• André Carvalho
  • por André Carvalho
  • Diretor de operações da CNT Log, empresa especializada em logística para e-commerce.

Como escolher um operador logístico para a loja virtual

10 de julho de 2014
Share Button

No mundo do e-commerce, receber o pedido, separá-lo, embalá-lo e expedi-lo com perfeição depende de uma operação logística preparada tecnologicamente e este processo pode ser uma das etapas mais trabalhosas da venda online.
A escolha por uma empresa de logística especializada no e-commerce facilita a comunicação entre os fornecedores envolvidos e contribui com todos os ajustes necessários para configuração dos processos de cada loja online.
O ideal é que a empresa escolhida tenha capacidade de executar todas as operações logísticas de forma sistêmica, que os pedidos sejam recebidos através de integração entre os fornecedores da loja online, que a separação seja automatizada, que a expedição seja integrada com as transportadoras, ganhando escala de produção, rapidez operacional, otimização de pessoas e de espaço; um bom operador logístico reduz o tempo, aumenta a velocidade e proporciona precisão operacional logística.
O WMS (warehouse management system), sistema de gestão de estoque de um operador logístico, deve ser levado em consideração; preferencialmente que o operador logístico possua um WMS preparado para o e-commerce, fornecido por empresa compatível com a evolução tecnológica deste mercado e maleável a mudanças, adaptações e customizações.

Como escolher um operador logístico para a loja virtual.

É muito importante que o operador logístico esteja integrado com a plataforma ou com os sistemas de gestão da loja online e que tenha capacidade e equipe para fazer estas integrações; alguns operadores logísticos já possuem integrações com os principais fornecedores do mercado, porém, ajustes de programação serão necessários e portanto, é importante que o operador logístico tenha equipe de tecnologia disponível e capacitada para isso.
Empresas de e-commerce muitas vezes comentem o erro de escolher o operador logístico pelo tamanho do armazém, considerando secundariamente itens importantes como: tecnologia, know-how, eficácia, especialização no nicho, capacidade e velocidade de expansão.
Capacidade e velocidade de expansão não significa ter um armazém com espaço físico disponível, vazio, ocioso; espaço físico ocioso não necessariamente significa que ficará guardado para determinada loja online, espaço físico ocioso significa custo para o operador logístico e a menos que se pague para reservar espaços ociosos, certamente o operador logístico irá preenchê-lo com outras operações.
O ambiente perfeito para o e-commerce depende de velocidade e de precisão operacional, espaço físico é importante, porém, pode ser rapidamente resolvido e garantido com um Long Term Agreement, modelo de acordo que garante que, quando necessário, o operador logístico deverá disponibilizar espaço para a operação de determinada loja online.
É importante que o operador logístico tenha eficácia operacional, que forneça e que cumpra SLAs (service level agreement ou acordo de nível de serviço) aceitáveis para a operação da loja online, que possua processos definidos com prazos para solução de problemas, mantendo uma politica de melhoria contínua.
Também é importante que o operador logístico ofereça ferramentas para controle e acompanhamento das operações da loja online, como por exemplo:

• Relatórios de estoque,
• De entrada de mercadoria,
• De expedição de pedidos,
• De logística reversa,
• De produtividade,
• De cumprimento de SLAs.

Otimização de espaço é importante analisar, verifique se o operador possui capacidade sistêmica de se reorganizar para que os custos logísticos da loja online sejam reduzidos e para que o tempo operacional seja economizado, quanto mais otimizada for armazenagem, maior será produtividade e menores serão os custos logísticos.
O local do operador logístico deve ser considerado, o ideal é que esteja próximo de onde se concentram os consumidores da loja online, considere este ponto em conjunto com as tabelas de frete de transporte. Além disso, é importante que o operador logístico esteja localizado próximo das rotas de escoamento dos transportes escolhidos pela loja online.
Segurança é um item importante, verifique se o operador está instalado em local que oferece segurança para a mercadoria a ser armazenada, se mantem todas as licenças necessárias atualizadas, verifique a segurança das instalações e se mantém uma apólice de seguro que cubra o valor do estoque da loja online.

Como escolher um operador logístico para a loja virtual.

Logicamente o preço deve ser considerado, afinal, a loja online precisa ser rentável; ao estudar a terceirização com um operador logístico considere todos os custos envolvidos: aluguel, impostos, funcionários e seus encargos, segurança, seguro, infraestrutura, sistema, tecnologia, elasticidade operacional e tempo, o qual será economizado podendo ser dedicado em vendas, compras, marketing e ao crescimento do negócio.
Existem operadores que formam seus preços de forma escalonada conforme o tamanho e o crescimento da loja online; outros que formam seu preço pelo espaço ocupado e transações realizadas, e também há aqueles que disponibilizam as duas formas de preço; é importante analisar os dois modelos de cobrança.
Verifique o acesso às pessoas que trabalham no operador logístico e selecione uma empresa que lhe dê um pronto atendimento, respostas rápidas, que esteja disponível através de vários canais; comunicação é muito importante e necessária no dia-a-dia de uma loja online.
Antes de escolher, ouça também o mercado.
Texto do André Carvalho para a E-commerce Brasil.

Você também vai gostar

4 dicas para uma estratégia de vendas efetiva durante as férias... Final de um ano, as férias estão aí e nesse período os consumidores estão com mais tempo e mais propensos para comprar. A crise econômica pode até col...
Com crescimento de 37%, E-commerce fatura 5,9 bilhões no Natal 2... As compras efetuadas pela Internet no período de Natal renderam ao comércio eletrônico R$ 5,9 bilhões. A quantia representa um crescimento nominal de ...
Como está seu planejamento financeiro para e-commerce? Por que elaborar o planejamento financeiro do seu e-commerce Os números do mercado de e-commerce são animadores para quem pretende iniciar ou já tem a...
Big Data e Small Data: como revolucionar a relação com o cliente... A transformação de dados em informações úteis e em resultados é uma das operações mais valiosas para o lojista moderno. O volume de informações gerado...
O e-commerce B2B irá causar demissões de vendedores e representa... O e-commerce B2B é uma realidade e sua adoção nas empresas está crescendo rapidamente. Nos Estados Unidos, a Forrester prevê que em 2020 atinja U$ 1,1...
Agora é a hora da rede: A importância do Walmart.com brasileiro ... Por que a enorme aposta do WalMart no e-commerce brasileiro será decisiva para o futuro das compras online no país – e para a sobrevivência da maior ...
Guerra por tributação sobre bens digitais As normas federais e estaduais acirram cenário caótico da guerra por tributação sobre bens digitais entre Estados e Municípios. A legislação tributári...
Proteja seu negócio de e-commerce com boas políticas de trocas e... O sucesso de um e-commerce está baseado não apenas no preço e na qualidade dos produtos que a página oferece, mas, sobretudo, em sua confiabilidade. N...
Game of Thrones do E-commerce: A Estratégia da Amazon para domin... A Estratégia da Amazon abalou o varejo, mas o CEO Jeff Bezos – que comprou o The Washington Post  por $250 milhões de dólares – insiste que é ainda o ...
Correios mostra como calcular o valor do frete de um produto Dúvida frequente dos consumidores que adquirem produtos online, o cálculo do frete de uma encomenda é elaborado a partir de vários pontos, como preço,...

SEGREDOS DO E-COMMERCE

Receba as novidades toda semana

Um comentário sobre “Como escolher um operador logístico para a loja virtual”

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Você pode usar essas tags HTML e atributos:

<a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>