Tags Posts tagged with "google plus"

google plus

Criado em 2011, o Google+ (também chamado de Google Plus ou G+) ainda sofre uma certa resistência, apesar de já contar com mais de 500 milhões de usuários. Resistência talvez porque a rede social não se tornou tão popular quanto o Facebook, principalmente no que diz respeito a número de curtidas e compartilhamentos de publicações.

Entretanto, com o tempo percebemos que o perfil dos usuários do Google+ é composto por pessoas que estão mais em busca de conteúdo sério e de qualidade; é um público ávido por informações, e isso é um prato cheio para empresas. Essa é apenas uma das vantagens de se fazer parte da rede social do Google que, diga-se de passagem, somente pelo fato de integrar a rede do maior motor de buscas da atualidade já merece nossa atenção.

É importante entender que nem só de curtidas e compartilhamentos vive uma marca nas redes sociais. No Google+ essa máxima é muito verdadeira, pois são várias as funcionalidades e as vantagens que ele oferece. Neste artigo, vamos te dar nove razões para começar a olhar com carinho para o G+.

1- É uma plataforma integradora

Mais do que uma rede social, o Google+ é um serviço que integra múltiplas ferramentas do Google, como Gmail, YouTube, Hangout, Mapas e, claro, o próprio buscador. Por isso, é possível trabalhar de forma integrada também. Ele concentra tudo em um só lugar.

2- Melhor posicionamento no ranking do Google

Devido a essa capacidade de integração que mencionamos acima, o Google prioriza as marcas que estão integradas à sua plataforma na hora de exibir os resultados de uma busca orgânica. Para marcas que investem em um trabalho de SEO e desejam melhorar sua posição no ranking do Google, essa é uma rede social que não deve ser ignorada.

3- Indexação mais rápida do conteúdo publicado

Conteúdos publicados no Google+ são adicionados ao buscador do Google mais rápido do que outros sites. Por isso é importante que você compartilhe seu conteúdo sempre no Google+ e em outras redes sociais para garantir que ele se espalhe mais rapidamente.

4- Configuração de local físico no Google Maps

Se você possui uma loja física, é possível indicar informações como endereço, telefone e horário de funcionamento para quem o procura no Google. Após confirmação do endereço da loja, você terá suas informações de local físico verificadas e cadastradas junto ao Google. Quando bem otimizado, seu negócio aparecerá nas buscas orgânicas com a respectiva localização no Google Maps (veja o exemplo abaixo).

google plus

Isso te ajudará a atingir as pessoas que estão próximas ao seu empreendimento e que estão procurando por um produto que você oferece. É uma ótima chance também de promover ações locais, como divulgar para seu círculo de pessoas próximas uma queima de estoque ou uma promoção apenas na loja física.

5- Círculos

Criar círculos no Google+ é uma maneira de segmentar e organizar as pessoas, páginas e marcas que você segue. Ao adicionar uma pessoa ou página em um determinado círculo, você estará apto a acompanhar as postagens que a mesma fizer.

A ideia é formar vários círculos de relevância para o seu negócio. Por exemplo, segmente os seus clientes fiéis e também mapeie o que está acontecendo nos concorrentes, indo diretamente em suas páginas e adicionando-os.

Por meio dos círculos você também pode compartilhar conteúdo específico para cada grupo ou fazer uma ação de marketing segmentada.

6- Comunidades

Assim como acontecia com o Orkut, o Google+ te permite criar, seguir, gerenciar e abrir tópicos de debate relativos ao interesse do seu negócio. Por exemplo, se você tiver uma loja de cosméticos femininos, poderá participar de comunidades relevantes para o seu negócio, ampliando a sua rede de potenciais consumidores.

Para encontrar comunidades, insira diretamente o assunto de seu interesse na barra de pesquisa do Google+, clique sobre as comunidades que te interessam e comece a segui-las.

7- Hangouts

O Google Hangouts permite que você tenha conversas em vídeo diretamente com os seus seguidores do Google+ ou, ainda, com usuários que também possuam o Gmail. O Hangouts permite que você fale com até dez pessoas simultaneamente. É uma ótima ferramenta para ensinar como usar seu produto, atender a clientes e tirar dúvidas.

