Tags Posts tagged with "gmail"

gmail

O Gmail segue como o serviço de webmail mais popular do mundo. Há quase quatro anos, o provedor inovou ao lançar o recurso de classificação automática das mensagens, criada com o objetivo de permitir que os usuários visualizem os e-mails por categorias: promoções, social, atualizações, fórum e e-mails pessoais.

A novidade trouxe comodidade para os usuários, mas criou um ponto de atenção para os profissionais de marketing. De acordo com estudo da Return Path, intitulado Manual do Profissional de E-mail Marketing Sobre Categorias do Gmail, quase 10% dos usuários do Gmail avaliam que as mensagens não são classificadas corretamente.

A indicação de classificação incorreta dos e-mails pode ser uma má notícia para os profissionais de marketing, tendo em vista que os usuários do Gmail devem estar deixando de visualizar mensagens que, talvez, julgassem interessantes. Ou seja, é importante que as marcas estejam atentas à forma como suas campanhas estão sendo tratadas no ambiente virtual.

Relevância da Guia Promoções

A pesquisa revela que mais da metade dos usuários do Gmail (60%) têm ativada a Guia Promoções, que reúne ofertas, entre as quais as de marketing. Destes, 45,1% acessam a pasta em questão pelo menos uma vez por dia. Em resumo, enviar mensagens a uma pasta incorreta, que é monitorada com menos frequência, pode significar a perda de uma venda de produto ou serviço.

“No mercado competitivo de hoje, alcançar a caixa de entrada dos usuários de e-mail é fundamental. E, no caso do Gmail, é muito importante também que as mensagens sejam classificadas de acordo com a categoria esperada pelo consumidor”, explica Cecilia Belele, Diretora Regional para América Latina da Return Path.

“O Gmail criou o sistema de classificação de mensagens mais sofisticado da indústria, por isso é vital que os profissionais de marketing prestem atenção à forma como suas mensagens estão sendo classificadas”, completa.

Setores que mais enviam promoções

Sem surpresas, o estudo revela ainda que os setores com a maior porcentagem de mensagens classificadas como promoções, dentro do Gmail, são os de varejo, animais de estimação, artigos esportivos e de sites de ofertas e recompensas.

Confira a seguir os principais insights do estudo da Return Path, intitulado Manual do Profissional de E-mail Marketing Sobre Categorias do Gmail:

O estudo da Return Path, Manual do Profissional de E-mail Marketing Sobre Categorias do Gmail, está disponível para download gratuito no site da empresa. A pesquisa, realizada em dezembro de 2016, pesquisou 1628 usuários do Gmail. A análise de classificação tem como base mais de seis bilhões de mensagens enviadas.

E-mail Marketing: O Novo Gmail – O Redesign do Gmail está acabando com suas taxas de aberturas? | Texto da Anna Wagner publicado no E-commerce Brasil

novo-gmail

Caso você não tenha reparado (e se você não reparou, como é possível que você trabalhe com e-mail marketing?), o serviço Gmail do Google teve uma transformação no layout da caixa de entrada, tanto no aplicativo, quanto na versão baseada no navegador. Agora os emails são categorizados automaticamente através de abas na parte superior, para ajudar os usuários do Gmail a filtrar o lixo, das informações que eles realmente querem receber.

O problema é, como ter certeza que esse novo sistema não está destruindo suas taxas de abertura? E se está, o que pode ser feito para remediar isso?

Primeiramente, o que mudou?

Bom, agora o Gmail foi dividido em três abas principais: Primary, Social e Promotions.

Os usuários podem então criar suas próprias abas e configurar o que irá para cada uma delas. O funcionamento é muito bom e certamente ajuda os usuários do Gmail a tirarem o máximo da suas caixas de entrada,.

Naturalmente, isso é bastante irritante para quem passou uma era desenvolvendo e criando conteúdo (relevante) para que seus clientes vejam. Ao invés de estar na aba Primary, junto com os e-mail que os usuários se importam em receber, o Gmail jogou todo esse conteúdo junto com outras propagandas e spams, na aba de Promotions.

Nada divertido, certo?

Quais são as consequências?

Boa pergunta, bom, o Mailchimp realizou uma rápida pesquisa na sua base de dados para entender como o Gmail afetou as taxas de abertura de seus e-mails.

Observando o ano passado, sendo que metade dos e-mails são enviados para usuários do Gmail, o Mailchimp analisou as taxas de abertura – que equivalem a 12.5 e-mails e 2 bilhões de aberturas únicas. Veja o status:

Mailchimp-Inbox-stats_thumb

Por um período de tempo, após o lançamento da nova interface do Gmail, as taxas de abertura subiram. Provavelmente isso ocorreu pela curiosidade das pessoas explorando e brincando com suas novas caixas de entrada.

Levando isso em conta, aparentemente, após esse ‘evento’, as taxas de abertura caíram notavelmente – mas não significantemente.

Antes da revolução organizacional do Gmail, a taxa de abertura mais baixa do Mailchimp foi de 13%. Após a mudança, as taxas de abertura se manteram abaixo de 13% durante 3 semanas.

Não é motivo de segurança nacional, mas sim um sinal de que uma mudança pode estar chegando.

Então, qual é a solução?

Se houvesse um resposta simples, eu colocaria ela no topo do artigo. Mas infelizmente, não há – ainda.

A chave para sair disso é entender que o Gmail mudou o jogo. Ao invés de encorajar seus leitores a abrirem os e-mails, você deve deixá-los interessados no que você tem a dizer, para que eles sintam que vale a pena mover seus e-mails para fora da aba Promotions.

Muitos usuários provavelmente irão simplesmente deletar a aba de promoções, o que significa que todos esse e-mails irão para a aba Primária. Mas você não pode contar apenas com isso.

A principal mensagem desse artigo é fazer com que você tenha certeza que os seus clientes estão sendo engajados propriamente, oferecendo a eles um serviço que eles adoram receber, tornando-os fiéis ao que você pretende oferecer em seguida.

Fonte: totalcustomer

——————————————————————————————————————