• Denise Mizrahi
  • por Denise Mizrahi
  • Sou Denise Mizrahi, ex-analista desenvolvedora do Unibanco, formada em TI e certificada como MCSD e MCDBA. Há 12 anos abandonei o mundo corporativo e criei alguns negócios online, que dependiam (e dependem) exclusivamente do público que vem pela internet. Diretora da BR-E Publicidade Online, Diretora do site Temporada SP, Diretora do site Criação de Logotipo, Diretora do site Working Higienopolis, Diretora do site Empresas de Casamento.

Onde está o meu cliente?

28 de setembro de 2016
Share Button

Escrevi este pequeno guia aonde que falo sobre como encontrar e ser encontrado pelo seu cliente e quais os passos primordiais para uma divulgação efetiva na internet.
No mundo dos negócios, uma das chaves para vender mais e crescer é entender quem é o seu cliente e como encontrá-lo (ou melhor ainda, como ser encontrado por ele).
Faixa etária, classe social, gênero, o que ele faz da vida, quanto ganha, do que gosta…
Tudo isso é importante para conhecer o perfil de quem irá fazer negócios com você.

Como atrair novos clientes ONLINE

Em se tratando de Marketing Digital, existem alguns fatores que facilitam esse trabalho:

• Os custos (em relação a outras ações de marketing) são relativamente baixos. Com um pequeno orçamento você já poderá impactar milhares de usuários com anúncios do seu negócio.
• Se algo não estiver dando muito certo, a qualquer momento você poderá pausar tudo, corrigir e seguir em frente.
• Cada vez mais, as possibilidades de segmentação na internet são muito amplas. Isso significa que você consegue impactar o público que desejar, bastando identificar e segmentar.

Segmentação

Como eu disse, na internet podemos segmentar corretamente nosso público alvo e investir a verba destinada ao marketing de forma otimizada e eficaz.
Primeiramente, se coloque no lugar do seu cliente.
Para efetivar uma boa segmentação de público, entre na mente da pessoa que precisa do seu serviço ou produto e descubra seus interesses. Entenda quem são as pessoas que não pensariam duas vezes em comprar o que você tem para oferecer.
No meu caso, por exemplo, ofereço um serviço de aluguel de salas comerciais por hora.
Não faria o menor sentido eu montar uma campanha de anúncios atirando para todos os lados.
Essa é a economia que o Marketing Digital proporciona. Diferentemente de panfletar pelas ruas para qualquer um que passar, eu só vou impactar  os “possíveis” usuários de salas por hora em São Paulo.
Antes de tudo, montarei um perfil de público-alvo que seja adequado:

• Profissionais liberais.
• Pessoas que precisam realizar atendimentos (nutricionistas, advogados, coaches, psicólogos…).
• Pessoas que residam na mesma cidade do negócio.

Assim por diante, vou formando um público que, provavelmente, possa se interessar pelo meu nicho.
Outro exemplo: uma cliente minha que tem um e-commerce de Chinelos Personalizados para brindes. No caso dela, a segmentação deve ser voltada para pessoas que vão se casar, mulheres (pois são elas que cuidam desses assuntos), pessoas que pesquisam “chinelos para casamento” nos buscadores…
A segmentação feita de forma correta garante economia no investimento, alta probabilidade de fechamento de negócios e ainda a mensuração de resultados de forma rápida.

Custos de ações ONLINE 

Identificado o público que será impactado, o que fazer para chegar até ele (ou para que ele chegue até você)? Quanto custa?
Na internet, temos várias possibilidades de aparecer e divulgar negócios. Algumas mais diretas, outras menos.

Site

Investir em um bom um site, que seja claro, de fácil navegação, responsivo (adaptado para dispositivos móveis) e intuitivo é primordial. É através do site que a venda se concluirá.
Um site estático, responsivo, com formulário para contato, atualmente começa com investimento em torno de R$1500,00 (sem e-commerce, apenas para exposição de serviços ou produtos e maneiras de entrar em contato).

Links Patrocinados

Praticamente todos os negócios online precisam dessa ferramenta para ampliar a divulgação e vender mais.
Temos basicamente 2 principais canais de links patrocinados (além de outros com menor relevância, mas com grandes chances de se tornarem fundamentais também).

