seus requisitos de recursos e  riscos. Identifique as áreas que precisam de mais investimentos.

3. Entenda o seu cliente. Conheça seus clientes. Por que eles vêm até sua loja e porquê compra de você e não dos concorrentes? Eles são leais ou simplesmente escolhem o melhor negócio?

4. Vender produtos que os consumidores querem comprar. Uma vez que você entender seus clientes, certifique-se em vender os produtos certos. Preste atenção em tendências.

5. Comprar na baixa e vender na alta. Este velho ditado é mais verdadeiro do que nunca para o varejo online. A concorrência é cruel. Você tem pouco controle sobre o preço que seu mercado irá aceitar. Mas você tem algum controle sobre o quanto você paga para o seus fornecedores. Negocie, encontre novos fornecedores, mais de um. Considere produtos mais genéricos sem perder a qualidade.

6. Seja encontrado. Investir em otimização de buscas (SEO), publicidade, blogs, mídias sociais e outras atividades de marketing para impulsionar o tráfego qualificado para sua loja online. Nunca assuma que você tem todo o tráfego que você precisa. Certifique-se de diversificar suas fontes de tráfego, tanto quanto possível.

7. Oferecer uma experiência superior ao cliente. Entenda seu site: conteúdo, promoções, páginas de destino, carrinho de compras, check-out, atendimento ao cliente e suporte às suas metas de vendas. Você recomendaria se estivesse do outro lado?

8. Personalize suas interações. Tente personalizar cada interação com o cliente. Isto pode ser tão simples como um nome em cada promoção e-mail. Esforce-se para proporcionar uma experiência única de compras dentro das capacidades de sua plataforma de comércio eletrônico. Seu cliente deve se sentir importante.

9. Entrega de mercadorias. Enviar seus produtos em tempo. Atenda às expectativas, supere-as! Follow-up com confirmações. Peça feedback. A maneira mais fácil de perder clientes é vacilar na hora da entrega.

10. Construir relacionamentos. Incentive seus seguidores nas mídias sociais, faça eventos e outras atividades on-line. Participe de conversas onde seu público-alvo está. Para engajar, seja engajado.

11. Sempre atualizado. Atualize seu conteúdo, poste mensagens sazonais e ofertas, forneça informações relevantes e incentivos para que os visitantes retornem à sua loja.

12. Experimente. Sempre procure maneiras de melhorar. Tente novas iniciativas. Não tenha medo de errar.

13. Pense mobile. Não fuja das tendências. A maioria dos proprietários de smartphones já usam esses dispositivos para fazer compras online. Esse número só vai aumentar, e rápido. Otimize-se para os celulares.

Conclusão

Sempre tenha essas dicas básicas e use-as durante todo o ano. Capacite seus funcionários para supervisionar projetos. Para cada uma dessas dicas, você pode definir metas mensuráveis e use-as para acompanhar a execução e desempenho. Comece com um ou dois e ver como as coisas funcionam.

Um ótimo ano de vendas para você!