Tags Posts tagged with "métricas para loja virtual"

métricas para loja virtual

5 métricas para loja virtual que você deveria monitorarMétricas para loja virtual. Quando falamos em Comércio Eletrônico, o Profissional de E-commerce normalmente se concentra em métricas como Taxa de Conversão, Número de Transações e Tíquete Médio (Valor médio de todos os pedidos). São realmente métricas valiosas e devem ser monitoradas. Afinal, são estes os resultados que vão afetar diretamente o seu bolso.

Porém, é graças ao Google Analytics (ou à alguma outra ferramenta poderosa de Web Analytics), que conseguiremos outras formas matadoras para analisar a efetividade da sua loja virtual.

5 métricas que você deveria monitorar na sua loja virtual - As taxas de conversão, número de transações e  tíquete-médio são "fáceis" de medir.
As taxas de conversão, número de transações e tíquete-médio são “fáceis” de medir.
A ideia é dar uma atenção redobrada ao comportamento do usuário que interage com as ferramentas do seu e-commerce ou aplicativo mobile. Com isso entender onde pode produzir melhorias significativas para suas deficiências pontuais. O Practical E-commerce selecionou 5 destas interações mais importantes. E se você ainda não está monitorando alguma delas, deveria estar

1. Categorias de Produtos

Você vai identificar facilmente seus principais produtos. Sabe prontamente os que mais vendem e os que menos vendem na sua loja. No entanto, considere ir além ao monitorar suas Categorias de produtos. Como você verá na figura abaixo, algumas categorias podem gerar muito mais receita do que outras. No exemplo, parece que os homens – ou quem compra presentes para homens – gastam mais dinheiro com relógios.

5 métricas para loja virtual que você deveria monitorar - Definir categorias de produtos pode ajudar a determinar quais produtos vendem melhor.
Definir categorias de produtos pode ajudar a determinar quais produtos vendem melhor.

Depois de identificar suas categorias, você pode aprofundar sua análise para obter ideias sobre tráfego, novas campanhas e até mesmo redefinir suas palavras-chave. Identifique ainda qual delas tem um tíquete-médio maior, e invista pontualmente no seu Marketing Digital.

2. Comparação de produtos

Muitas lojas virtuais permitem que os visitantes comparem os produtos lado a lado para facilitar a escolha – dimensões, funcionalidades, preços e muitas outras – e proporcionam a possibilidade de que o cliente saia mais satisfeito com sua transação.

5 métricas para loja virtual que você deveria monitorar - Crie uma métrica para rastrear os dados de comparação de produtos.
Crie uma métrica para rastrear os dados de comparação de produtos.

Se sua loja virtual tem milhares de produtos, ou mesmo centenas, não é nada prático enumerá-los em uma tabela de comparação. O que você costuma ver é uma caixa de seleção para que os clientes escolham quais produtos querem comparar.

Uma técnica de medição útil é acompanhar a interação de usuários específicos – com um “evento” , caso você esteja usando o Google Analytics. Com isso, você é capaz de rastrear os produtos que estão sendo comparados e gerar relatórios que mostram quais produtos são mais (ou menos) escolhidos quando comparados com outros.

Além disso, você pode descobrir produtos que podem ser oferecidos em comparação e melhorar ainda mais a experiência do seu visitante. Munido destas informação, você pode tomar atitudes mais pontuais. Por exemplo, promover os produtos preferidos na homepage, em banners externos ou nas campanhas de e-mail marketing.

3. Rastreamento de Atendimento por Chat

Você provavelmente já viu lojas virtuais com a função de chat ao vivo. Elas são mais frequentes em alguns locais da loja virtual. O visitante chega para pesquisar sobre algum produto e vê um convite (às vezes em forma de pop-up) perguntando se você gostaria de conversar com um agente de atendimento ao cliente. Existem lojas aumentam o tíquete-médio em 25 a 30% quando a compra inclui uma conversa com um consultor.

Se você tem um serviço de chat ao vivo, deve acompanhar quando seus visitantes estão utilizando essa bate-papo com atenção em algumas métricas:

● Taxa de conversão;
● Tíquete-médio;
● Receita geral.

Implementando corretamente seu chat ao vivo, é possível medir ainda mais o impacto dessa funcionalidade nas suas vendas de produtos em categorias específicas. Por exemplo, caso exista relação entre compras de tíquete-médio alto e interações por chat pode ser bom negócio contratar mais pessoas e aumentar o horário de atendimento por chat.

4. Remover do Carrinho de Compras

Embora seja muito mais comum medir os clique no link “Adicionar ao carrinho” e acompanhar que ação ocorreu – se vieram da página de detalhe do produto ou de uma página de promoção – , também pode ser muito útil controlar a remoção dos produtos do carrinho.

Imagine alguém que vende trampolins e quer adicionar automaticamente novos itens como redes de segurança para sugerir uma venda mais completa. Caso comece a perceber um movimento grande de remoções das redes de segurança, talvez seja interessante considerar um e-mail propondo a redução de valor das redes de segurança para estes compradores que optaram por não incluir elas na compra.

5. Segmentação: Conheça seus usuários

Verdadeiras joias podem ser encontradas em um olhar mais apurado sobre o perfil de um grupo de usuários que passa por uma Segmentação, juntamente com o propósito de suas visitas.

Por exemplo, você tem uma loja virtual focada principalmente em produtos de consumo, porém conta com um revendedor ou um canal de distribuição. Esses revendedores são identificados após acessar seu sistema e terão disponíveis preços e descontos exclusivos para cada um deles. Ao rastrear as transações e a receita, é importante para a Segmentação que seus relatórios identifiquem os tipos de compradores. Caso contrário, uma grande encomenda à um preço muito baixo para um de seus revendedores, pode significar uma queda nos seus números gerais.

Abaixo alguns dados sobre uma loja virtual do setor de edução. Segmentado por visitantes de graduação e pós-graduação, relatórios sobre números de vendas. Veja que, enquanto as visitas de pós-graduação contabilizam 19% do total, a receita gerada por elas corresponde à 30% do total. Se a informação corresponde apenas à visitas agregadas e receita agregada, o site não teria nenhuma ideia sobre como cada um desses segmentos pode ser segmentado e contribuir para a arrecadação total.

5 métricas para loja virtual que você deveria monitorar - Grupos com menos visitas às vezes geram mais receita.
Grupos com menos visitas às vezes geram mais receita.
Publicação original do Practical E-commerce | 5 Ecommerce Metrics You Should Be Tracking