Correios agora cobra taxa extra sobre produtos importados

Correios agora cobra taxa extra sobre produtos importados

Desde o dia 2 de junho de 2014, você que comprar produtos importados, além de todos os impostos que já paga, pagará uma taxa extra de R$12 para os Correios. Estão livres da nova taxa, apenas os produtos que são isentos de impostos de importação.

Vale aos lojistas virtuais que importam produtos após a venda, que os produtos devem ter um acréscimo “simbólico” de 12 reais no valor final.

Um consumidor entrou em contato com o Blog Profissional de E-commerce para relatar sua surpresa e extrema insatisfação com os Correios, acompanhe o relato:

“Encomendei 4 pacotes em março do site Hobbyking.com, suas encomendas são enviadas da China, Malasya, etc. Três pacotes chegaram semana passada, mais de 60 dias de espera depois que o pacote chegou no Brasil.

Fui retirar os 3 pacotes e falei que estava faltando um. Me disseram que esse ainda não havia chegado aos Correios. Retirei os 3 pacotes, paguei os 60% de imposto, mesmo com o valor adicional (produto + Frete) sendo inferior a U$ 50, e depois de 3 dias uteis recebi um telegrama dos Correios avisando que deveria retirar o pacote na mesma agência dos Correios.

Detalhe, para os primeiros pacotes, foi enviada uma carta normal, neste veio um telegrama com uma surpresauma taxa nova! Taxa para despacho postal de R$ 12. O pagamento somente pode ser feito em dinheiro e na agência informada. E a outra novidade, caso eu não retirasse em 7 dias, seria cobrada uma taxa de armazenagem de valor não informado.

Bom, então fica assim, mesmo que os pacotes cheguem no Brasil na mesma data, eles são enviados em datas diferentes, e se você quiser esperar para retirar todos os pacotes juntos, pagará a taxa de armazenagem. Lembrando que somente é possível retirar de segunda a sexta das 9 às 17.

O pior de tudo foi que o pessoal dos Correios não explicam porque temos que pagar essa taxa, perguntei se foi informado ao remente no momento do envio sobre essa taxa, não sabem informar. Eu me recusei pagar, e eles comunicaram que não entregariam meu pacote.

Agora, o frete já foi pago para entregar até a minha casa e tenho que retirar nos Correios e ainda sou eu quem paga? Ah, mais uma surpresinha quando acabei pagando a taxa. O pacote estava totalmente danificado, me senti pagando um resgate de sequestro”.

pacote-correios
Foto do pacote enviada pelo consumidor que preferiu não se identificar.

Veja a nota dos Correios na íntegra:

Informamos que, a partir de 2 de junho de 2014, os Correios passam a cobrar do destinatário um valor relativo à operação de despacho postal de encomendas internacionais, que estão sujeitas ao pagamento de imposto de importação, cobrado por meio de Nota de Tributação Simplificada (NTS).

A NTS é um documento de arrecadação do imposto de importação, emitido para encomendas postais internacionais, sem fins comerciais e com valor aduaneiro de até 500 dólares americanos, ou o seu equivalente em outra moeda.

O valor cobrado será de RS 12,00 e tem como objetivo cobrir os custos das atividades postais realizadas pelos Correios na nacionalização das encomendas internacionais. Essas atividades incluem desde o apoio operacional ao processo de desembaraço aduaneiro, realizado pela Receita Federal, até a custódia dessas encomendas até a sua entrega final, com o recebimento, via NTS, do imposto de importação e o seu repasse à União.

No entanto, convém registrar que as remessas postais que estão isentas de pagamento de imposto de importação, segundo a legislação aduaneira brasileira, continuam liberadas do pagamento desse valor.”

Os Correios gastaram R$42 milhões agora em maio para a atualização da marca. Este é o País dos Impostos.

Com informações do Blog do Jotacê.

25 COMMENTS

  1. O legal é olhar o seu pacote e ver a parte do seguinte artigo postado pelos correios:

    – o padrão de qualidade de entrega de objetos internacionais pelos Correios é superior a 99%, a porcentagem de indenizações pagas pelos Correios por atraso, extravio ou avaria em relação ao total de cartas e encomendas internacionais transportadas foi sempre inferior a 1% nos últimos seis anos.

    kkkkkkkkkkkkkk… Padrão FIFA!
    Triste realidade do nosso país… ¬¬
    Espero que meu pedido não chegue dessa maneira também…
    Pagina dos correios falando sobre ” Esclarecimento – cobrança de despacho postal ”
    http://www.correios.com.br/para-voce/noticias/esclarecimento-cobranca-de-despacho-postal-1

  2. O detalhe é que já pagamos tributos inclusive sobre o valor do frete pago no ato da compra da mercadoria, esse valor não deveria ser repassado aos correios?

