Com a aproximação da Black Friday, já começam a brotar as centenas de milhares de campanhas de e-mail marketing, dos mais variados segmentos. Todos muito bem-intencionados, claro, mas demonstram que as empresas continuam fazendo mais do mesmo, ou seja, SPAM.
Qual é a sua estratégia para a Black Friday deste ano? Quer que o seu e-mail seja só mais um, e que vá direto para o Lixo Eletrônico, como todos os outros? Caso este não seja o seu objetivo, está na hora de pensar fora da caixinha!
Este é um período em que a lei da oferta e da procura impera! Mas, após tantos anos de Black Friday no Brasil, e muitas experiências acumuladas, entendo que está na hora das empresas se mostrarem de forma diferente.
Por exemplo, por que não perguntar ao cliente se ele realmente deseja receber suas ofertas da Black Friday? Ou ainda oferecer, para um cliente habitual, algum benefício, ou um brinde, ou um desconto real (e não vale 50% de desconto do dobro do preço!). Ele já é seu cliente, sabe quanto custa, e também sabe identificar uma oferta de verdade!
Claro que as ações que cito acima são voltadas para o engajamento do seu público com a sua empresa e, pensando pelo lado técnico, esta é a fase mais difícil de engajar um cliente, pois o volume de e-mails trafegados é gigantesco. Mas, podemos começar a trabalhar com aqueles clientes que já são engajados. Que tal criar uma régua de comunicação para eles e já iniciar as ações de Black Friday? Este é o exato momento de fazer isso! #ficaadica
A essência que eu quero deixar com vocês é que o e-mail marketing é uma ferramenta de relacionamento. SIM, ela proporciona o maior ROI entre as estratégias de Marketing Digital e, no ano passado, foi a terceira maior fonte de receita da Black Friday Americana.
Mas, quando pensamos na ferramenta como relacionamento, as pessoas esperam atitudes honestas e sinceras. E por que não agir desta forma com o seu cliente? Por que não engajá-lo no seu negócio?
Na sua estratégia, peço, encarecidamente, que você vença a tentação de reativar aquelas bases antigas, que há muito tempo você não usa, ou que o cliente não interage com você. Em bases antigas, é onde existe o maior risco de Spam Trap. #ficaadica
Veja mais sobre Spam Traps neste infográfico:

infografico_spamtrap1
Publicado no Blog do Email Marketing.

Agora, caso você não resista à tentação, lembre-se de, ao menos, fazer uma higienização na sua base. Para isso, você pode usar ferramentas como a Safety Mail, a Brite Verify, a Emailtor, entre outras. No nosso Clube do E-mail Marketing temos alguns parceiros neste segmento, com descontos especiais para você.
Lembre-se que, mais importante do que disparar milhares de e-mails na Black Friday, é poder continuar disparando esses milhares, ou mais, o ano todo! #ficaadica
Abraços e até a próxima!

Avatar
Author

Leonardo Kelmann é especialista em Marketing de Relacionamento. Como empresário, consultor e professor, defende a causa da inteligência aplicada em estratégias de e-mail marketing. Com 20 anos atuando no segmento, une sua expertise de tecnologia e de e-mail em prol da entregabilidade máxima. Atuou em empresas como Mandic, Boldcron (hoje, pertencente ao Grupo UOL) e Akna Software. Foi sócio fundador de três empresas do setor e, atualmente, dirige uma delas, a E-mail Solutions.

Write A Comment