Outra oportunidade interessante é criar o chamado Hangout on Air, o qual será transmitido publicamente através do seu canal do Youtube para um número ilimitado de pessoas e depois será armazenado automaticamente no seu canal do Youtube.

Através dos Hangouts públicos você poderá promover a sua expertise para o mundo, incrementar o nível do conteúdo produzido para o seu público-alvo e, ainda, ter a possibilidade de divulgar sua marca de uma maneira muito mais dinâmica.

8- Notificações por e-mail

É possível enviar automaticamente notificações aos e-mails de seus seguidores assim que um conteúdo é publicado na sua página. Essa funcionalidade, porém, deve ser usada com bastante cautela para não irritar as pessoas com excesso de e-mails.

9- Botão +1

O botão +1 é semelhante ao “curtir” do Facebook. Ambos servem para endossar conteúdo que te agrada. A vantagem do +1 é que ao clicar nele você recebe conteúdo relacionado do mesmo site, além de ajudar aquele conteúdo a ficar melhor posicionado nas buscas orgânicas do Google.

Veja o vídeo abaixo para entender melhor como funciona:

Resumindo

Essas foram apenas algumas das vantagens de ter a sua marca presente no Google+. Como pudemos perceber, a rede social vai muito além da possibilidade de curtidas e compartilhamentos (mesmo que ela também ofereça isso), pois seu público geralmente é mais técnico e interessado.

Se você ainda não está lá, meu conselho é que crie uma página para a sua empresa e não somente um perfil. Além de estar em conformidade com os termos da rede social, uma página oferece à sua empresa uma identidade pública junto ao Google.

Texto publicado anteriormente no Blog da Nuvem Shop.

E-book Marketing no Google Plus

Com crescimento de 11%, a rede social profissional fica em 2º lugar no país, atrás apenas do monopólio do Facebook como rede social mais usada.

Por Jacqueline Lafloufa para o Brainstorm 9. Dados liberados pela comScore trazem informações interessantes sobre o consumo digital do brasileiro. Em termos de redes sociais, somos muito engajados – passamos mais tempo no Facebook do que a somatória do que argentinos e mexicanos gastam online juntos em um mês (!).

LinkedIn ultrapassa Twitter no Brasil como rede social mais usada.

Com a 5ª maior audiência online do mundo (foram 68,1 milhões de visitantes únicos em fevereiro deste ano, sem considerar a audiência vinda de dispositivos móveis) e o 3º lugar em total de minutos conectado, o Brasil é o maior expoente digital da América Latina e um dos líderes de engajamento online. Concentramos 29,7 horas de navegação mensais, 7 horas a mais do que a média global.

Entre os principais sites acessados pelos brasileiros, o Facebook continua hegemônico em primeira colocação, bem distante dos outros concorrentes. O destaque fica para o LinkedIn, que com um crescimento de 11% no último ano conquistou a 2ª colocação no ranking, ultrapassando o Twitter (3º lugar),Tumblr (4º) e Ask.fm (5º).

LinkedIn ultrapassa Twitter no Brasil como rede social mais usada.

O tempo investido nessas redes, contudo, não obedece à mesma ordem. Salvo o Facebook, que retém 97,8% do total de horas investidas pelos usuários, o Twitter ainda se destaca na 2ª posição (0,7% do total gasto em redes sociais), seguido pelo Tumblr (0,6%), Ask.fm (0,5%), Orkut (0,3%!!) e LinkedIn (0,2%).

LinkedIn ultrapassa Twitter no Brasil como rede social mais usada.

Os dados completos sobre o acesso digital dos brasileiros em 2014 e as tendências para 2014 podem ser conferidos no relatório da comScore e no Slideshare abaixo.

Publicação da Jacqueline Lafloufa para o Brainstorm 9.

Novo E-book Gratuito. A evolução das mídias sociais é notável. Facebook, Twitter, Instagram, LinkedIn, Google+ entre tantas outras ferramentas, ganham todos os dias novos usuários. Elas estão cada vez mais presentes na vida das pessoas, sendo usadas para socializar, interagir e compartilhar fotos, textos e vídeos com amigos e familiares. Um ambiente tão descontraído e diversificado, não pode ser ignorado pelas marcas.

