6 dicas para reverter carrinhos abandonados em vendas

6 dicas para reverter carrinhos abandonados em vendas

Quem atua no comércio eletrônico sabe bem que um cliente adicionar um item no carrinho de compras, definitivamente, não é garantia que ele finalizará a compra daquele produto, não é mesmo?

Vale ressaltar também que são diversos os motivos que levam os e-consumidores a abandonarem uma compra antes da finalização, sejam altos custos de frete, formulários complicados demais ou até mesmo problemas com a acessibilidade do carrinho, por exemplo.

A situação, no entanto, pode ser revertida com alguns cuidados simples. Confira algumas dicas que separamos para lhe ajudar a diminuir a quantidade de carrinhos abandonados em sua loja virtual:

1 – Mostre o custo do frete para o seu cliente para que ele não tenha surpresa com o valor final da compra

A maioria dos e-consumidores já abandonou o carrinho de compras pelo menos uma vez. Alguns deles desistem de suas compras virtuais no meio do caminho porque o vendedor não mencionou em nenhum momento o custo que o cliente teria com o frete, por exemplo.

Para lidar com a situação, deixe de forma clara e visível em sua loja virtual o valor do frete – em caso de frete padrão. Essa informação deve já vir junto à descrição do produto, para que o cliente não se surpreenda negativamente quando estiver concluindo sua compra.

Ofereça várias opções para seus clientes

Se possível, ofereça várias opções de envio para seu cliente. Dessa forma, ele poderá escolher a que melhor se encaixa na sua necessidade, guiado por valor ou tempo, por exemplo.

Essa será a melhor forma de não perder mais vendas porque o cliente ficou sem saber quanto pagaria pelo envio do produto adquirido, por exemplo.

Que tal oferecer frete grátis para quem não concluiu a compra?

Com um mercado online cada vez mais competitivo, muitos compradores esperam também um frete gratuito ou, no mínimo, de baixo valor e, alguns deles, encaram isso como um elemento crítico de sua experiência de compra online.

Contudo, é preciso muito cuidado para não se enrolar nessa oferta. Por isso, avalie essa possibilidade de oferecer um frete grátis sem que isso comprometa a sua margem de lucro.

Leia também: Correios mostra como calcular o valor do frete de um produto

Nesse caso a dica é: use o fator como um diferencial. Por exemplo, mapeie quais clientes abandonaram o carrinho de compras e ofereça o frete grátis como um “bônus”, caso seja possível. Sua abordagem deve ser algo como “estou te oferecendo frete grátis porque você é muito importante para minha loja e não quero perder sua compra”.

2 – Muito cuidado com encargos e taxas ocultas

Além de não ficarem nada satisfeitos com altas taxas de frete, os compradores de e-commerce também não gostam nada de cobranças extras.

Por isso, principalmente se você trabalha com produtos importados, tenha em mente que encargos que não aparecem até chegar a hora de fazer o checkout desagradam muito os clientes e o resultado é a desistência da compra.

Independentemente destas taxas serem relativas à postagem do item ou impostos, os consumidores que compram online certamente querem saber da existência deste valor antes de inserirem os seus dados para pagamento da compra.

Mas não se preocupe, pois existem formas de evitar isso e uma delas é oferecer uma ferramenta de calculadora junto com o carrinho, por exemplo. O segredo, portanto, é ser transparente, demonstrando confiabilidade para seu consumidor.

Leia também: Correios agora cobra taxa extra sobre produtos importados

3 – Seja inteligente na hora de precificar seus produtos

Leve em conta qualquer valor adicional na hora de definir o preço final do produto. Contudo, para isso, é preciso muito cuidado.

Vale a pesquisa do que tem sido praticado no mercado pela sua concorrência e o planejamento para a precificação de acordo com os custos que você tem com aquele produto (incluindo as taxas).

Isso será muito importante para manter a competitividade mas também para não ficar no prejuízo!

Leia também: Os erros mais comuns na formação do preço de venda

4 – Aposte no e-mail marketing

Seu cliente desistiu da compra no meio do caminho? Uma alternativa para reverter isto é enviar um e-mail marketing com os produtos que foram abandonados, incentivando o consumidor a concluir a compra.

Isto mostra que sua loja está atenta ao cliente e estimula uma conversão imediata.

Automatize o processo através da tecnologia

Para que essa comunicação seja efetiva você pode apostar em uma ferramenta de alimentação de funil de vendas. Nesse caso, o e-mail será disparado assim que o consumidor concluir determinada ação. Você pode, por exemplo, programar sua ferramenta para enviar um cupom de desconto toda vez que determinado cliente colocar o produto no carrinho, mas não finalizar a compra.

Outra forma de automatizar este processo é oferecendo aquele produto que o cliente desistiu de comprar com uma condição de preço ou parcelamento especial, ou mesmo produtos similares que sejam mais baratos.

Veja também: Infográfico: Como reduzir o abandono de carrinhos de compras na loja virtual

5 – Melhore a acessibilidade do carrinho

Consumidores online perdem rapidamente o interesse na compra quando são forçados a voltar para a página em que estavam ou obrigados a navegar para um lugar diferente para lembrar quais itens eles já tinham colocado no seu carrinho de compras, por exemplo.

Portanto, por mais que seja mais simples desenvolver uma página separada para o carrinho, saiba que os clientes querem ter acesso rápido ao que eles já acrescentaram à sua compra independentemente do lugar em que estejam na sua loja virtual.

Para lidar com este problema, você pode desenvolver, por exemplo, uma lista que permaneça sempre visível no topo do e-commerce, contendo os itens já adicionados e a quantidade de cada um deles.

Lembre-se também de utilizar ícones inteligentes e intuitivos para identificar o carrinho de compras.

E-commerce: 6 dicas para reverter carrinhos abandonados em vendas.

6 – Facilite o processo de checkout para que o cliente não tenha tempo de desistir da compra

Por conveniência, compradores de lojas virtuais querem um processo de checkout simples. Por isso, quando eles são forçados a preencher formulários intermináveis e passar por diversas páginas para, enfim, conseguirem finalizar sua compra, são muitos os que simplesmente desistem e abandonam os seus carrinhos.

Portanto, tenha em mente que, por mais que as informações do checkout sejam importantes para a sua loja virtual, não é todo tipo de consumidor que tem paciência para fornecê-las.

Por isso, evite o abandono do carrinho oferecendo uma opção de checkout express – ou checkout em uma página. Isto permitirá aos clientes do seu e-commerce finalizar a compra sem necessidade de criar uma conta em sua loja.

Leia também: E-commerce: três dicas para reduzir perdas no funil de compra

Priorize informações relevantes no seu checkout

Nesse caso a dica é: não precisa deixar de coletar informações, mas é preciso priorizar as que são realmente importantes como critério para que o cliente finalize a compra em sua loja.

Cabe dizer que, após a primeira compra, você terá meios para falar com ele novamente e fidelizá-lo – a ferramenta de alimentação de funil que falamos acima é uma das opções.

Saiba que você poderá, posteriormente, até oferecer algum benefício em troca de informações. Por exemplo, em troca de uma assinatura da sua newsletter você pode dar um percentual de desconto, ou em troca de algumas informações sobre hábitos de consumo, estilo, etc.

E você, tem alguma outra dica para reverter os carrinhos abandonados em vendas? Conte para a gente nos comentários.

Leia também: O guia definitivo do Carrinho Abandonado

4 COMMENTS

  1. Olá, gostaria de utilizar esse texto em um trabalho acadêmico. Por favor, poderiam me enviar informações do autor. Obrigada!

DEIXE UM COMENTÁRIO