• Avatar
  • por Ricardo Ramos
  • Gestor em Tecnologia da Informação, Ricardo Ramos possui diversas especializações no meio digital e tecnológico, entre elas, estratégias de marketing, cloud computing, ITIL, Product Development, entre outras que colaboram para o desenvolvimento de plataformas e produtos. Iniciou carreira na Inter.net do Brasil, liderou o desenvolvimento de soluções na Virid Interatividade Digital, tornou-se CIO e sócio, devido ao sucesso das soluções desenvolvidas. Atualmente, além de Diretor de Métricas e Monitoramento da ABComm, Ramos vem colocando em prática todo conhecimento adquirido ao longo de sua carreira na Precifica, como fundador e CEO da empresa.

Buy Box: A posição que você precisa almejar em um marketplace

4 de maio de 2016
Share Button

Um consumidor entra em um marketplace e faz a busca por um determinado produto. Apesar dos muitos vendedores, um deles é destacado como “Melhor Oferta”, levando em conta critérios de ordenação deste próprio deste canal. Essa posição, responsável por gerar maior número de vendas para o varejista em destaque é o famoso Buy Box, ou, traduzido ao pé da letra, “Caixa de Venda”, responsável por US$56 dos 62 bilhões vendidos pela Amazon.com em 2015.
Para se ter uma ideia do crescimento que vem pela frente no Brasil, as vendas de parceiros (modelo marketplace) nos sites da B2W e Cnova representaram 7% e 12% do seu faturamento em 2015, respectivamente.

O que a Netshoes pode ensinar aos lojistas de marketplace?


No entanto, estar nesse espaço privilegiado não é simples, e ao contrário do que muitos varejistas pensam, não é apenas o preço que é levado em conta na hora de dar mais visibilidade ao varejista. Outros critérios como reputação e tempo de entrega também pesam.
Confira abaixo alguns dos pontos que o Amazon.com leva em conta para o varejista virtual conquistar um espaço no BuyBox:

Preço

Esse é um fator muito importante, e obviamente os valores mais baixos levam vantagem. Mas, há outros itens como frete, por exemplo, que também são considerados pelo marketplace na hora de destacar a oferta.

Reputação

O número de feedbacks positivos e as notas dadas pelos consumidores para cada vendedor nos últimos 365 dias são essenciais para determinar se a loja aparecerá ou não no BuyBox. Na Amazon.com, por exemplo, é necessário que a qualificação seja acima de 98%.

Frete

O tempo de entrega é mais um item importantíssimo para o marketplace. Aqueles que conseguem fazer com que o produto esteja em até dois dias nas mãos do consumidor levam vantagem.

Atendimento

Um contato em até 12 horas é o tempo aceitável para responder ao consumidor por e-mail ou outro canal de atendimento. Se passar disso, as chances de estar no Buy Box diminuem consideravelmente.

Outros fatores como pontualidade de entrega e possibilidade de rastreamento do produto contribuem para ganhar visibilidade.
O caminho é bem desenhado e as vantagens são claras, só depende do lojista estar no Buy Box. Em tempos de crise, ser destaque frente ao concorrente é essencial para garantir a venda!

Você também vai gostar

Quanto custa para o negócio perder o cliente? Tudo pode falhar em sua loja virtual, menos o atendimento ao cliente, este deve ser perfeito, insuperável, imbatível, deve ter como missão incansável ...
Vantagens de ter uma loja virtual em marketplaces e e-commerces ... Se dentro de uma loja de shopping os consumidores passam os olhos rapidamente pelas prateleiras e já identificam as peças de sua marca preferida, imag...
O triângulo comercial entre lojistas e-commerces, operadoras de ... Bem-me-quer! Malmequer! O triângulo comercial – com prós e contras – entre lojistas e-commerces, operadoras de marketplace e consumidores Não importa ...
Twitter Commerce: Rede Social pode lançar serviço de comércio el... Twitter Commerce: O Twitter pode se associar a um site de e-commerce para possibilitar o comércio eletrônico dentro do próprio microblog. Documentos q...
3 maneiras de usar infográficos para promover sua marca Por Blog Shutterstock Brasil. Infográficos são um poderoso meio de se conectar a sua audiência, desde que sejam bem feitos, claro. Mas, às vezes, até ...
Crescimento do Comércio Eletrônico chama a atenção pelo Brasil... O crescimento do comércio eletrônico continua sendo notícia. Os números divulgados pela última versão do Webshoppers da e-bit impressionaram. O cresci...
Mesmo com 6 meses de crise E-commerce fatura mais que em 2014 “Analisamos com muita atenção esta história de crise e resolvemos que vamos ficar de fora.” A crise econômica do Brasil bateu forte no e-commerce tamb...
Natal, o recorde de vendas em datas comemorativas O que significa Natal para a maioria das pessoas? Comemorado em diversos países mundo afora, o dia 25 de dezembro pode ser associado aos mais variados...
E-commerce: não há mais espaço para amadores O e-commerce brasileiro passa por um período de amadurecimento e talvez não seja mais um ambiente propício para riscos e empreendedores “aventureiros”...
EUA: Tecnologias mais utilizadas por varejistas online de nicho Varejistas online de nicho. O E-commerce nos Estados Unidos é a maior referência de Comércio Eletrônico no mundo. Inovações e tendências geralmente vê...

SEGREDOS DO E-COMMERCE

Receba as novidades toda semana

Um comentário sobre “Buy Box: A posição que você precisa almejar em um marketplace”

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Você pode usar essas tags HTML e atributos:

<a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>