Tags Posts tagged with "bounce rate"

bounce rate

A maioria das empresas estão fazendo esforços para aumentar o número de visitas ao site deles. No entanto, um alto tráfego não deve ser o único objetivo das suas campanhas de marketing digital. Para analisar a relevância do seu site e perceber se ele é capaz de atrair e capturar a atenção de seus visitantes, é essencial considerar outros indicadores, entre eles a taxa de rejeição (bounce rate).

A taxa de rejeição é a porcentagem de usuários que deixam o seu site sem visitar outras páginas dele e clicar em links disponibilizados na página de entrada.

Se uma grande quantidade de visitantes voltar para a página de resultados de pesquisa assim que eles entrem no seu site sem navegar pelas páginas dele, o Google pode considerar seu site como irrelevante para os usuários. Isso significa que a taxa de rejeição influencia diretamente os seus ranqueamentos.

Neste artigo vou explicar como implementar ações que diminuam a sua taxa de rejeição, a fim de melhorar tanto a experiência do usuário em seu site quanto o SEO.

Mas, antes de tudo, uma pergunta que não quer calar…

Ter alta taxa de rejeição é sempre um problema?

Na verdade, tudo depende da natureza do seu site. Em alguns casos, uma taxa de rejeição grande é muito normal, em outros, é problemática.

Sites de e-commerce

Como o objetivo de qualquer site de e-commerce é incentivar os visitantes a comprar, uma alta taxa de rejeição pode ser um sinal de uma estratégia de marketing inconsistente.

Se os usuários estão deixando o seu site após de visitar uma página só, é pouco provável que eles fizeram uma compra ou um pedido. Por esta razão, a taxa de rejeição é um indicador importante que os sites que oferecem produtos ou serviços devem ter em conta.

De acordo com o site da Hubspot, os sites de e-commerce normalmente têm taxa de rejeição em torno de 20-40%.

Blog

Quando estamos falando de um blog, a taxa de rejeição alta pode ser explicada com o fato que as pessoas já conhecem o seu site e voltam regularmente para ler novos artigos sem ir fundo e investigar outras páginas do site…

No entanto, também pode significar que os visitantes não acham o seu conteúdo interessante e saem logo depois de entrar. Devemos, portanto, encontrar maneiras de chamar a atenção deles e fazê-los querer descobrir outros conteúdos do seu site.

One-page

Se o seu site contém apenas uma página, os visitantes são obrigados a sair sem ter consultado outros conteúdos, mesmo se eles ficaram perfeitamente satisfeitos com a visita e as informações.

A taxa de rejeição não é um indicador relevante neste caso, e o Google sugere o uso de outros métodos de rastreamento, por exemplo, Eventos.

Em todos os casos

Depois de ter constatado uma alta taxa de rejeição, você tem que fazer uma análise, interpretá-la corretamente e tomar as decisões corretas.

Use o Google Analytics para estudar correlações com outros dados, tais como:

  • Tempo passado no site,
  • Relação de visitantes novos e antigos,
  • Tipo de páginas que têm maior taxa de rejeição.

Com esses dados na mão você pode começar a agir.

Diminui a sua taxa de rejeição em 5 passos

Existem vários critérios que podem afetar sua taxa de rejeição. Neste artigo, vou mostrar os passos mais importantes que você pode tomar para diminuir o seu bounce rate.

Melhore a experiência do usuário desde os primeiros momentos no site

As máquinas de busca fornecem aos usuários uma infinidade de sites, por isso se torna cada vez mais difícil chamar e manter a atenção deles.

Os visitantes tomam a decisão sobre a relevância de um site em questão de segundos. Se você quiser que eles fiquem mais tempo no seu site, evite elementos que podem prejudicar a experiência do usuário.

  • Retire os elementos bloqueados como animações em Flash que requerem a instalação de um plug-in especial;
  • Diminui o tempo de carregamento da sua página. Pense em excluir o conteúdo muito pesado ou comprimir alguns elementos do seu site. De acordo com múltiplos estudos se o site não carregar em 3 segundos, 57% dos visitantes voltam para a página de resultados;
  • Retire os elementos que nunca agradam: música que começa tocar sozinha, publicidades pop-up etc.

Otimize a ergonomia do seu site

Um site bem otimizado de ponto de vista da ergonomia deve ser agradável aos olhos de usuários, têm uma estrutura bem organizada e navegação fácil e intuitiva. Você precisa atender esses critérios para manter seus visitantes no site por mais tempo.

