• por Oliver Sanchez
  • Oliver Sanchez é Country Manager da Aivo, empresa atuante no desenvolvimento de softwares com Inteligência Artificial para o atendimento ao cliente

Sua empresa está pronta para atender a demanda da Copa do Mundo?

16 de maio de 2018
Share Button

A Copa do Mundo FIFA, que ocorre em junho, na Rússia, deve aquecer diversos mercados. As camisetas das seleções, bem como os aparatos decorativos devem ser amplamente comercializados nos quatro cantos do país. O segmento alimentício também vê a movimentação do evento com bons olhos: na última Copa, o setor faturou 25% mais do que o habitual, conforme dados da LCA consultoria.
Esses não foram os únicos setores beneficiados pelo espetáculo: o mercado televisivo teve alta de mais de 100%, ainda segundo a LCA. Esse número, que já chama atenção, pode ser ainda maior neste ano, já que a Copa não irá ocorrer em território nacional, como em sua última edição. Assim, mais pessoas podem se interessar pela aquisição de planos exclusivos ou de canais Pay Per View para acompanhar os jogos. É aí que entram os assistentes virtuais ou chatbots.
Isso mesmo, esta alta na demanda pode ser facilmente atendida com o uso de soluções com inteligência artificial para o atendimento ao cliente. O atendimento automatizado, por exemplo, além de mais rápido, gera uma nova experiência para os usuários que tem sua necessidade atendida rapidamente e um outro nível de experiência.
Para se ter noção da eficácia dos chatbots, a Sony conseguiu atender um aumento de 1200% na demanda de informações sobre seus produtos em uma das edições da Black Friday com a ajuda de soluções de assistente virtual que utiliza machine learning para atender os usuários.
Criada para simular um ser humano na comunicação com outras pessoas, a tecnologia dos chatbots pode impulsionar ainda mais a contratação de pacotes adicionais e/ou de planos de TV por assinatura no período por meio do atendimento automático e da redução de custos das empresas.
Como em todos os setores, o aumento da demanda significa, também, uma elevação dos custos de produção, manutenção e comercialização dos serviços. No caso das operadoras televisivas, a alta se dá na parte da infraestrutura física e digital para suportar os novos atendentes que realizam a venda de pacotes fechados e dos planos adicionais ou canais Pay Per View.
Assim, por meio da tecnologia e dos chatbots, todos os lados ganham: o consumidor consegue contratar, alterar ou ter suporte para suas necessidades de maneira mais rápida e assertiva e a operadora, por sua vez, atende mais pessoas sem precisar que o investimento cresça na mesma proporção.
Essa é a inovação dessa tecnologia, que por meio de aplicações de Inteligência Artificial, tende a se aprofundar para solucionar problemas específicos e gerais em menos tempo e com maior assertividade. Assim, todos os aficionados por futebol poderão, com certeza, acompanhar aos jogos de todas as seleções que desejarem com a praticidade na contratação do serviço.

Você também vai gostar

Digital Trade Marketing aumenta vendas do e-commerce A necessidade de um bom planejamento de alocação de produtos e a garantia de execução podem ser fatores que trarão o sucesso ou fracasso a uma marca, ...
Reputação de remetente é um dos principais fatores para a entreg... Reclamações de usuários, envio de mensagens a destinatários desconhecidos e falta de engajamento de assinantes são alguns dos fatores que podem arruin...
Como integrar um blog à sua loja virtual para vender mais Ter um e-commerce é praticamente obrigatório para qualquer empresa de varejo, afinal, o alcance que a internet pode oferecer não deve ser subestimado....
Como funciona a tabela de frete fracionado no e-commerce A famosa tabela de frete fracionado não é algo simples de se analisar. Sua composição pode ser ampla e varia de acordo com a região e transportadora. ...
5 ferramentas para turbinar o Instagram O Instagram está crescendo cada vez mais no país e alcançando resultados significativos para negócios de diversos segmentos. No fim de 2015, a rede so...
5 razões para colocar seu e-commerce em um marketplace Quem possui uma loja virtual ou pensa em abrir uma no Brasil certamente já ouviu a expressão marketplace. Estes sites nada mais são do que centros de ...
Por que a sua campanha não está convertendo tanto Parece complexo, mas a verdade é que podemos resumir a razão que não deixa a sua conversão ser tão boa numa única palavra: relevância. Ou melhor, a fa...
Como montar um planejamento de conteúdo para blog? Em nosso site já mostramos como um blog pode agregar muito valor a um e-commerce no contexto do marketing de conteúdo. Se você se convenceu que esse c...
9 motivos para a sua empresa usar o Google+ Criado em 2011, o Google+ (também chamado de Google Plus ou G+) ainda sofre uma certa resistência, apesar de já contar com mais de 500 milhões de usuá...
5 maiores erros na hora de traçar sua estratégia de marketing Marketing digital pode ser crucial para alavancar negócios, mas é preciso cuidado na hora de planejar; evite deslizes Com o aumento dos usuários de in...

SEGREDOS DO E-COMMERCE

Receba as novidades toda semana

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Você pode usar essas tags HTML e atributos:

<a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>