    Outra observação a ser feita é sobre essa tal taxa de armazenagem, de valor não informado, como pode isso?

    No nosso país estamos indo num caminho muito perigoso, onde o peso das obrigações e deveres só são aplicados aos cidadãos, o governo que deveria promover nossos direitos somente está direcionado à arrecadar e pagar com nosso dinheiro os custos da péssima administração prestada.

  3. eu um c* de cumuuulo correios fdm
    quer que eu pague mais de $90 para retirar um pacote que deveria entregar na minha casa.

  4. Bom, eu pensei que a lei deveria ser cumprida por todos, inclusive pela Receita Federal. Mas isto não está acontecendo, pois estão tributando pacotes com valores abaixo de US 50.00. Eu mesmo já paguei vários. Não adianta devolver o pacote com uma reclamação porque eu nunca mais verei a encomenda. Ela simplesmente é confiscada ou devolvida ao remetente. Ou seja, o dinheiro que paguei pelo serviço de entrega não vale mer2@ alguma.
    Outro problema é que o Posto Aduaneiro está tributando valores a revelia, sem abrirem os pacotes para certificarem o valor que foi pago. Por exemplo: eu paguei R$ 92,00 de Tributo e Taxas por um produto que me custou U$ 12.00, incluindo frete. Se o imposto de importação, por lei, é 60% do valor do produto + frete, eu deveria pagar somente U$ 7.20, que convertido para o Real (2,5 na pior das hipóteses) o imposto seria apenas R$ 18,00 então por que me cobraram R$ 92,00? Ninguém me respondeu até hoje.
    Só posso chegar à uma conclusão: trata-se de uma máfia dentro dos postos de fiscalização para extorquir dinheiro usando a “LEI”…. que lei? Só se for a Lei do roubo. Já entrei com recurso e cadastrei minha Manifestação na ouvidoria do Ministério da Fazenda, mas até agora não tive retorno nenhum.
    Se você quer continuar comprando produtos importados por preços justos que no Brasil você não consegue, então vou dar algumas dicas, porque depois de ter sofrido tantos “roubos” e sem explicação ou direito de reaver meus produtos, aprendi alguns truques para usar a “lei” a meu favor. Deixo aqui, sete dicas para quem não quiser ser roubado pelo sistema aduaneiro:

    1 – Compre sempre abaixo de U$ 50.00 (incluindo o frete)
    2 – Combine antes com o vendedor, para não mencionar nome de Empresa nos pacotes. Use sempre um nome de pessoa física (John Klein, Chao Lee, Brovoks Stailen, etc…).
    3 – Tanto o remetente quando o destinatário devem ser pessoas físicas.
    4 – Peça ao vendedor que não anexe nenhum tipo de Nota Fiscal por fora do pacote. Se precisar de uma Nota Fiscal ou Invoice, peça que coloque dentro do pacote junto com o produto.
    5 – Peça ao vendedor que informe o endereço completo dele, para o caso de precisar devolver o produto por avaria ou irregularidade no transporte.
    6 – Nunca peça número de rastreio dos Correios, pois desta forma você terá que pagar taxas de postagem internacional aos Correios.
    7 – Pague sempre por um sistema internacional seguro. Por exemplo: PayPal.

    Usando essas dicas, você estará isento de qualquer taxa e terá garantia do seu dinheiro de volta, caso haja um extravio (extravio leia-se: roubo do seu pacote por alguma pessoa no sistema de entrega brasileira). Por incrível que pareça, todos os produtos que perdi já estavam dentro do Brasil, o que significa que os vendedores estrangeiros são íntegros e honestos. Muitos vendedores me enviaram o produto pela segunda vez (sem nenhum custo) porque eu informei que o pacote foi “perdido” (roubado) dentro do Brasil. Tudo isso é muito triste, mas é verdade. Tenho provas documentadas caso alguém se interesse saber mais. Desejo boa sorte a todos, com esse sistema podre e medíocre, que é conduzido por pessoas desqualificadas e desonestas dentro do nosso país.

