• Avatar
  • por Marcelo Pimenta
  • Marcelo Pimenta é especialista em vendas, marketing e negócios, pós graduado pela ESPM e com especialização em negócios internacionais pela Florida International University (Miami, EUA). Atualmente Gerente Geral de Produtos da Vale Presente S.A., com passagens por Threadless (USA) e Magazine Luiza. É editor do blog Business Ideas.

Índia leva o e-commerce para as favelas e chegará a 100 milhões de novos consumidores

16 de fevereiro de 2015
Share Button

É sempre comum encontrarmos projetos de inovacão e empreendedorismo em áreas remotas ou mal servidas. Em locais onde o acesso a bens e serviços é limitado, abordagens criativas são sempre bem-vindas – e geralmente conseguem boa cobertura das mídias nacionais.

Nesse sentido, duas empresas indianas planejam tornar a vida de que vive em favelas um pouco mais fácil – e lucrar também com o enorme mercado rural do país – através da criação de uma rede de distribuição que pode chegar nos lugares mais difíceis. O Snapdeal, um dos maiores e-commerces e marketplaces da Índia, fechou uma parceria com a rede alternativa de distribuição FINO PayTech para oferecer mais de 1.000 produtos para quem vive em áreas remotas e não têm acesso a internet.

O projeto tem como objetivo trazer mais de 5.000 quiosques para 65 cidades e 70 mil áreas rurais até o final de 2015. Os quiosques serão administrados por empreendedores locais e será equipado com computadores e conexão a internet, ou seja, os moradores podem procurar, comprar e receber uma quantidade de produtos que antes era inacessível a eles.

Índia leva o e-commerce para as favelas e chegará a 100 milhões de novos consumidores

Os efeitos podem ser enormes. Kunal Bahl, CEO da Snapdeal, acredita que o mercado potencial pode chegar a 50-100 milhões de novos consumidores em mais de cinco milhões de famílias de baixa renda. Há também a capacidade de se inserir mais de mil produtos aspiracionais nesses mesmos quiosques.
A vantagem do sistema é que ele entra em um nicho muito específico, que anteriormente era subutilizado. Rishi Gupta, diretor executivo da FINO PayTech afirma que “o modelo inovador de e-commerce assistido traz facilidade e praticidade a mais de 70% da população que não está ligada à internet, mas que está certamente disposta a iniciar suas compras on-line. “
Este projeto é um grande exemplo de empresas utilizando a tecnologia global em prol de problemas locais. Entrando um pouco nos meios de pagamentos, será que essa população indiana possui cartão de crédito? E será que aqui no Brasil já existem iniciativas como essa? Comente!
Site: www.blog.snapdeal.com/snapdeal-com-partners-fino-paytech-bridge-internet-divide/
Contato: www.snapdeal.com/help

Post originalmente publicado no Business Ideas

Você também vai gostar

Quando é a hora certa de buscar capital externo? Acessar recursos externos também é uma questão de timing, saiba quando é o momento certo de procurar bancos ou buscar capital de investidores externos...
Chatbots e e-commerce: por que eles nasceram um para o outro? Os consumidores querem cada vez mais canais de atendimento ágeis e com maior integração com a web. Além disso, estamos passando cada vez mais tempo em...
Como encontrar o nome da empresa? Você já tem seu plano de negócio bonitão, um produto que segundo sua pesquisa de mercado tem uma procura interessante, enfim, você tem uma startup só ...
Mais de 18 tipos de e-mails automatizados que seu e-commerce dev... E-mails automatizados se tornaram uma parte essencial de qualquer campanha de marketing bem sucedida, especialmente em e-commerces. Graças a elas você...
Dicas para as lojas virtuais aumentarem as vendas no Dia dos Nam... Controle, políticas de preços, atendimento, marketing e segurança: saiba como impulsionar os negócios em uma das principais datas do ano para o comérc...
O "migué" no Judiciário O Código de Defesa do Consumidor, tem como princípios a boa-fé e a harmonia das relações de consumo. Logo, as relações entre consumidores e fornecedor...
Walmart americano implementa o conceito Multicanal na loja virtu... O americano Walmart.com está repensando toda sua atividade em e-commerce. Antes de efetivar uma já prometida mudança na logística, repaginou toda sua ...
Como gerenciar um e-commerce em tempos de crise Pretendo aqui neste artigo trazer para o nosso universo de e-commerce e mercado digital alguns conselhos com a visão prática de como podemos manter, g...
Plano de Negócios: Como tornar o Sonho do Empreendedorismo uma r... Plano de Negócios. Um novo negócio sempre começa a partir de um sonho.  Sonho de reinventar uma indústria, de lançar um novo produto ou serviço para a...
EUA: E-commerce ganha ainda mais espaço dentro do setor de Varej... O setor de varejo está passando por algumas mudanças dramáticas: o E-commerce está capturando a maior parcela de vendas que já vimos. O BusinessInside...

SEGREDOS DO E-COMMERCE

Receba as novidades toda semana

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Você pode usar essas tags HTML e atributos:

<a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>