• Profissional de E-commerce
  • por Profissional de E-commerce
  • O blog Profissional de E-commerce foi criado em outubro de 2012 com o objetivo informar e capacitar o mercado de comércio eletrônico no Brasil.

Governo argentino tenta reduzir compras pela Internet.

24 de janeiro de 2014
Share Button

O governo da Argentina anunciou na terça, 21/1, novas medidas de restrições às compras pela Internet. Em essência, os procedimentos se tornaram ainda mais burocráticos, com a exigência do preenchimento de formulários online que são declarações de compras feitas à receita federal do país.

Governo argentino tenta reduzir compras pela Internet.

A ideia é dar maior efetividade a restrições já implementadas. No país vizinho, compras pela rede não são entregues em casa – os argentinos precisam ir retirá-las na alfândega. Além disso, a partir da terceira compra acima de US$ 25 em um mesmo ano, há uma sobretaxa de 50% – e é esse controle que deve aumentar.
Também já vigora uma tarifa de 35% sobre as compras realizadas no exterior com cartão de crédito. No Brasil, mecanismo semelhante foi ampliado em dezembro, mas em patamar muito distinto: o IOF para saques e compras no exterior passou de 6% para 6,38%.
Segundo o jornal Clarín, em 2013 os argentinos fizeram 20 mil compras diárias pela Internet, o que colabora com a sangria de dólares. As reservas em moeda estrangeira da Argentina encolheram 30% no ano passado e bateram no nível mais baixo desde 2006, em US$ 30 bilhões.

Publicado no E-commerce Brasil.

Você também vai gostar

Como escolher bons fornecedores para a sua empresa Após definir a forma jurídica da sua empresa e preparar o seu planejamento financeiro, o próximo passo é selecionar seus fornecedores. É preciso consi...
6 cuidados que você deve tomar ao trocar de hospedagem Manter um site no ar com qualidade exige uma boa hospedagem, pois além de fornecer a segurança contra quedas, ela ainda melhora itens como SEO&nb...

SEGREDOS DO E-COMMERCE

Receba as novidades toda semana

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Você pode usar essas tags HTML e atributos:

<a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>