• Renann Mendes
  • por Renann Mendes
  • Sou Sócio-fundador do Profissional de E-commerce. De jan/2018 a jan/2019, liderei os times de Branding (Content Marketing, PR, Social Media e Branding), Product Marketing, área de cursos da Foxbit, fintech de criptomoedas e o projeto e primeiro ano de atuação do Cointimes. Entre ago/2016 e set/2017 atuei como head da área de Marketing da Ebit, empresa Buscapé Company, hoje Nielsen, referência em informações, certificação de lojas e inteligência de e-commerce. Entre 2012 e 2016, participei ativamente da estruturação da startup Universidade Buscapé Company, entrei na coordenação de treinamentos de E-commerce e Marketing Digital. Lá assumi também a coordenação de Marketing Digital e Conteúdo da Uni Buscapé e do Profissional de E-commerce. Desde 2013, ministro aulas de Marketing de Conteúdo para E-commerce na Faculdade Impacta e em algumas empresas de internet no formato workshop. Você pode encontrar mais informações em meu perfil do LinkedIn ou marcando um café! ;)

Sancionada Lei de entrega com hora marcada

7 de fevereiro de 2013
Share Button

Lei de entrega com hora marcada. E não teve jeito, o governador Geraldo Alckmin sancionou o projeto de lei que proíbe cobrar taxa extra pelo agendamento de entrega de produtos e serviços no Estado de São Paulo segundo nota divulgada nesta quarta-feira à noite (6/2).
Isso deve afetar também fornecedores de fora do Estado que prestam serviço para os paulistas, que devem ser enquadrados na nova lei. A “Lei da Entrega” vem de 2009, quando obrigou-se as empresas paulistas a fixar data e turno e dar a opção de agendamento aos clientes. Como a regra não proibia cobrar pelo serviço, não afetou tanto. Entenda melhor o que vai mudar:

Lei de Entrega
Editoria de Arte/Folhapress

Mesmo com a resistência de associações de varejo a lei foi aprovada. Segundo a Câmara Brasileira de Comércio Eletrônico, a legislação (projeto da deputada estadual Vanessa Damo) foi efetivada sem que representantes do setor fossem ouvidos.
Segundo a Fecomércio-SP, muitos lojistas pequenos podem ficar sem trabalhar, inevitavelmente os valores de frete devem aumentar, o que favorece os grandes sites e age contra a cauda longa, onde se concentram as pequenas empresas. Os Correios não estão sujeitos ao cumprimento da legislação de São Paulo por serem regidos pela lei federal.
Fonte: Folha Online

Você também vai gostar

Sua loja virtual está no ar. E agora? Você colocou sua loja virtual no ar, parabéns! A boa notícia é que ela provavelmente vai vender mais do que você espera. A notícia melhor é que você p...
Fim do e-Sedex: Correios anunciam descontinuidade do serviço Os Correios informaram no início desta semana que vão descontinuar o e-Sedex. A mudança impacta diretamente pequenos e médios e-commerces de todo país...
Como é feito o cálculo de frete e quais as limitações dos Correi... Se você possui uma loja virtual, provavelmente notou que com a ferramenta Webservice dos Correios o cálculo de frete é feito automaticamente, bastando...
5 dicas de plug-ins para plataforma de e-commerce Magento A plataforma Magento é, provavelmente, uma das mais sólidas e recomendadas quando falamos de e-commerce. E, por conta disso, se você tem ou planeja te...
Como funciona a tabela de frete fracionado no e-commerce A famosa tabela de frete fracionado não é algo simples de se analisar. Sua composição pode ser ampla e varia de acordo com a região e transportadora. ...
5 dicas para potencializar o frete do seu e-commerce Setor que segue em crescimento no Brasil mesmo com a crise econômica, o e-commerce também possui um ponto fraco: o frete dos produtos. O serviço é fon...
Faça um Plano de Negócios Global É importante ter um Plano de Negócios Global! Se você quer criar um e-commerce e pensa em futuramente expandir seus produtos e serviços para outros pa...
Como funciona o transporte de cargas Muito se ouve falar sobre transporte rodoviário de cargas ou simplesmente frete, mas... Na prática, como funciona o frete no Brasil? Os primeiros conc...
Como diminuir o abandono de carrinho no e-commerce? O Brasil é o quinto país com maior acesso à internet no mundo, ultrapassando a marca de 105 milhões de internautas. Nesse cenário, um acontecimento co...
O barato pode sair caro: os riscos dos webservices gratuitos de ... Muitas transportadoras já oferecem ferramentas gratuitas para que lojas virtuais calculem o preço e o prazo de seu serviço de frete. Entretanto, pouco...

SEGREDOS DO E-COMMERCE

Receba as novidades toda semana

2 comentários sobre “Sancionada Lei de entrega com hora marcada”

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Você pode usar essas tags HTML e atributos:

<a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>