Publicação original no Blog da Agência Inbound.

Segundo a Social Media Examiner, 83% dos profissionais de marketing indicam que as redes sociais são importantes para o seu negócio. Chegou a hora de extrair o melhor de cada ferramenta e começar a conquistar resultados que elevem a sua receita. As oportunidades existem e você precisa agarrá-las. Entretanto, por onde começar?

1° passo:

#Conheça o seu público: É importante que você saiba para quem irá comunicar. Você já possui esse perfil definido? Não? Então comece a traçá-lo. Estabeleça a classe social, idade, sexo, grau de escolaridade, região, hábitos de consumo e costumes.

Quais lugares essas pessoas frequentam? Em quais redes sociais elas marcam presença? Vá a fundo nestas questões. Quanto maior for o nível de conhecimento a respeito do seu público, melhor serão seus resultados, tanto no ambiente on-line, quanto no off-line.

2° passo:

#Entenda as ferramentas: Ter as informações do seu público-alvo em mãos nesta etapa é fundamental. É a partir delas que você definirá em quais mídias sociais a sua marca ingressará. Não é porque algumas ferramentas são famosas que você precisa criar um perfil.

Essa escolha deve ser cautelosa e levar alguns pontos em consideração, como: qual o público da rede? Que tipo de conteúdo você pretende publicar? Qual a frequência de postagem? Você perceberá que apenas algumas redes se encaixarão com a cara da sua marca. Conheça o perfil de cada mídia social baixando nosso e-book.

3° passo:

#Personalize o perfil: Muito bem. Mídias sociais definidas; é hora de personalizar cada uma delas. Não ignore essa etapa. É importante que você transmita a essência da sua marca em cada perfil, com um layout criativo e incluindo sua identidade visual.

Descreva o que a sua empresa faz, apresentando cases de sucesso quando possível e exibindo dados que comprovem a qualidade do seu produto.

Lembre-se: Quanto mais fiel você for a esses traços, maior será a lembrança da marca na mente do consumidor.

4° passo:

#Mensurar é preciso: Após os primeiros meses de postagens, é fundamental que você comece a monitorar seus impactos. Como seus esforços estão atingindo seu público? Os resultados estão sendo positivos ou negativos?

Acompanhe sempre através de uma ferramenta de monitoramento, como o software HubSpot. São através desses dados que você descobrirá se os seus investimentos estão de fato sendo efetivos para o seu negócio e com isso aprimorá-los sempre.

Você já usa as mídias sociais no seu negócio? Nós queremos saber suas experiências de sucesso com essas ferramentas poderosas. Deixe seu comentário.

E-book gratuito: Como gerar resultados com as Mídias Sociais.

Vou começar falando que esse artigo não é em defesa da rede social Google+ ou das insistentes e ridículas tentativas do Google em fazer o G+ dar certo (final de 2013 integrou com os comentários do Youtube forçando usuário a ter uma conta e no começo de 2014 foi a vez do Gmail).

Bem no clima daqueles posts de blog “10 motivos para bla bla bla”, segue a minha última (e mais forte) carta em defesa do insistente Google+: 1 motivo para você usar o Google Plus para E-commerce.

Motivo 1

Se não for pelas pessoas, que seja pelo robô, mas você não pode deixar de investir no Google+.

Coloque a gestão desse canal na mão da sua equipe de SEO, pois se bem trabalhado, o Google+ pode ser uma boa ferramenta para aumentar visibilidade do seu e-commerce, trazer bons apontamentos e ajudar nas posições da busca (não só para aumentar a posição, mas também para ganhar mais resultados favoráveis dentro da mesma busca, tendo em vista que os posts também se ranqueiam na busca).

1 motivo para você usar o Google Plus para E-commerce.

Mas se você precisa de argumentos para se convencer, aqui vão eles.

Estudos mostram (SEOMoz e SearchMetrics) que a quantidade de +1 está entre o primeiro ou segundo principal fator para rankeamento.

1 motivo para você usar o Google Plus para E-commerce.