  • Oferece uma navegação intuitiva no seu site. Certifique-se de que os usuários podem acessar qualquer informação em menos de 3 cliques e de que eles conseguem  retornar facilmente para a home page. Os elementos de navegação devem ser coerentes, visíveis e bem localizados na página;
  • Pense sobre a escolha de cores e fontes. Evite os fontes que são difíceis de ler (por exemplo, fontes manuscritas ou fontes com muitas curvas). Escolha uma boa combinação de cores, aqui a melhor estratégia é de optar por cores que facilitam a leitura e permitem os olhos dos usuários a descansar (por exemplo, na maioria dos casos é melhor não usar letras vermelhas com background verde salada). Para texto dê preferência à cores escuras, que não perturbam a leitura e o entendimento do conteúdo. Não coloque muito texto em negrito e itálico;
  • Use conteúdo visual: vídeos, imagens e infográficos atraem a atenção e ajudam a dar pausas à seus leitores. Conteúdo visual é considerado um conteúdo de fácil consumação, e além disso conteúdo visual é o mais compartilhado nas redes sociais;
  • Analise o design do seu site. Para idéias, tente as galerias de CSS que ofereçam coletâneas de melhores modelos do momento (Awwwards, CSSDesignAwards). Você também pode dar uma olhadinha nos temas usados por seus concorrentes ou selecionar um tema que tem a ver com a sua área dos temas sugeridos no WordPress ou PrestaShop.

Melhore a qualidade e a relevância de seus conteúdos

A ideia principal é de postar conteúdos úteis e informativos com valor real para que os visitantes queiram ler mais. Analise o perfil do seu cliente, descubra quais são as necessidade deles e quais palavras-chave eles usam para pesquisar nas máquinas de busca. Escolha temas que correspondem às necessidades de seus usuários e ofereça soluções para problemas específicos.

Lembre-se de otimizar o seu conteúdo para que eles fiquem interessantes e atraem o seu público-alvo.

  • Verifique tags de título e descrição meta. Eles também devem ser relevantes com o conteúdo que você oferece, caso contrário, os visitantes sairão decepcionados ao clicar na descrição do seu site nos resultados de busca.
  • Evite colocar backlinks para sites cujo tema não coincide com o tema do seu. Para detectar esse tipo de backlinks e outros backlinks tóxicos que podem afetar o ranqueamento do seu site, você pode usar Ahrefs ou Auditoria de Backlinks da SEMRush.
  • Evite palavras-chave genéricas que podem ser usadas para falar de temas heterogêneos. Se o seu site aparecer entre os primeiros resultados de busca mas o tema da pesquisa não coincidir com os seus produtos e serviços, sua taxa de rejeição vai disparar.

b1

Fonte: SEMrush

Também não se esqueça de verificar que as promoções que você faz nas redes sociais sejam coerentes. Se você anunciar algo diferente de conteúdo do seu post, os visitantes vão sair do seu site em questão de segundos.

Analise os links internos do seu site

Otimize os links internos do seu site para fazer os melhores conteúdos mais disponíveis para os usuários.

  • Crie links interligando conteúdos relevantes. Lembre-se que o mais a estrutura temática do seu site será clara para os usuários o mais ela será clara para o Google.
  • Crie âncoras para seus conteúdos que descrevem os textos sem mentir e ao mesmo tempo chamam atenção dos usuários
  • Ofereça artigos e conteúdos relacionados ao conteúdo da página que o seu usuário estiver consultando no meio ou no final do texto – assim você aumentará os chances de levar o visitante para outras páginas do seu site
  • Personalize a página 404. Opte por uma página divertida e original com links que levam para os artigos mais lidos ou para páginas relevantes e importantes do seu site.

b2

Texto: “Desculpe por ter devolvido um erro de site. Eu poderia ter comido o cabo…e seus sapatos favoritos… Por favor, tente novamente) Fonte: tutorgrafico.com

Crie call to actions incentivando o clique

Para diminuir a taxa de rejeição, é também essencial criar call-to-actions para incentivar os visitantes a explorar páginas estratégicas do seu site. Os call-to-action relevantes também podem permitir-lhe converter seus visitantes em leads.

  • Coloque call-to-actions estrategicamente em suas páginas, certificando-se do que eles são relevantes.
  • Verifique que os botões são visíveis. Escolhe uma cor que permita destacar o botão na página
  • Deixe os benefícios bem visíveis e fáceis de clicar. Reforce o valor prático que você está oferecendo.

b3

Fonte: Resultados Digitais

Qual é a ordem correta de ações para melhorar as páginas?

Para começar identifique quais páginas têm a maior taxa de rejeição. Uma boa técnica, em seguida, é melhorar as páginas na ordem no qual eles aparecem para o usuário, como se você estivesse desfazendo gradualmente nós em uma corda.

Atenção, não se esqueça que, para algumas páginas, uma taxa de rejeição grande é normal. Este pode ser o caso de página de contatos, onde a conversão é feita quando o usuário leva seu telefone para ligar. Isso é o último passo da viagem do usuário pelas páginas do seu site.

Conclusão

A alta taxa de rejeição é muitas vezes um sinal de que o visitante não encontrou o que ele esperava ao chegar em uma página, ou que a navegação pelo site não estava nas alturas e não conseguiu proporcionar uma boa experiência.

Devemos, portanto, identificar os problemas do site usando as ferramentas certas, e implementar as soluções necessárias, para enviar um sinal positivo para o Google: seu site atrai usuários.

Novamente, o segredo de sucesso consiste em entrar na pele do seu visitante: o que ele espera, de onde vem, qual é o seu propósito e o que o impede de alcançar o objetivo?

A taxa de rejeição é uma questão de experiência do usuário em todos os níveis: melhorando essa métrica você terá outros impactos positivos, que você poderá rastrear monitorando tais indicadores como, por exemplo, tempo de permanência na página!