• Tatiana Pezoa
  • por Tatiana Pezoa
  • É publicitária, empreendedora digital e CEO da startup Trustvox.com.br, ferramenta que auxilia ecommerces a aumentarem suas vendas através da confiança vinda das avaliações de clientes que compraram naquela loja virtual. Tatiana também é mentora/painelista do Startup Weekend, Startup Farm, Conferência de Crowdsourcing, Startup-Jam, entre outros.

O e-commerce do futuro não nasceu ainda – Última parte

9 de maio de 2014
Share Button
LEIA ANTES: O E-COMMERCE DO FUTURO NÃO NASCEU AINDA – PARTE 1 | O E-COMMERCE DO FUTURO NÃO NASCEU AINDA – PARTE 2

Talvez a primeira coisa que venha à sua cabeça quando falamos em futuro seja Tecnologia. Afinal de contas, em um mundo cada vez mais digital a tecnologia parece ser a solução para os problemas de hoje.
O e-commerce do futuro será sim altamente tecnológico, mas a tecnologia será transparente para o consumidor. A verdadeira base será algo fundamentalmente humano: a confiança.
Em cinco, dez anos, teremos tecnologia suficiente para que seu cliente possa conversar em linguagem natural com um vendedor virtual. Por uma questão de praticidade, essa conversa – essa venda – provavelmente ocorrerá não na sua loja, mas em “um Whatsapp”, em algum app que seja febre daqui a uma década.
Mas e se isso já fosse possível hoje? Será que os e-commerces de hoje aumentariam consideravelmente a taxa de conversão se já fosse possível ter um vendedor virtual em suas lojas? Arrisco a dizer que não, já que a premissa básica de uma venda deste tipo seria a confiança. Uma venda assim só funcionaria se os consumidores confiassem nas sugestões, na credibilidade das informações que o vendedor virtual apresentasse. Agora pare um minuto e pense: seu e-commerce está construindo hoje essa confiança com o consumidor?
Vender para o consumidor do futuro exigirá deixar tudo às claras, exigirá que o potencial cliente sinta que pode confiar nas sugestões do vendedor virtual. Você hoje modera os reviews e opiniões nos seus produtos? Você simplesmente apaga avaliações negativas? Pois é, você está dando um tiro no pé, perdendo a confiança dos seus clientes e passando a mensagem que vale tudo para vender.
Façamos uma viagem no tempo, de 5 a 10 anos no futuro: imagine que o tempo esteja esfriando e você queira comprar uma jaqueta.

O e-commerce do futuro não nasceu ainda – Última parte.

O e-commerce do futuro não nasceu ainda, mas você pode desde já fazer a coisa certa: colocar o consumidor no centro de todas as ações do seu e-commerce e conquistar a confiança, venda após venda.
Feliz 2020 para todos nós!

(veja aqui como colocar a experiência feliz do consumidor no centro do e-commerce)

Você também vai gostar

Mudanças no E-commerce: Extinção do Frete Grátis, diminuição do ... Se os empresários do comércio eletrônico não reformularem suas operações para que se tornem lucrativas, de nada adiantará todo o potencial de consumo ...
7 livros que todo empreendedor de e-commerce deve ler Estar online, anunciar e vender: eis o caminho para o sucesso do e-commerce. A fórmula é simples, mas o esforço de cada etapa é grande e se você já te...
5 motivos para não maquiar preços no Black Friday O Black Friday 2013 está chegando e promete movimentar R$ 390 milhões em vendas, mais de 50% a mais do que o ano passado. Me parece que o dia 29/11 ir...
Satisfação do Cliente: Quando é melhor não vender Partindo do princípio de que os produtos e serviços comercializados na loja virtual têm como base o suprimento de necessidades específicas do consumid...
7 dicas para utilizar melhor o Google Analytics Por diversas vezes fui questionado por pequenos lojistas e profissionais que estão começando a trabalhar com e-commerce sobre como extrair diferentes ...
Estratégia Social: 50 percepc?o?es testadas e aprovadas O Doutor E-commerce traduziu o e-book com os resultados da Turnê Marketing Social Rockstar, realizada pela Marketo. Nele temos o foco em na estratégia...
O que há de errado com as descrições de vagas para E-commerce?... Recentemente uma série de estudos e entrevistas feitas com gestores de operações em e-commerce de todos os portes vêm revelando que falta profissionai...
Sua loja virtual está no ar. E agora? Você colocou sua loja virtual no ar, parabéns! A boa notícia é que ela provavelmente vai vender mais do que você espera. A notícia melhor é que você p...
5 motivos para apostar nas redes sociais e alavancar as vendas d... As redes sociais já provaram seu poder de comunicação há algum tempo e os brasileiros abraçaram toda essa cultura de socialização, compartilhamento e ...
Preço flutuante: do off-line para online É uma cena comum para os pequenos varejistas no Brasil: o consumidor adquire um produto que custa R$ 3,20, tenta pagar com uma nota de R$ 10, mas a fa...

SEGREDOS DO E-COMMERCE

Receba as novidades toda semana

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Você pode usar essas tags HTML e atributos:

<a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>