Como fazer boas fotografias de produtos e aumentar suas vendas

Como fazer boas fotografias de produtos e aumentar suas vendas

“Como eu posso tirar fotografias de produtos que desperte interesse em meus visitantes?”

A resposta é a mesma para 90% das respostas do mundo desde antes de Einstein publicar a teoria da relatividade: depende. Depende do seu público e depende do seu produto.

Realizar testes é um troço tão antigo quanto beber água. Se você quer aumentar as vendas da sua loja você vai ter que passar 50% do tempo testando fotos, texto, cores e o que mais você ou o último guru do e-commerce achar que é válido.

Como todos queremos nos apoiar em ombros de gigantes vamos aprender com quem já faz direito até encontrar o nosso próprio jeitinho.

Utilize contexto

Eu acredito fortemente no Princípio de Pareto, 80% dos resultados vem de 20% do esforço, e essa dica é o seu 20% de ouro. Quando você apresenta contexto à foto, ela deixa de ser um enfeite (como a Megan Fox em Transformers) e passa a ser útil.

Para aplicar contexto às suas fotos é importante (sempre é) conhecer o cliente e apresentar como o produto vai facilitar ou mudar a vida dele. Ah, e por acaso tem que mostrar como ele é bonito – o produto, não o cliente.

Quem faz isso bem é a Dodocase com suas capas para iPad.

DODOcase_Classic_1_1024x1024

Elas podem ser usadas de várias formas e possuem detalhes que são importantes ao futuro comprador.

IMG_534_1024x1024

Captura-de-Tela-2015-10-21-às-12.07.20

Camera-Hole-Classic_1024x1024

Outro ótimo exemplo é a Ethnotek e suas mochilas.

Seus clientes são pessoas que gostam de viajar. O que é importante para eles em uma mochila?

Hummmm, vejamos:

  • Ela tem que ter compartimentos para as principais coisas que forem levar nas viagens. Câmeras fotográficas, passaporte, notebook, garrafa com água, etc;
  • Qual o tamanho dela quando está cheia de coisas dentro?
  • Ela tem que ser bonita e combinar com meu estilo;

Então…

Captura-de-Tela-2015-10-21-às-12.20.49

Captura-de-Tela-2015-10-21-às-12.20.59

Captura-de-Tela-2015-10-21-às-12.21.24

Captura-de-Tela-2015-10-21-às-12.21.35

Voilà! Contexto!

Dê atenção aos detalhes

Nos dois casos há fotos de detalhes do produto. Nas capas pra iPad eu consigo ver que tem um buraco para a câmera. Na mochila eu vi de perto que dá pra guardar várias pequenas coisas nos bolsos do lado. Muito bom.

Os detalhes realmente importam e mulheres são bem sensíveis nesse ponto quando compram roupas e acessórios de moda.

Ao procurar uma bolsa, elas querem saber quantos compartimentos e quantos bolsos tem dentro. Mesmo se a bolsa for da Mary Poppins. E não adianta por na descrição por que elas precisam ver quantas coisas cabem lá dentro, o tamanho, etc.

Que tal dar atenção ao detalhe e aplicar contexto ao mesmo tempo? Encha os bolsos com coisas que mulheres realmente colocariam lá. Carteira, celular, chaves, batom, etc.

Percebeu o quanto isso vai aumentar o valor do seu produto?

Ah, e não confie no zoom da plataforma, elas pegam uma imagem pequena e esticam. Não que isso seja errado, mas é como usar uma lupa para ver a íris do seu olho em uma foto 3×4, não dá pra ver nada. Tire fotos em alta qualidade com a câmera próxima aos detalhes. Faz toda a diferença na hora do cliente avaliar a qualidade do produto.

Fundo branco ou ambiente?

Tanto faz. Usar fundo branco é ótimo para manter o foco no que interessa: o produto.

Simples assim.

Cosmo_00_large

Você pode combinar com fotos do produto em ambiente e uso real.

Cosmo_05_large

Cosmo_01_large

Agora sim eu tenho noção do tamanho dele. E olha só, contexto!

Se você vende roupas e seu marketing quer criar uma empatia grande com o cliente, fotos com fundo ambiente cairão tão bem quanto o sapatinho de cristal na Cinderela.

Contanto que seja feito seguindo a lei da noção, isso é, sem exageros, tudo certo.

Um bom exemplo é a CXXVI.

Captura-de-Tela-2015-10-20-às-18.38.45

Ou a Piorski.

Captura-de-Tela-2015-10-21-às-14.00.22

Achou que tinha mais coisa?

Não, não tem.

Se você se preocupar em demonstrar o que realmente interessa ao cliente o caminho para a conversão estará alguns passos mais curto. Dê um ok no seu checklist de “o que fazer para converter”, jogue os dados e avance para a próxima casa.

Foto do post: Michael Tzacostas

Texto publicado anteriormente no Blog da Bleez.

1 COMMENT

DEIXE UM COMENTÁRIO