Este ano marcará um fato importante no mundo da publicidade. Pela primeira vez, os gastos com publicidade digital nos EUA excederão os gastos com publicidade tradicional, de acordo com a mais recente previsão da eMarketer.

Até 2023, o digital ultrapassará dois terços do gasto total com mídia.

Gastos com anúncios digitais

O gasto total com publicidade digital nos EUA crescerá 19%, atingindo US $ 129,34 bilhões este ano ( 54,2% do estimado do gasto total com publicidade nos EUA).

E os anúncios nos dispositivos móveis continuarão dominando, contabilizando mais de dois terços dos gastos com publicidade digital, estimados em US $ 87,06 bilhões este ano.

Também pela primeira vez, a participação combinada do duopólio (Google e Facebook) vai cair, mesmo como suas receitas crescem.

Obs: o total de gastos com publicidade digital dos EUA em 2019 = US $ 129,34 bilhões, incluindo publicidade exibida em desktop e laptops, além de celulares, tablets e outros dispositivos conectados à Internet, e inclui todos os formatos variados de publicidade nessas plataformas; receita líquida de anúncios após as empresas pagarem os custos de aquisição de tráfego (CAT) aos sites parceiros; * inclui anúncios de publicidade do YouTube; ** inclui receitas de publicidade no instagram. Fonte: eMarketer, Fev 2019

O grande vencedor deste ano será o número 3 da Amazon, que continua a receber participação de praticamente todos. Seu negócio de anúncios nos EUA crescerá mais de 50% este ano e sua participação no mercado de anúncios digitais nos EUA aumentará para 8,8% este ano.

“A Amazon oferece um grande benefício para os anunciantes, especialmente as marcas do setor de bens de consumo e D2C (fabricante direto para o consumidor)”, disse Monica Peart, diretora de previsões da eMarketer.

“A plataforma é rica em dados comportamentais dos compradores para segmentação e fornece acesso a dados de compra em tempo real. Esse tipo de acesso já foi disponibilizado apenas por meio do parceiro de varejo para compartilhar a seu critério. Mas com o conjunto de anúncios patrocinados da Amazon, os profissionais de marketing têm acesso sem precedentes às “prateleiras” onde os consumidores estão comprando. ”

Gastos com anúncios tradicionais

De onde vêm os dólares digitais? Listas  (como as Páginas Amarelas) , serão os mais atingidos – 19% este ano. Os gastos com impressão tradicional (jornais e revistas) estão em segundo lugar, que cairão quase 18%.

No geral, a participação dos gastos com publicidade tradicional nos EUA cairá para 45,8% em 2019, de 51,4% no ano passado.

“A mudança constante de atenção do consumidor para as plataformas digitais atingiu um ponto de inflexão com os anunciantes, forçando-os a agora se voltarem para o digital para buscar ganhos incrementais de alcance e receitas que estão desaparecendo na publicidade tradicional da mídia”, disse Peart.

Obs: *exclui rádio fora do ar e digital, **exclui digital, ***somente impressos, exclui digital. Fonte : eMarketer, Feb 2019

Os gastos com publicidade na TV cairão 2,2%, atingindo US $ 70,83 bilhões este ano, principalmente porque não há eleições ou grandes eventos, como as Olimpíadas ou a Copa do Mundo.

A eleição presidencial do próximo ano impulsionará os gastos com publicidade na TV de volta ao crescimento positivo, antes de cair novamente nos anos seguintes.

Fonte: eMarketer

Daniel Cardoso
Author

Formado em Engenharia pela Escola de Engenharia Máua, pós-graduado em Marketing pela ESPM e com especialização em marketing para internet pela University of California, Irvine, atua no segmento de comércio eletrônico desde 1999. Passou pelos portais UOL e Terra, Mkteam e Escalena, onde atuou na implementação das lojas virtuais da Tim Brasil, Arno, Philco, TNG, Klueber do Brasil entre outras. Foi sócio-diretor da Universidade Buscapé Company e atualmente é Diretor responsável pelos treinamentos de E-commerce e Marketing Digital na Impacta Treinamentos.

Write A Comment