• Profissional de E-commerce
  • por Profissional de E-commerce
  • O blog Profissional de E-commerce foi criado em outubro de 2012 com o objetivo informar e capacitar o mercado de comércio eletrônico no Brasil.

YouTube confirma serviço pago e quer bloquear vídeos de artistas que não aceitarem novos termos.

18 de junho de 2014
Share Button

Texto de Paulo Higa. Em entrevista ao Financial Times, o chefe de conteúdo e operações do YouTube, Robert Kyncl, confirmou que o Google lançará em breve um serviço pago de streaming no YouTube. Até aí, nada chocante: rumores já apontavam isso há meses. A polêmica está na atitude no mínimo questionável da empresa: o YouTube pretende bloquear vídeos de artistas e gravadoras que se recusarem a assinar um novo acordo de licenciamento.

YouTube confirma serviço pago e quer bloquear vídeos de artistas que não aceitarem novos termos.

Kyncl diz que as grandes gravadoras, que representam 95% da indústria da música, já assinaram os novos termos. Mas empresas menores, como a XL Recordings (responsável por Adele e The xx) e a Domino (por trás do Arctic Monkeys), não aceitaram. Elas afirmam que o Google está querendo pagar muito pouco, embora o YouTube afirme que os valores são justos e condizentes com o resto da indústria.
O Google parece estar apelando para lançar o serviço a qualquer custo: as empresas têm todo o direito de não aceitar o acordo, mas quem recusar deve ter os vídeos bloqueados já nos próximos dias. É algo ruim não só para os artistas, já que o YouTube é um grande meio de divulgação, mas também para os usuários, que terão menos conteúdo disponível. Por causa disso, algumas empresas estão pedindo ajuda à União Europeia para discutir se o Google está abusando de sua posição dominante no mercado de site de vídeos.
YouTube confirma serviço pago e quer bloquear vídeos de artistas que não aceitarem novos termos.
No mês passado, a Worldwide Independent Network, organização que representa várias gravadoras ao redor do mundo (inclusive do Brasil), publicou uma nota afirmando que o Google fechou bons acordos com as três grandes gravadoras (Sony, Warner e Universal), mas está procurando as pequenas empresas separadamente para fazer pressão com termos desfavoráveis e valores piores que os pagos por Spotify, Rdio, Deezer e outros serviços. O Spotify, vale lembrar, paga de US$ 0,006 a US$ 0,0084 por música executada.
O YouTube afirma que o serviço pago de streaming começará a ser testado nos próximos dias, enquanto o lançamento para o público acontecerá até o fim do verão americano (entre junho e setembro por aqui). O valor da assinatura ainda não foi divulgado. Se o Google colocar sua ameaça em prática, podemos dizer que o YouTube que conhecemos e que revelou vários artistas, infelizmente, vai acabar em breve.
Don’t be evil, Google.

Publicado no Tecnoblog por Paulo Higa.

Você também vai gostar

Qual Rede Social usar: dois contextos, dois mindsets Um dos primeiros passos para entender qual Rede Social usar para cada negócio é, sem dúvidas, entender quais as diferentes razões que trazem as pessoa...
Google Analytics: Analisando resultados de Mídias Sociais para e... Se você não medir seus esforços em mídias sociais, não poderá focar no que dá mais retorno, ou pior, não conseguirá provar a evolução do trabalho e o ...
5 tipos de conteúdo que recebem mais compartilhamento Novos jogadores surgem no mercado diariamente e está ficando mais e mais difícil alcançar as metas e conseguir vencer nesse mundo tão competitivo de m...
Com mudanças, Twitter se torna mais relevante no gerenciamento d... O CEO do Twitter, Dick Costolo, anunciou este mês que a empresa fechou um acordo com o Google para que tweets passem a fazer parte dos resultados no m...
Revolucione as redes sociais com Storytelling Você quer fazer as mídias sociais funcionarem? Que tal uma pitada de Storytelling? Nós temos muitas ferramentas para nos ajudar a coletar diversos con...
Dia das Bruxas 2013: As marcas que aderiram ao Halloween O Dia das Bruxas, comemorado nesta quinta-feira, 31, chegou. As marcas não deixaram a oportunidade passar e estão aproveitando a festa. O Adnews selec...
9 ferramentas incríveis para monitorar a concorrência na interne... Saber é poder. No mundo do e-commerce, informações nunca são de mais. Por meio delas, você pode conhecer melhor o seu público-alvo, perceber as t...
Aplicativo Facebook Messenger promete revolucionar o jeito de co... O aplicativo pode ser usado como loja virtual, em plataforma independente. Entenda como deve funcionar o Facebook Messenger para negócios O Facebook r...
Infográfico: O Panorama do Social Login e o Compartilhamento Como estão hoje as preferências de Social Login e Compartilhamentos nas Mídias Sociais? O Doutor E-commerce traduziu um infográfico bem relevante da G...
Guia de marketing gratuito para o Pinterest Apesar de não ser uma das redes sociais mais populares no Brasil, o Pinterest é uma plataforma poderosa para o seu marketing digital. Com um mecanismo...

SEGREDOS DO E-COMMERCE

Receba as novidades toda semana

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Você pode usar essas tags HTML e atributos:

<a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>