• Profissional de E-commerce
  • por Blog Profissional de E-commerce
  • O blog Profissional de E-commerce foi criado em outubro de 2012 com o objetivo informar e capacitar o mercado de comércio eletrônico no Brasil.

Receita Federal começa a testar sistema para taxar encomendas vindas de fora.

9 de setembro de 2014
Share Button

Por Thássius Veloso para o Tecnoblog. Os Correios e o Fisco começaram a testar o sistema que permitirá ao governo brasileiro rastrear encomendas vindas de fora. Conforme já comentamos, é mais uma forma de a Receita Federal taxar os produtos comprados em sites como DealExtreme e AliExpress. A expectativa é exatamente aumentar o número de encomendas que terão imposto recolhido no Brasil, segundo reportagem da Folha.
A medida foi adotada depois que a compra em sites chineses caiu no gosto dos brasileiros. Nas páginas citadas acima é possível encontrar itens que custam metade do preço – às vezes menos! – praticado pelo varejo brasileiro. Evidentemente que qualquer empresa constituída no Brasil tem que recolher os impostos e uma série de encargos, o que nem sempre acontece com os vendedores chineses.

Receita Federal começa a testar sistema para taxar encomendas vindas de fora.

Segundo apurou a Folha, entraram no país, no ano passado, 20,8 milhões de pacotes. A conta engloba cartas, produtos e demais remessas. Ainda assim, o número foi 44% maior do que o verificado em 2012. Quer dizer: de fato, muito mais encomendas estão chegando por aqui.
O novo sistema informatizado permite à Receita Federal saber sobre a chegada de um produto ao território nacional antes de ele passar por algum centro nacional de processamento/distribuição.
Leia mais: Correios agora cobra taxa extra sobre produtos importados.
Digamos que você tenha comprado uma bateria extra para seu celular. O caminho convencional seria o produto chegar nos Correios do Brasil, passar para a Receita, e depois voltar aos Correios para ser entregue. Com a tecnologia que entra em testes neste mês, a Receita saberá que o produto está a caminho. Em certos casos, poderá taxá-lo mesmo sem abrir a embalagem. Para tanto, o Fisco usa os dados que o remetente informa sobre o conteúdo e os valores do item.
Resta saber como os sites chineses vão lidar com o novo sistema. Recentemente fiz compras em um deles. Depois de dois meses de espera, recebi um pacote que não passou por taxação. O remetente marcou na etiqueta que era pessoa física e também que aquilo era um presente para mim. Portanto, pode-se suspeitar de que vendedores sabem como o ingresso de produtos no país funciona hoje em dia.
Leia também: Taxa sobre compras no exterior são revistas pela Justiça.
Por que usar novas tecnologias para rastrear as encomendas? O principal motivo é a situação das contas brasileiras. A arrecadação de tributos permitirá reforçar o caixa do governo num momento de dificuldade para pagar o superávit primário. A Anatel, por exemplo, está incumbida de realizar um lucrativo leilão de 4G para que pelo menos 7 bilhões de reais ingressem nos cofres públicos. Quaisquer centavos que o Fisco conseguir tirar dos compradores que aderiram a sites internacionais também são bem-vindos.

Texto publicado no Tecnoblog.

Você também vai gostar

Dicas para o sucesso de uma operação de e-commerce cross-border... Segundo a Ebit, até março de 2018, 22,4 milhões de brasileiros fizeram compras em sites internacionais e gastaram, em média, US$ 36,8 (cerca de R$ 117...
Farmácia & Cosméticos: 3 passos para um e-commerce eficiente... Segundo a E-bit, o segmento de Cosméticos & Perfumaria/Cuidados Pessoais/Saúde apresentou o segundo maior volume de pedidos no e-commerce brasilei...
Dia dos Pais deve girar R$ 1 bi no e-commerce O Dia dos Pais deve movimentar R$ 1 bilhão no comércio eletrônico brasileiro, de acordo com expectativa da E-bit, empresa especializada em informações...
Infográfico: Com ajuda da Copa, Dia dos Namorados fatura 1,38 bi... Como vem demonstrando nos últimos anos, mais uma vez o comércio eletrônico segue com a tendência de crescimento em datas sazonais do calendário brasil...
Índia leva o e-commerce para as favelas e chegará a 100 milhões ... É sempre comum encontrarmos projetos de inovacão e empreendedorismo em áreas remotas ou mal servidas. Em locais onde o acesso a bens e serviços é limi...
Black Friday: A hora e a vez do pequeno lojista A Black Friday deste ano é uma das datas mais esperadas, sobretudo por representar um fôlego nos resultados do varejo. De acordo com uma pesquisa real...
Logística reversa influencia a compra de produtos Você sabia que pelo menos 30% de todos os produtos comprados online são devolvidos? 92% dos consumidores entrevistados pela Invesp disseram que não vã...
Frete grátis não existe, a conta vai chegar Em rodas de bar, costumo dizer que o “E-commerce nasceu errado...” No início dos anos 2000, quando as primeiras lojas virtuais surgiram e tudo era nov...
A importância da embalagem no E-commerce A embalagem no e-commerce deve ser alvo de preocupação tanto quanto os outros itens necessários para criação de uma loja virtual. A experiência do cli...
Rua 25 de Março no Comércio Eletrônico Algumas das principais lojas da região paulistana já investem no comércio online Por Carolina Romanini (Veja São Paulo). Aproveitar os bons preços e a...

SEGREDOS DO E-COMMERCE

Receba as novidades toda semana

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Você pode usar essas tags HTML e atributos:

<a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>