    • Condordo que os impostos são abusivos, o mercado é fechado e blah blah blah.
      Mas também reclama sem conhecer a legislação.
      1 – Onde viu que produtos abaixo de USD 50 não deve incindir imposto? Se fosse assim comprariamos tudo na China. Essa regra é apenas para presente.
      2 – O imposto na importação simplificado é de 60%, mas ainda há ICMS que é de 18% e incide também sobre o imposto de importação, frete e o próprio ICMS.
      3 – A invoice não prova que pagou este valor, logo os fiscais podem atribuir um valor de mercado ao produto.
      4 – Tudo isso existe em parte devido a sonegação. É justamente por todo mundo comprar e declarar como presente que resolveram tributar praticamente todas encomendas.
      5 – Eles enviam as encomendas como carta para o Brasil, que tem um tratamente diferente e não pode ser usado para mercadoria. O custo de envio é menor que o de motoboy. Logo não cobre os custos.
      Acredito que essa cobrança vai ajudar a melhorar o serviço.

  5. Gostei muito deste vídeo que explica as taxas que temos que pagar ao comprar algo importado, mas ficou faltando falar do IOF de 6,38%.

  6. Depois que a Copa frustadamente acabou,comecaram a subir preços, e criar taxas para cobrir as despesa gastas nas contruções e estruturação.Daqui ha 5 anos, quando comecarem a descobrir as fraudes,e desvios de verbas,irão aparecer novos impostos.

  7. CORREIOS responde sobre a Taxa para Despacho Postal (R$ 12,00)

    Essa taxa é Legal ou não??? O próprio correio responde:

    “Referente a Instrução Normativa que o Senhor leu pra mim, realmente eu não consegui localizar nenhum embasamento legal que eu possa argumentar com o Senhor quanto a isso”

    “(…) Agora que tipo de serviço específico que os correios fazem para que seja cobrado esses R$ 12,00 eu realmente não estou conseguindo ter precisar essa informação”

    “(…) Não tenho nenhum embasamento legal”

    Você acha ainda acha que isso é LEGAL?

  8. Recebi uma caixa com menos de 3 kilos enviado por meu irmão do EUA, que pagou 50 dólar de envio, mas na retirada aqui em Curitiba PR tive que pagar 149 reais. Será certo isto? Ele me enviou três calças, um paletó e quatro relógios. Se alguém puder me esclarecer agradeço.

  9. Comprei uma peça de vestuário no site “Lightinthebox”, cujo envio da China possui frete livre. A peça custou R$ 44,40, quando chegou em minha cidade, recebi um aviso de chegada dos correios e ao procurar a agência, havia um valor de R$ 12,00 + R$ 62,28, totalizando uma taxa tributária de R$ 74,28. Me recuso a pagar, mesmo correndo o risco de perder o que já foi pago. Acho isso um absurdo! Que país é este?

  10. Importei 2 potes de Vitamina D dos EUA por U$ 16,58 com frete incluído. MENOS DE U$ 50, teoricamente isento de imposto. Na prática, a Receita cobrou 60% de imposto e os Correios R$ 12,00 de taxa de Correio porque a Receita cobrou imposto. É ou não é um roubo? Além da Receita Federal cobrar um imposto indevido, os Correios cobram R$ 12,00 a mais. Reclamar pra quem?

  11. Comprei um fone por 19 dólares. Ao retirar nos correios, fui surpreendido. A receita achou que estava muito barato e taxou a 40 dólares. Tô indignado.

  12. Este País está fadado a uma catástrofe econômica pois os governantes ( OS GOVERNANTES CORRÚPTOS) desta nação não pensam em outra coisa a não ser estorquir sua própria gente , ISSO É NO MÍNIMO MUITO VERGONHOSO

  13. Acabei de mandar uma pequena caixa p minha Mae en Curitiba morro USA eles seguram a caixa e querem cobrar$231.reais .porque????

  14. muito absurdo isso, o brasil quer lucrar de qualquer forma, logo vão cobrar imposto em cima de embalagem, acompanho o blog a algum tempo, excelente conteúdo aqui postado, Obrigado , grande abraço

  15. Esses correios além de dar prejuízo para nação ainda cobra uma taxa que parece mais imposto. Tá difícil esse país. Ta na hora de privatizar essa empresa e abrir o mercado para ter mais concorrentes.

DEIXE UM COMENTÁRIO