Por Hildebrando Trannin. Quando o assunto é criação de conteúdo, uma das ferramentas que mais se destacam no ambiente online é o SlideShare. Na realidade, o SlideShare é uma mídia social que permite o compartilhamento de apresentações – PDFs, PPTs, vídeos, documentos etc. – para a sua rede de contatos.
Todo o conteúdo disponibilizado ali, portanto, pode ser visualizado, buscado e compartilhado pelos usuários. Um ótimo recurso para dividir conhecimentos e buscar informações.

Como utilizar o SlideShare para negócios.

Para negócios, o SlideShare é muito utilizado como forma de produzir conteúdo relevante para o público-alvo e, assim, se mostrar como autoridade também para o Google. É possível utilizá-lo como mais um caminho para aumentar a presença online e ainda gerar tráfego para o site e bons ranqueamentos nas buscas orgânicas.

Leia também: YouTube, Vimeo, SlideShare, Vine ou Instagram? Qual plataforma de vídeo online é melhor para minha marca?

Por isso, listamos aqui algumas dicas de como utilizar o SlideShare de forma estratégica para marcas que desejam melhor posicionamento no ambiente digital. Confira!

1. Faça um trabalho digno de compartilhamento.

É claro que a falta de um conteúdo bem preparado, competente e atrativo gera falta de interesse e, pior, zero compartilhamento. A regra é simples: se dedique à criação de um conteúdo completo e focado em inovação. O que o seu conteúdo tem de diferente? Por que ele merece ser visualizado por muita gente? E não esqueça de incluir estudos de caso personalizados e chamadas de ação para conteúdos externos.

Além disso, pense que o design conta muito na apresentação de um trabalho. Invista um tempo na formatação dos seus slides para que eles sejam interessantes também ao olhar. Juntos, forma e conteúdo são o ponto chave para o sucesso online.

2. Invista tempo na sua rede de contatos do SlideShare.

É preciso deixar claro que o SlideShare não é uma ferramenta de armazenamento de arquivos de Power Point. É uma mídia social, baseada nas redes de contatos estabelecidas ali. Se você deseja que os outros interajam com a sua marca, comentando, fazendo download dos seus trabalhos, compartilhando, você precisa fazer o mesmo.

Então, diariamente tire um tempo para se relacionar com as pessoas, ver novas conferências preparadas, perceber quais são as apresentações que despertam a atenção da sua rede etc. Isso atrairá interesse ao que você produz.

3. Potencialize as suas apresentações.

São muitos os recursos do SlideShare. Você pode, por exemplo, compartilhar seus conteúdos em outras mídias sociais; adicionar vídeos do Youtube ou trilhas sonoras em mp3; além de incorporar o código das publicações no seu site (o que ajuda muito no alcance e no tráfego para a sua página). Sobre esse último, lembre-se que o usuário também pode incorporar o seu conteúdo no site ou blog dele, o que ajuda ainda a obter backlinks importantes.

Por isso, inclua uma chamada de ação nesse sentido! Esses são os recursos gratuitos, mas o SlideShare ainda oferece planos pagos com outras diversas oportunidades para deixar as suas apresentações ainda mais interessantes.

4. Não deixe de inserir a URL para baixar as suas apresentações.

Não deixe dúvidas sobre como o usuário pode baixar o seu material. Uma dica é apresentar o link para download no início e no final da apresentação. Isso é uma ótima forma de democratizar o seu conhecimento e alcançar ainda mais pessoas.

Vamos concluir com mais uma dica. O SlideShare, como foi dito, é um ambiente de interação social, por isso, não faça spam. Você deve criar o melhor conteúdo que puder para que ele, naturalmente, gere compartilhamento. O foco apenas nesse quesito pode prejudicar a sua marca, ao invés de gerar boa reputação.
Por isso, pense no SlideShare como mais um recurso que você tem para produzir relevância no ambiente online. E relevância se alcança com produção e muito trabalho. Mãos à obra!

Texto do Hildebrando Trannin para o E-commerce Brasil.
Profissional de E-commerce
Author

O blog Profissional de E-commerce foi criado em outubro de 2012 com o objetivo informar e capacitar o mercado de comércio eletrônico no Brasil.

Write A Comment