O YouTube é o grande líder de audiência para o público de 18 a 34 anos. Esta é uma das grandes constatações do relatório divulgado em novembro de 2014 pelo Business Insider com dados da Nielsen.
Os Millennials (A classificação de gerações é diferente da utilizada aqui no Brasil) utilizam o YouTube como principal canal de consumo de conteúdo em vídeo. Bem à frente de gigantes como ESPN, Hulu, Facebook ou Comedy Central.
Outro dado relevante, este da GlobalWebIndex, foi o “impressionante alcance internacional” do YouTube, com a 3ª maior penetração global entre usuários de internet, logo à frente do Twitter.
Dados que podem tornar a plataforma particularmente atraente para as marcas, com oportunidades tanto para branding como para campanhas de resposta imediata. Ponto a se considerar é que a mídia não é das mais baratas, porém algumas produzidas inicialmente para a televisão podem ser redirecionadas.

consumo-de-redes-sociais-por-geracao
Gráfico da Business Insider traduzido pela Universidade Buscapé Company.

Segundo a Business Insider ainda, é preciso se precaver quanto à relevância da mídia. O público do YouTube normalmente não gosta de propagandas. Três são os tipos de vídeos com maior visualização: Música, Comédia e Tutoriais. Já para os mais velhos, o foco continua nos tutorias, além de vídeos educacionais e notícias. Os vídeos de “Como fazer”, sem dúvida trazem as grandes oportunidades para quem trabalha com Marketing de Conteúdo.
Você tem acesso ao estudo completo deixando seus dados na página da Business Insider. Com informações do Brainstorm9.

Renann Mendes
Author

Branding, Content Marketing e Comunicação. Sou Sócio-fundador do Profissional de E-commerce. Desde mar/2019 tenho atuado como consultor, liderando projetos de Branding, Comunicação e Marketing (Nox Bitcoin e Nielsen). De jan/2018 a jan/2019, liderei os times de Branding (Content Marketing, PR, Social Media e Branding), Product Marketing, área de cursos da Foxbit, fintech de criptomoedas e o projeto e primeiro ano de atuação do Cointimes. Entre ago/2016 e set/2017 atuei como head da área de Marketing da Ebit, empresa Buscapé Company, hoje Nielsen, referência em informações, certificação de lojas e inteligência de e-commerce. Entre 2012 e 2016, participei ativamente da estruturação da startup Universidade Buscapé Company, entrei na coordenação de treinamentos de E-commerce e Marketing Digital. Lá assumi também a coordenação de Marketing Digital e Conteúdo da Uni Buscapé e do Profissional de E-commerce. Desde 2013, ministro aulas de Marketing de Conteúdo para E-commerce na Faculdade Impacta e em algumas empresas de internet no formato workshop. Você pode encontrar mais informações em meu perfil do LinkedIn ou marcando um café! ;)

Write A Comment