Facebook x Google Adwords

A diferença entre esses dois canais de links patrocinados é clara:
No Facebook você trabalha para encontrar o público ideal e tenta fazer ele sentir o desejo de comprar.
Não dá para negar que praticamente todo mundo está no Facebook: pessoas, empresas, artistas…
Basicamente é necessário ter uma fan-page do seu negócio e lembrar que por lá a linguagem é informal. O conteúdo das postagens deve ser interessante (cada vez mais), os títulos idem.
O alcance orgânico (quantidade de pessoas para quem o Facebook “entrega” seus posts) está diminuindo a cada dia, o que significa que o investimento em links patrocinados é necessário para impactar mais pessoas.
Por outro lado, as ferramentas de segmentação estão cada vez mais certeiras!
Investimento: você investe o quanto quiser, mas podemos imaginar que a cada R$10,00 você mostra seu anúncio para mais ou menos 3.000 pessoas.
No Google Adwords você é encontrado por quem precisa do seu serviço ou produto naquele momento. Ou seja, o usuário está realizando uma pesquisa no Google e é impactado com o seu anúncio. Tudo depende das palavras-chave que utilizar. É uma forma mais certeira de atingir o alvo, as vendas ocorrem com mais facilidade por este canal.
Investimento: você coloca um valor de crédito e ocorre um leilão de palavras-chave, cada uma tem seu valor. Podemos considerar que se trata de um investimento com custo por clique bem mais alto que o Facebook (mais eficaz também).
Uma média custo por clique da maioria das campanhas que administro é R$3,00. Ou seja, para aparecer no topo do Google não custa nada, mas se o usuário clicar no seu anúncio, será debitado o valor do clique de seus créditos.

SEO – Search Engine Optimization

Trata-se de otimização de sites, ou seja, fazer com que ele seja melhor compreendido pelas ferramentas de busca,
É dividido em duas partes: fatores internos e fatores externos.
Os fatores internos são aqueles relacionados ao site, ou seja, ações feitas dentro do seu site, como: títulos relacionados com o conteúdo e com palavras-chave, tags html…
Os fatores externos tratam de como os outros sites se relacionam com o seu site, como a quantidade de links que apontam para ele…
Esses fatores fazem com que seu site seja ranqueado pelos buscadores e ganhem uma “nota”. Quanto mais alta, maior a probabilidade de aparecerem nos resultados das pesquisas relacionadas de maneira orgânica.
Investimento: não existem custos relacionados às ações de SEO, mas trata-se se um grande trabalho. Cada agência tem um custo específico para realizar o SEO no seu site e é um trabalho sem garantias concretas, pois os buscadores não cobram nada para exibir o seu site nos resultados, mas também podem tirar de lá sem maiores explicações.
Bem, acho que é isso. Aplicando essas ações e utilizando as ferramentas de forma adequada, há grandes chances de conquistar novos clientes através da internet.
Obrigada e até a próxima!

Você também vai gostar

4 dicas para otimizar a descrição de produto na loja virtual Como otimizar a descrição de produto na loja virtual? Possuir conteúdo único – sem cópias ou republicações de outros sites, colocar as especificações ...
Trump x Clinton: a batalha dos candidatos no ambiente do e-mail ... A eleição presidencial de 2016 dos Estados Unidos foi diferente de qualquer outra que o mundo já viu. Para entender qual é a realidade da disputa no a...
Inbound Marketing e a Metáfora das Borboletas Inbound Marketing – Vantagens da web para atrair mais clientes para seu e-commerce “Não corra atrás das borboletas, cuide do seu jardim e elas virão a...
A importância das URLs amigáveis URLs amigáveis é uma das técnicas de SEO (pronuncia-se “ess i ou”, do inglês ‘Search Engine Optimization’, e não “céu”, ok?) que tem como objetivo tor...
Cinco dicas para sua loja virtual aparecer nas buscas Muitas pessoas vêm me perguntar: “Como eu faço para minha loja virtual aparecer nas buscas do Google?”. Quando respondo que é um processo complexo e q...
Quanto custa para o negócio perder o cliente? Tudo pode falhar em sua loja virtual, menos o atendimento ao cliente, este deve ser perfeito, insuperável, imbatível, deve ter como missão incansável ...
Dia das Mães 2017 movimentará R$ 1,73 bilhão no comércio eletrôn... Uma das principais datas do calendário nacional do varejo eletrônico é o Dia das Mães. Neste ano, ele será comemorado no dia 14 de maio e já existem p...
Por que minha empresa PRECISA do LinkedIn? Um (pré)conceito importante a ser quebrado é: as pessoas que estão usando o LinkedIn não estão necessariamente procurando um novo emprego. É sério, es...
Google começa a priorizar páginas em HTTPS Se as suas páginas trabalham com versões em HTTPS, o Google provavelmente mostrará elas acima das páginas com versões em HTTP Zineb Ait Bahajji anunci...
Atrair ou Fidelizar clientes: qual deve ser sua prioridade? Uma empresa para ser bem sucedida deve ter uma equipe de vendas capaz de atrair e fidelizar clientes. O segredo da equipe de vendas está no equilíbrio...

SEGREDOS DO E-COMMERCE

Receba as novidades toda semana

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Você pode usar essas tags HTML e atributos:

<a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>