• Profissional de E-commerce
  • por Profissional de E-commerce
  • O blog Profissional de E-commerce foi criado em outubro de 2012 com o objetivo informar e capacitar o mercado de comércio eletrônico no Brasil.

Google planeja priorizar sites mobile nos resultados de busca

18 de novembro de 2014
Share Button

Entenda por que que é fundamental que as empresas tenham sites para dispositivos móveis

Via Proxxima. O Google já vem alertando sobre a necessidade dos sites mobile há alguns anos. Empresas que estão à frente já colhem os frutos do investimento em portais para dispositivos móveis. Se o seu negócio ainda não mergulhou nessa onda, saiba que gigante de buscas comunicou a intenção de priorizar sites mobile nos resultados de busca.
A companhia sempre batalhou para entregar a melhor experiência ao usuário e, claramente, websites para smartphones e tablets são cruciais já que o volume de buscas nesses devices ultrapassam as buscas no desktop.
Só que o Google não pode controlar se o site é mobile ou não. Também leva tempo desenvolver um ranking que proporcione a melhor experiência sem ignorar sites importantes que ainda podem não ter se tornado mobile. Com esse desafio, a companhia começou a testar um ícone que avisa usuários quando o site é mobile. Essa ferramenta pode ser valiosa para direcionar tráfego para esses sites. Além do crescimento de mobile search, é imperativo que todo site invista em versões para dispositivos móveis.

O mobile está deixando o desktop para trás?

Segundo pesquisa recente da comScore, a maioria dos consumidores são multitela. Isso não significa que o mobile sozinho está vencendo, e sim que vários dispositivos estão sendo utilizados pelo mesmo visitante nos mesmos sites. Essa é a principal razão para valorizar experiências consistentes em múltiplos devices.
Um site padrão em um dispositivo móvel resulta em uma experiência ruim para o usuário: as fontes são muito pequenas, há informação excessiva em uma só tela, e é muito difícil de se navegar. A menos que o site seja a única fonte de informação para o que o usuário busca, ele definitivamente abandonará o endereço e procurar um mais compatível com seu device.
O Google defende que um site precisa oferecer a mesma experiência ao usuário, independentemente do device escolhido. Larry Page, co-fundador e CEO da empresa, é firme em sua opinião de que sites não devem ter múltiplas versões para múltiplos devices e acredita que desenvolver o design de um site mobile não é a função do webmaster. O design responsivo é uma abordagem de web design cujo propósito é criar experiências positivas – leitura e navegação descomplicadas, sem muito zoom e scrolling – em vários dispositivos (do mobile ao desktop).

A emergência da busca de voz

Essa é mais uma razão para se ter um site mobile. A busca mobile via voz é uma tecnologia emergente que combina o poder do mobile com algoritmo que reconhece a voz. Esse algoritmo dá aos usuários a possibilidade de fazer pesquisas no Google falando de maneira informal. A empresa melhorou o formato ao utilizar o Knowledge Graph para os resultados. O maior banco de informações do mundo é do Google, portanto, dar a resposta certa a qualquer pergunta é importante para o sucesso da empresa como buscador.

google-tv-remote-voice-search

Para alimentar o Knowledge Graph com resultados locais, o Google usa informações do Wikipédia e do próprio site. Consequentemente, é muito importante manter as seguintes informações atualizadas: logo, endereço, telefone, pessoas e outros dados relacionados ao negócio.
A companhia também anunciou uma nova plataforma de busca em setembro de 2013, o Hummingbird. O nome vem de “preciso e rápido” e tem o objetivo de focar no significado por trás das palavras. O serviço presta mais atenção a cada palavra da busca, garantindo que toda a sentença seja considerada, em vez de focar em palavras isoladas.
Um estudo recente comissionado pelo próprio Google aponta que adolescentes já têm o hábito de fazer buscas com a voz, enquanto adultos ainda não aderiram à prática. A maioria das buscas por voz envolvem direções, ligações e questões sobre lições de casa. No entanto, o número de buscas relacionadas a negócios, produtos e críticas aumentaram exponencialmente no ano passado.
O tráfego mobile está crescendo a uma velocidade impressionante e os passos que o Google deu sinalizam que toda empresa deve ter uma estratégia mobile. É possível que os testes recentes feitos companhia, como ícones mobile, não se tornem padrão nos resultados de busca. Porém, está claro que ter um site otimizado para buscas mobile não é mais uma opção. Sempre tenha em mente que o objetivo do Google é oferecer qualidade à experiência do usuário e garantir que seu site seja construído com a mesma meta. Com informações do Click Z 

Texto publicado no Proxxima.

SEGREDOS DO E-COMMERCE

Receba as novidades toda semana

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Você pode usar essas tags HTML e atributos:

<a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>