As avaliações de outros consumidores é a informação mais importante na hora da compra no e-commerce. Isso foi o que apontou o estudo realizado pela Lett e Opinion Box para compreender quais fatores são mais relevantes dentro de uma página de produto.

O estudo realizado com mais de 2 mil consumidores mostrou que em relação às informações nas páginas dos e-commerces, as avaliações online são o fator que mais impacta as decisões de compra dos shoppers. Em seguida, aparecem descrições, comentários, imagens, categorização e busca.

Os consumidores avaliam os produtos no e-commerce. Quando a experiência de compra é satisfatória, 41% deles retornam ao site para avaliar o produto. Portanto, além de consultar a classificação feita por antigos clientes, os shoppers usam a ferramenta do site para demonstrar a qualidade da compra de forma pública.

Porém, os produtos expostos no e-commerce ainda são muito pouco avaliados. Segundo o EQI, cerca de 95% dos produtos do e-commerce brasileiro não são avaliados. Porém, dos produtos avaliados no Brasil, mais de 70% deles possuem uma nota entre 4,5 e 5. Portanto, o número de clientes promotores é muito maior do que os detratores.

Analisando o e-commerce no geral, 78% dos consumidores apontaram preço e promoção como os principais itens de decisão de compra. Em seguida, aparecem frete e prazo de entrega com 65,6%. E avaliações e comentários de outros consumidores influenciam as compras de mais de 50% dos consumidores.

Leia também:

Consumidor brasileiro prioriza tempo e gasto de energia quando o assunto é comprar online

Em relação aos principais problemas do e-commerce, 54,2% os consumidores reforçaram que é o frete. As entregas demoradas aparecem logo em seguida com 11,7%, seguidas de baixa segurança de compra (9,4%) e preços altos (8,1%).

O resultado do estudo mostra que, apesar do crescimento do mercado eletrônico brasileiro de dois dígitos ao ano, ainda há muito o que melhorar para garantir a satisfação dos consumidores.

Atualmente são cerca de 930 mil lojas virtuais no país. Isso significa que o e-commerce é uma grande oportunidade, porém a concorrência é muito alta e os consumidores estão cada vez mais exigentes.

Por isso, é fundamental entender o comportamento do consumidor no e-commerce.

Acredito que com essa pesquisa as indústrias e os varejistas digitais terão condições de colher insights de mercado e aplicar essas informações na execução das lojas virtuais para beneficiar os usuários.

O mercado eletrônico no Brasil tende a crescer muito, mas precisamos melhorar em qualidade.

Os consumidores também se mostraram otimistas sobre o futuro do mercado eletrônico do país: 46,8% deles acreditam na melhoria do e-commerce nos próximos 12 meses, segundo a pesquisa.

Davi Song
Author

Davi Song é CEO da Lett.

Write A Comment