Nos e-commerces, assim como no varejo físico, a exposição dos produtos nas vitrines têm papel fundamental para atrair os clientes e impulsionar as vendas.

Um estudo feito pela Lett, mostra o impacto das imagens nas vendas das lojas virtuais. A pesquisa foi feita com um dos clientes da empresa e constatou que produtos com três ou mais imagens no e-commerce têm uma taxa de conversão 19,5% maior do que as mercadorias com apenas uma foto.

Esses dados refletem não apenas a importância das imagens no e-commerce, mas mostram também o novo comportamento do consumidor online. O cliente está cada vez mais exigente e uma única foto na página de produto se mostra insuficiente ou pouco atrativa para a realização da compra.

No mercado eletrônico, as informações online como as fotos do produto, descrição completa e o título da mercadoria são imprescindíveis para a satisfação da jornada de compra do consumidor final. Como no mercado online não há vendedores presenciais, esses conteúdos devem estar completos para que os consumidores se sintam seguros para chegar a conversão.

No entanto, apesar da importância das informações online para a jornada de compra dos consumidores e para o acréscimo das vendas, pesquisas mostram diversos tipos de falhas na exposição das informações online. Os erros normalmente estão relacionados à quantidade de imagens nas páginas de produtos, no uso de descrições completas, títulos atrativos, imagens atualizadas e o no uso de avaliações e comentários dos consumidores.

Um estudo feito com os maiores e-commerces do Brasil, Estados Unidos e América Latina comprovou essa realidade do comércio eletrônico e apontou um alto volume de dados desatualizados ou insuficientes para uma boa experiência de compra online.

O E-commerce Quality Index, o EQI, fez a feitura das informações de mais de 5 milhões de páginas de produtos e o resultado aponta falhas em pelo menos 96% dos 78 varejistas brasileiros analisados.

Em relação às imagens, ainda de acordo com os dados do EQI, o número médio de fotos nas páginas de produtos dos e-commerces brasileiros não chega a três, quantidade que teve impacto significativo nas vendas online.

No entanto, não é apenas a quantidade de imagens que reflete na satisfação dos consumidores e consequentemente na taxa de conversão dos e-commerces.

O impacto das imagens no SEO

Atrelado ao baixo número de imagens nas páginas de produtos, as empresas ainda devem estar atentas às técnicas de otimização das fotos. Esse recurso ajuda no acréscimo de tráfego no site, contribui para popularidade da marca, e claro, para o aumento em vendas!

No entanto, para que as imagens de um e-commerce favoreçam o ganho de posição nas buscas online, as empresas devem ficar atentas a alguns critérios de otimização como o formato, as dimensões, o peso das imagens, influenciando no tempo de carregamento de página, e ainda, a resolução das fotos.

Até mesmo a forma com que as imagens são nomeadas nas páginas de produtos influenciam no ranqueamento do Google.

Profissional de E-commerce
Author

O blog Profissional de E-commerce foi criado em outubro de 2012 com o objetivo informar e capacitar o mercado de comércio eletrônico no Brasil.

Write A Comment