As páginas de empresa e Perfis no Google+ tem PageRank. Elas precisam ser trabalhadas como um site externo de mídia própria em estratégias de link building, estratégia de conteúdo, gestão de autoridade e todas aquelas coisas que a sua equipe de SEO fala quando não consegue explicar porque aquele link não está na primeira página. Se você quiser saber coisas mais técnicas sobre esse assunto, vale à pena conferir o post Google+ e SEO, um exercício bem prático sobre o impacto dos perfis, +1 e quase tudo sobre o assunto.

Aumente a visibilidade e influência na busca do Google.

Isso significa que todos que querem fazer uso do Google+ como parte de uma estratégia de aumentar visibilidade e influência em SEO devem seguir essas 4 simples táticas:

1. Coloque botões +1 em todos os seus conteúdos. Facilite para as pessoas compartilharem o seu conteúdo, página de produto, etc.
2. Construa uma forte rede de contatos: Não só acumule um número grande de seguidores, relacionamentos e parcerias ativas com usuários do Google+ são importantes. Citações (ex.: posts com +JoãoCaetano) tem uma forte influência na sua autoridade com o Google.
3. Crie/ganhe links de qualidade de sites confiáveis. Quando for entrevistado ou citado por um site, pergunte se eles podem incluir um link para o seu perfil ou página no Google+ para identificação. Faça artigos ou guest post em sites de notícias, blogs ou canais de conteúdo que tem relevância com a sua marca.
4. Use autoria do Google em seu conteúdo espalhado pela web. Apensar dessa estratégia se aplicar apenas para perfis, já que a autoria do Google envolve legitimação, todo post/artigo publicado com autoria carrega um link (aprovado pelo Google) de volta para o perfil. Quanto mais conteúdo de qualidade você produzir em sites confiáveis, mais autoridade eles darão para o seu perfil.

Fale um pouco de como você e/ou a sua empresa estão trabalhando com o Google+. Não sei se depois desse artigo você irá usá-la como rede social, mas recomendo você não desistir (ainda) dela.

Publicado por João Caetano no E-commerce Brasil.

Google anuncia grandes mudanças no Google+. O Google anunciou nesta quarta-feira (15/5/2013) a unificação de seus serviços de mensagens, o Hangout, antes apenas o aplicativo para conversas em vídeo, agora está totalmente integrado ao Google+. Na plataforma unificada com mensagens e vídeos estão os, agora antigos serviços, Gtalk e Google+ Messenger.

Google anuncia grandes mudanças no Google+
O layout foi bastante modificado.

As mudanças não ficam por aí, a interface da rede social Google+ foi totalmente repaginada e outras 41 novas ferramentas foram anunciadas dentro da rede. Com tratamento melhor (e mais poderoso) para fotos e vídeos, agora existem também #hashtags (como as do Twitter e do Instagram) em textos e imagens. Ainda são possíveis as chamadas gratuitas por voz e vídeo para mais de três pessoas (as do Skype são cobradas a partir desta quantidade).

Leia também: Como trabalhar com Google+ no e-commerce.

Como falamos recentemente, o Google começa a usar como sempre soube a força da integração de suas ferramentas. E o Google+ vai ficando mais atraente a cada dia. Preocupe-se em posicionar bem sua marca também na rede social deles.

Assista os vídeos de divulgação:



Mais sobre o novo Google+, ficou bacana: New Google+: Stream, Hangouts, and Photos

Fontes:
Folha de S. Paulo – Google aposenta Gtalk e anuncia reforma visual Google+
G1 – Rede social do Google tem nova cara, inclui hashtags e editor de imagem

Como trabalhar com Google+ na loja virtual?Você sabia que a rede social do Google, acaba de conquistar o segundo lugar no ranking mundial das redes sociais? O Google+ aumentou em 33% a base de usuários ativos nos últimos nove meses e chegou a 359 milhões. Segundo dados divulgados esta semana pela empresa de análise GlobalWebIndex, a rede está atrás apenas do Facebook.

O Google+ (Ou Google Plus), apesar de estar crescendo a cada dia que passa, ainda é pode ser considerada por muitos irrelevante no Brasil, mas quando os usuários perceberem o quanto ela é interessante, será inevitável o seu sucesso e a quantidade de novos usuários. Se trata de uma rede social autoexplicativa, intuitiva, fácil de gerenciar e principalmente muito organizada, o modo como ela categoriza seus amigos em círculos é fantástico a na minha opinião o grande diferencial para o usuário comum é a possibilidade de interagir com até 9 amigos através de um chat por vídeo chamado Hangout e poder promover encontros, cursos, reuniões e etc.

