O e-commerce continua sendo cada vez mais dominado pelos smartphones no mundo inteiro. Segundo pesquisa do eMarketer, enquanto no desktop o tráfego de comércio eletrônico teve uma queda de 67,2% para 61,1%, do segundo trimestre de 2014 até o segundo semestre de 2015, as compras feitas através de smartphones aumentaram consideravelmente. Durante o mesmo período, o e-commerce através de smartphones aumentou de 16,2% até 22,7%.
A tendência é que, estando no mesmo lugar, comércio eletrônico e publicidade mobile se conectem, gerando uma série de facilidades para os possíveis clientes. A publicidade deve ser construída do público para o anúncio e jamais o contrário. Ou seja, o ponto de partida é entender o que o público quer ver e, consequentemente, de que maneira isso pode gerar resultados de compras.
Campanhas com clicktoaction são ideais por incentivarem a compra instantânea, além de tornarem o processo mais prático para os usuários. Um caso hipotético, de um anúncio de loja de roupas, teria um retorno muito maior se fosse direcionado para o setor de compras do site da marca. O clicktoaction
evita que o produto seja logo esquecido, já que a decisão de adquirir o produto torna-se instantânea.
Um case de sucesso desenvolvido para um site de anúncios classificados possuiu como objetivo o download do app de compras e vendas. Utilizando a lógica de atrair o consumidor a desenvolver relações comerciais não somente através do site, mas também do aplicativo, a empresa apostou em anúncios geolocalizados com clicktoaction para o download.
A segmentação foi feita considerando lojas de produtos específicos, como artigos para bebês, para casa, lojas de carro e de celulares e impulsionando, no celular, o anúncio adequado ao local em que o consumidor estivesse. Como exemplo, é possível imaginar um anúncio sobre berço sendo impulsionado para alguém que está em uma loja de artigos para bebês.
O foco desse tipo de mobile ads é, portanto, a conversão. A estratégia deve partir de uma dada inspiração, que define o alcance pretendido, seguida da visualização do conteúdo pelo cliente, adequada ao produto, para conquistar o objetivo pretendido, ou seja, número elevado de compras realizadas pelo público impactado pelo anúncio.
A relação entre e-commerce e mobile ads facilita essa conversão, otimizando o anúncio para pessoas com maior probabilidade de adquirir um determinado produto. Tem um e-commerce e não sabe como anunciar mobile? Deixe um comentário.

Avatar
Author

Responsável pela criação do conteúdo da In Loco Media. Já atuou em assessoria de imprensa. Tem curiosidade pelas novas mídias, publicidade mobile, marketing e jornalismo digital, além de se interessar por cultura e gastronomia. Escreve também para o blog Gastrô404.

1 Comment

Write A Comment