• Alexandre Soncini
  • por Alexandre Soncini
  • Alexandre Soncini é formado em engenharia de computadores pela FEI e pós-graduado em gestão de projetos – enfâse PMI pelo IBTA, Alexandre é diretor de vendas e marketing da VTEX, com mais de 10 anos de experiência na área de internet e comércio eletrônico, foi sócio-fundador da WX7 que foi adquirida pela VTEX. Realiza diversas palestras por todo Brasil nos principais eventos de comércio eletrônico, em 2012 palestrou em eventos na Argentina e no Chile e ministra aula em faculdades e escolas especializadas.

ROI no e-commerce: qual é o número mágico?

19 de julho de 2013
Share Button
O retorno sobre o investimento, ou em inglês ROI – Return On Investment, representa a taxa de retorno de um investimento. Por exemplo, se você investir R$ 200,00 na divulgação da sua loja e isso lhe gerar um faturamento de R$ 1.000,00, você teve um ROI de cinco, que pode ser calculado dividindo o valor total faturado pelo investimento realizado.
Falaremos neste artigo especificamente do ROI de campanhas de marketing para lojas virtuais, mas antes disso gostaria de definir dois modelos de campanha: performance e branding. Campanhas de performance são aquelas onde todas as ações podem ter os seus resultados auferidos, por exemplo, nas campanhas de links patrocinados para lojas virtuais, sabemos exatamente quanto estamos investindo e quanto estamos faturando para cada palavra. Já as campanhas de branding representam o conjunto de práticas e técnicas que visam a construção e o fortalecimento de uma marca, e, normalmente, não temos como auferir diretamente seu resultado.
A maioria dos pequenos e médios lojistas virtuais enxerga o ROI somente em curto prazo, quando deveriam também levar em consideração em médio/longo prazo. Com certeza isso fará muita diferença, principalmente quando falamos de novas operações de comércio eletrônico que estejam iniciando e em constante crescimento.
Em 2009, a Kalunga teve um ROI de 24,18 em campanhas de links patrocinados no Google, em uma avaliação de curto prazo. Isso só foi possível devido a marca que a empresa já possui no mercado, o tipo de produto e o ticket médio da loja virtual, além da ótima gestão da campanha feita pela Cadastra, especializada em Search Marketing.
Quando falamos de ROI em médio/longo prazo não levamos em consideração somente o faturamento pela compra realizada, mas sim a fidelização do cliente e a divulgação que ele possa fazer para outras pessoas, este último muito difícil de rastrear. Portanto, seria o caso de um cliente que foi impactado por uma campanha de links patrocinados, onde você teve um ROI de quatro, por exemplo, e que realiza uma compra a cada três meses, além de já ter trazido alguns amigos para comprar em sua loja. Aquele ROI que inicialmente era de quatro pode virar oito, dezesseis ou muito mais, dependendo do período de análise.
O ROI durante o crescimento será sempre menor, pois é preciso investir muito mais para conquistar novos consumidores. Podemos ter ROI de três ou quatro que é o mesmo que dizer que estamos investindo entre 25% e 33% do faturamento para conquistar o consumidor, o que é muitas vezes mais do que o lucro líquido da empresa.
Os resultados dos investimentos em curto prazo são sempre cruciais para manter a saúde da empresa, mas o mais importante é pensar a médio/longo prazo e fornecer um produto e serviço de qualidade com objetivo de fidelizar seu cliente e fazer com que ele traga novos consumidores para sua loja. Dessa forma você fará com que seu ROI se torne cada vez maior e não pare de crescer. Portanto, não existe número mágico quando falamos em ROI no e-commerce, você deve planejar estratégias concretas com objetivos definidos de acordo com seu modelo de negócio, produto ou serviço, concorrentes, entre outros.
Texto publicado anteriormente no E-commerce Brasil.

Você também vai gostar

Jeff Bezos: o termo “visionário” se encaixa com perfeição Teimosia, foco no cliente e sobretudo visão de futuro: conheça o que fez e está fazendo Jeff Bezos, um dos empreendedores mais bem sucedidos e admirad...
Chargeback: o mal, o remédio e a esperança de cura! Como evitar que pagamentos feitos pelo cartão de crédito sejam cancelados e quebrem o seu negócio online Responsável por milhões em prejuízos, o char...
Segmentos de Moda e Beleza no auge do e-commerce Entre todas as várias categorias de produtos no mercado digital, a que está no auge das mais vendidas é a de Moda e Acessórios, a qual representou 17%...
Simples Nacional ou MEI? Qual é o modelo ideal para quem vende o... As obrigações tributárias — ou seja, o pagamento de tributos e suas obrigações acessórias — constituem um dos fatores que mais geram dúvidas entre os ...
Sortimento de produtos: Lojistas precisam se preparar para a Bla... Segundo estudo Panorama dos Marketplaces, realizado pela Precifica em parceria com a Associação Brasileira de Comércio Eletrônico (ABComm), ...
O panorama do E-commerce no Brasil. O que vem à frente? Que o comércio eletrônico é a melhor ferramenta para desenvolver empreendimentos, é uma verdade que esta a altura do século XXI, poucos se atreveriam ...
84% dos consumidores online pretendem comprar na Black Friday Pesquisa da Ebit prevê faturamento de R$ 2,1 bilhões no evento que promove descontos; Eletrônicos devem ser os itens mais vendidos A cada ano que pass...
Como analisar e superar seus concorrentes no e-commerce? Como gerente de e-commerce, você pode vender para qualquer lugar do mundo. Porém, sua loja compete não apenas com aquelas na mesma cidade, mas com dif...
Lojas virtuais darão desconto no Dia do Consumidor Buscapé investiu R$ 15 milhões para reunir grandes lojas no dia 19 de março para o Dia do Consumidor O Buscapé Company investiu R$ 15 milhões, coorden...
Dicas de ouro: 3 razões para você usar o YouTube na loja virtual... YouTube na loja virtual. Ele está há nove anos em nossas vidas e já não sabemos como viver sem. Ok que os vídeos pela internet antes de 2005 não eram ...

SEGREDOS DO E-COMMERCE

Receba as novidades toda semana

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Você pode usar essas tags HTML e atributos:

<a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>