Além disso, estar no Google+ traz também muitas vantagens:

• Integração com outros serviços Google;
• Os melhores e mais rápidos aplicativos com busca aprimorada no Google;
• Notificações de jogos separadas;
• Não existe a solicitação de amizade e ainda conta com edição avançada de imagens.

Mas e minha empresa? Como trabalhar com Google+ na loja virtual?

Depois de dados como esse da GlobalWebIndex, alguém ousa afirmar que o Google+ também não vai explodir no Brasil? Eu aposto que vai! A grande aposta, como disse, é na integração de ferramentas.

Magazine Luiza já tem mais de 170 mil seguidores no Google+ | Como trabalhar com Google+ na loja virtual?
Magazine Luiza já tem mais de 170 mil seguidores no Google+

Sem dúvida alguma a indexação de SEO será melhor no Google+ do que no Facebook, por exemplo. O próprio WordPress, conta com plugins que integram rich snippets nos resultados do Google que fazem aparecer as fotos dos autores quando a publicação aparece listada, este perfil de autor com foto, é o perfil do Google+, claro. Se você se preocupa com Inbound Marketing para sua loja virtual, isso é ouro.

A About.com listou 3 dicas bem interessantes de como otimizar seu e-commerce também no Google+, atualizamos elas para nossa realidade, tome nota:

+ Veja como os grandes fazem: pode não ser seu nicho, nunca vai concorrer com você, mas se empresas grandes estão fazendo isso pode significar que tem retorno relevante. Se pensarmos em varejistas online americanos podemos citar a gigantesca Home Depot, porém grandes lojas virtuais nacionais também já não abrem mão de figurar na rede, veja a Magazine Luiza e a Saraiva Online. Algumas publicações com ofertas podem ser até mais indexáveis que a própria loja virtual (totalmente otimizadas em SEO).

+ Apontamento de links: para aumentar sua visibilidade aponte em sua página do Google+ outros perfis da sua empresa, como o do Youtube e claro, para a loja virtual. O apontamento de links (Link Building) contribui bastante para o PageRank, e o peso da rede social do Google é grande para o Google, logo isso é saudável para seu PageRank.

+ Crie uma rotina de atualizações: por mais que você não tenha conhecidos na rede, tem muita gente lá. E o engajamento da rede é muito bom. Como já deve fazer nas outras redes sociais, publique diariamente na rede. Páginas sem atualizações são esquecidas tanto pelos robôs de busca quanto pelos seguidores. Afinal quando você resolve seguir uma página, vai esperar que ela te proporcione conteúdo sobre o assunto. Coloque na rotina das atualizações, já vai publicar no Facebook, no Twitter, no Linkedin, compartilhe no Google+ também…

Priscila Soares é professora no Curso Mídias Sociais na Prática da Universidade Buscapé Company.

Fontes:

About.com | How to Use Google+ for Ecommerce
Stream Social Q1 2013: Facebook Active Usage Booms
Curso Mídias Sociais na Prática

Se você administra a página da sua empresa e fica meio perdido às vezes em como fazer com que ela tenha sucesso pode procurar algum curso especializado na área. Nós da Universidade Buscapé Company montamos o Curso Mídias Sociais na Prática, com um computador por aluno.

Curso Mídias Sociais na Prática

Além de temas como o EdgeRank, nele abordamos como montar uma estratégia adequada à sua marca escolhendo qual Rede Social que melhor dá resultado ao seu negócio (Facebook, Twitter, Google+, Youtube, Linkedin, Foursquare, Instagram?) e qual abordagem adotar. Além disso, aulas de Social Commerce, Facebook Ads e Análise de Métricas de Mídias Sociais. Estude mais sobre o assunto, um profissional com especialização tem argumentos de sobra para proporcionar mais resultados. Procure mais detalhes sobre o Curso Mídias Sociais na Prática, do Buscapé Company em uma grande parceria com a Impacta.