Tags Posts tagged with "black fraude"

black fraude

O Black Friday 2013 está chegando e promete movimentar R$ 390 milhões em vendas, mais de 50% a mais do que o ano passado. Me parece que o dia 29/11 irá entrar na história do e-commerce nacional, não só pela movimentação recorde, mas também porque tenho certeza de que este ano as lojas virtuais estão maduras sobre o conceito do evento e não perderão preciosas oportunidades como infelizmente ocorreu nos anos anteriores.

5 motivos para não maquiar preços no Black Friday

A conscientização foi feita a partir de eventos, artigos, palestras e capacitações, que tiveram como objetivo sensibilizar o varejista online a dizer NÃO à maquiagem de preços!

Listo abaixo 5 motivos para você não maquiar preços no Black Friday:

1 – O nosso esporte não é feito de sprints. Estamos correndo uma maratona!

Dos 46 milhões de consumidores que compraram online no primeiro semestre de 2013, 70% compraram uma única vez! Por que estes consumidores não voltaram?

A lição aqui é: se você proporcionar uma experiência de compra incrível para o seu cliente, ele vai voltar! Não abra mão do longo prazo, em troca de uma vantagem de curto prazo!

Use o Black Friday para fazer com que ele volte no Natal, no Dia das Mães, dos Namorados…

2 – Utilize a tática do produto-isca

A retenção do consumidor a partir de uma boa experiência e o retorno dele organicamente são os objetivos principais a serem alcançados por você no Black Friday.

Não coloque a loja inteira em desconto! Escolha 10, 20 ou 30 produtos que você tenha feito uma boa negociação com o fabricante e estimule o seu consumidor a levar um produto em promoção e outro com preço cheio. Não esqueça de reforçar os servidores para o site não cair nos horários de pico!

Aproveite para desovar o estoque! No ano passado, as TVs de Plasma foram o produto-estrela do Black Friday!

5 motivos para não maquiar preços no Black Friday3 – Black Fraude é crime

Valorize o seu principal ativo: sua credibilidade! Em tempos de manifestações de ruas, não adianta criticarmos a classe política, se a sociedade civil organizada não der o exemplo.

É ilegal subir o preço semanas antes e depois abaixá-lo no Black Friday. Isto é maquiagem, é crime e o Procon estará de olho!

Leia também: Black Friday ou Black Fraude: pontos a considerar para o sucesso do evento

4 – As informações são públicas

Não só o Procon estará de olho, mas o seu consumidor também! O Reclame Aqui terá um canal exclusivo para reclamações. A Sieve fará a identificação oficial da veracidade das ofertas. A Camara e-net e o Busca Descontos lançaram o Código de Ética do Black Friday.

5 – Quando um perde, todos perdem

O crescimento vertiginoso dos sites de compras coletivas demonstrou que quando um deles não entregava o que foi vendido, a indústria inteira perdia credibilidade. O aprendizado que precisamos ter é que a busca do crescimento, aumento da qualidade do serviço e a educação do mercado é dever de todos nós que lutamos por um e-commerce cada vez mais forte no Brasil.

Em suma, cada um de nós tem a responsabilidade de fazer o Black Friday 2013 o maior e melhor de todos os tempos!

Texto do Luis Vabo Jr para o E-commerce Brasil