Tags Posts tagged with "funil de conversão"

funil de conversão

Em que momento do processo de compra os clientes abandonam a sua loja? Possivelmente, essa pergunta já passou pela sua cabeça. Você deve saber quantas visitas a sua loja virtual recebe e o faturamento gerado, mas reconhece qual das suas páginas te faz perder dinheiro?

Neste post, aprenderemos como o Google Analytics pode responder a essas perguntas. Se você ainda não conhece essa ferramenta, confira nosso antigo anterior que explica o que é Google Analytics e como utilizá-lo.

O que são metas no Google Analytics?

Conversões são as ações que os usuários podem realizar em seu site, gerando valor para a sua empresa. No caso de uma loja virtual, por exemplo, a conversão principal seria a venda. O Google Analytics permite que você defina e meça quatro tipos de metas relacionadas à conversão em seu site:

• URL de destino: é a página visitada pelo usuário. Pode ser uma em que você agradece pela compra ou recepciona um novo cliente;
• Duração da visita: é o tempo médio que os visitantes costumam passar na página. Se eles ficam poucos segundos, você pode se perguntar se o conteúdo está atrativo o suficiente;
• Páginas visitadas: corresponde à quantidade de páginas que o usuário visita em uma sessão, ou seja, em um único acesso;
• Evento: ocorre quando algum visitante realiza uma ação previamente definida como um “evento” por você: compartilhamento nas redes sociais, clique em um anúncio etc.

A seguir, nos concentraremos nas metas de URL de destino, uma das mais importantes para quem investe no e-commerce. Para mais informações sobre os objetivos da ferramenta, visite o Centro de Atendimento do Google.

O que são funis no Google Analytics?

Um funil de conversão permite que você especifique o caminho que os visitantes do seu site precisarão seguir para realizar um determinado objetivo. Pode ser, por exemplo, a série de páginas pelas quais seu cliente deve passar para completar uma compra em sua loja.

Com a definição dos passos de um funil de conversão, o Google Analytics possibilita o acompanhamento da página de entrada e saída do site, ou seja, por onde os visitantes chegam e em que momento eles abandonam seu e-commerce. Assim, você identifica as páginas em que está perdendo dinheiro e pode elaborar estratégias para otimizá-las.

Como configurar metas e funis?

Agora que você já sabe o que são funis e metas, vejamos como configurar o Google Analytics para medir a quantidade de vendas geradas em sua loja virtual. É importante lembrar que esses objetivos não medirão o faturamento e outros fatores relacionados: apenas as vendas em si. Preparado?

1. Acesse seu painel do Google Analytics e clique em “Administrador”;

Como configurar meta e funil no Google Analytics 0

2. Selecione sua conta, a propriedade à qual deseja adicionar um objetivo e o perfil que será utilizado para medir o tráfego da sua loja (caso possua apenas uma opção de cada, não se preocupe: você pode conferir este artigo do suporte do Google para mais informações);

Como configurar meta e funil no Google Analytics 12

3. Clique em “Metas” e, na tela seguinte, selecione “Nova meta”;

Como configurar meta e funil no Google Analytics 2

4. Preencha os atributos da meta que você deseja definir;

Como configurar meta e funil no Google Analytics 3

5. Em “Detalhes da meta”, ative o funil de conversão e configure todas as etapas pelas quais o cliente passará até concluir a compra.

Como configurar meta e funil no Google Analytics 42

Se você tiver por exemplo uma Nuvem Shop, pode incluir as seguintes páginas:

• /checkout/order/new
• /checkout/order/shipping_address
• /checkout/order/shipping_method
• /checkout/order/payment
• /checkout/order/confirmation

Lembre-se de não adicionar como etapa a página exibida quando uma compra é finalizada, pois ela se trata, na verdade, da URL de destino de meta. Recomendamos também não tornar nenhum passo obrigatório, para que a conversão não deixe de ser contabilizada caso o usuário siga um caminho alternativo.

Quais as informações fornecidas pelos funis?

Uma vez configurados os objetivos e funis para a sua loja, você poderá conferir um relatório que mostrará o comportamento dos seus clientes durante o processo de compra. Para visualizá-lo, acesse Conversões Metas Fluxo da Meta no menu à esquerda.

Relatorio Fluxo da Meta do Google Analytics exemplo

Entendido?

Seguindo estes passos, você poderá acompanhar constantemente a experiência de compra dos seus clientes e saber exatamente as partes do processo que geram mais ou menos resultados. E aí, curtiu? Sobrou alguma dúvida? Comente.

Texto publicado anteriormente no Blog da Nuvem Shop.

Como fazer o cliente clicar? Mesmo à distância, é possível conhecer o cliente eletrônico. A diferença é que a maioria das coisas que você vai saber é coletiva, vinda de pesquisas. Saber como o cliente médio se comporta no e-commerce vai ajudá-lo a fazer a “sintonia fina” de seu site, e vender muito mais. O cliente é:

Como fazer o cliente clicar?É egoísta. Por isso a sua loja virtual deve falar a linguagem do cliente, não a sua. A coisa mais difícil para varejistas eletrônicos é pensar de fora para dentro, mas essa mudança de pensamento pode multiplicar as vendas por mais de 10 vezes.

Como fazer o cliente clicar?É atraído por contrastes. Por isso sua loja deve sempre ter banners, destaques de produtos, carrosséis e outras formas interativas de experimentar ofertas. Evite só  listar os produtos usando as ferramentas padrão de sua plataforma.

Como fazer o cliente clicar?É visual. Por isso, faça com que a parte superior das páginas seja rica em fotos e vídeos. Mesmo que você use muito texto para otimizar sua posição em busca, organize a informação de modo que o cliente chegue “devagar” aos grandes textos.

Como fazer o cliente clicar?Gosta de padrões. Boas lojas conseguem um balanço entre a segurança de uma navegação consistente, e surpresas em pontos-chave. Gaste a criatividade nas homes do site e de categorias, e seja muito consistente nos passos a partir de colocar o produto no carrinho, até fechar a compra.

Como fazer o cliente clicar?Gosta de coisas concretas. Cuidado com textos abstratos. Não gaste espaço com palavras como “revolucionário” ou “inovador”. Fale dos produtos de maneira concreta, e evite usar palavras que possam ser interpretadas por cada pessoa de maneira diferente.

Como fazer o cliente clicar?Tem memória péssima. Por isso, use de todas as ferramentas possíveis para lembrá-lo de produtos que viu, mas não comprou. De email marketing a retargeting, vale tudo. É mais fácil dar o empurrão final que começar um novo funil de conversão.

Como fazer o cliente clicar?Cria cegueira exatamente onde não deve. Aqui mora a maior dor de cabeça do varejista eletrônico. Banners tradicionais, em formatos e lugares repetidos, “desaparecem”. Você deve investir em design e usabilidade, incluindo testes contínuos de cliques.

Como fazer o cliente clicar?Gosta dos primeiros resultados. Por isso, a busca no seu site deve ser inteligente, mostrando nos primeiros resultados o que você quer vender, não o que um algoritmo decide que deva aparecer.

Fique sempre de olho nas pesquisas!

Texto original para a Revista Locaweb.