4 técnicas de UX essenciais para qualquer ecommerce

4 técnicas de UX essenciais para qualquer ecommerce

Que a User Experience (ou UX) é super importante para o sucesso da sua loja virtual você já sabe, certo? Agora, será que as experiências das suas páginas estão de acordo com as novas técnicas que têm sido usadas hoje na web? Lembre-se de que o UX para ecommerce também evolui com o tempo, assim como a programação e o design, portanto, é sempre bom ficar de olho para saber se as suas técnicas ainda estão sendo eficientes.

Ficou em dúvida sobre a eficiência do seu UX? Então, não se preocupe, porque iremos listar 4 técnicas matadoras que atualmente são essenciais para qualquer loja virtual. Confira!

1- Menos “firulas”, mais resultados

Script de acompanhamento do Google Analytics, script para fazer rodar os banners, outro para monitorar cliques e mais alguns para o pop-up de captura de e-mails e promoções. Tem gente que coloca muita informação para rodar por trás das páginas do e-commerce e isso, claro, tem um custo para o seu negócio.

De acordo com algumas pesquisas recentes, o tempo médio que o usuário espera por uma página carregar é de no máximo 2 segundos. Passou disso, ele pula para a página do concorrente.

O Google disse 2 segundos de carregamento dos sites. E agora?

Logo, como podemos reduzir esse tempo de carregamento por meio da User Experience? Bem, seguindo algumas das dicas abaixo:

Só use os scripts que forem necessários

Não coloque muitos scripts para rodar por trás das suas páginas. Lembre-se de que quanto mais dados o seu sistema quiser coletar, mais tempo irá demorar para uma página carregar.

Não exagere no número de banners

Excesso de imagens saltando na tela do usuário também é algo que pode pesar no tempo de carregamento de qualquer página, portanto, não coloque muitas “firulas” em seu e-commerce.

Invista em bons servidores

Não economize na hora de contratar um serviço de hospedagem para a sua loja virtual. Bons servidores, como o da Amazon, por exemplo, podem até não serem os mais baratos do mercado, mas, com certeza, entregam a velocidade que você e seus clientes precisam.

2- Login social

De acordo com um relatório do provedor de hospedagem WebHostingBuzz, pelo menos 88% dos usuários esperam que, na hora de fazer o login para efetuar uma compra, eles possam usar o seu login social — aquele mesmo usado no Gmail, Twitter ou Facebook.

Ou seja, ninguém quer ficar preenchendo formulário de cadastro hoje em dia. Desse modo, se não quer ver os carrinhos de compra serem abandonados, coloque logo a opção de login social em seu e-commerce.

3- Teste A/B

O designer diz que o botão de compras com a cor vermelha irá vender mais. Você acha que a cor, na verdade, tem que ser azul, porque combina com o logo da empresa. Para resolver esse problema existe uma saída: não ficar “achando” e investir em um teste A/B.

Como um teste A/B faz diferença nas conversões do e-commerce

Nele, você pode criar duas páginas praticamente idênticas, trocando apenas aquele elemento que gera alguma dúvida, e ver qual delas traz os melhores resultados de conversão. Dessa maneira, a experiência dos usuários fica do jeito que eles querem e não do jeito que você ou o designer pensam ser a melhor.

4- Pare de achar que agora o “mobile é tendência”

Se você acha, assim como alguns veículos de mídia, que o “mobile é tendência” ou que “a internet móvel veio para ficar”, provavelmente, você está atrasado. Desde 2009 os números de acessos via mobile só crescem no país e há mais de um ano o Google já tem priorizado em seus resultados de busca aquelas páginas que sejam responsivas e funcionem corretamente tanto nos PCs quanto nos smartphones. Entenda:

Sites e e-commerces que não possuem versão mobile perderão performance

Logo, se o seu site ainda está se preparando para ser responsivo em mobile, saiba que você pode estar perdendo acessos e, claro, dinheiro há um bom tempo.

Pronto, agora que você já aprendeu essas técnicas essenciais de User experience, que tal colocar o UX para e-commerce rodando direitinho em sua loja virtual e começar a lucrar ainda mais com a web? Deu para aprender um pouco mais com o nosso post?

Então, conte o que você achou e aproveite para tirar as dúvidas aqui mesmo nos comentários!

NO COMMENTS

DEIXE UM COMENTÁRIO