5 competências indispensáveis ao profissional de e-commerce

5 competências indispensáveis ao profissional de e-commerce

1- Fundamentos de logística e até tributação

O profissional do setor deve planejar e controlar o fluxo de produtos, da origem (o estoque) ao ingresso da mercadoria na residência do consumidor. Trata-se de uma equação que tem como variáveis rapidez (prazo de entrega) e satisfação do cliente. Outro dado que pode interferir nessa operação é a carga tributária, que pode impactar o preço final do produto e, portanto, sua margem de lucro.

Pelas regras atuais, quem compra um produto por meio de uma loja virtual em outro estado paga o Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS) na origem da mercadoria. Tramita na Câmara dos Deputados, no entanto, uma lei que garante ao estado recebedor do produto uma parcela do imposto.

2- Estratégias de Marketing Digital

Já que no e-commerce a maior parte da operação comercial se dá no ambiente virtual, é fundamental conhecer os mecanismos de marketing digital. E lançar mão deles. Isso inclui a criação de anúncios em diversas plataformas, como buscas do Google, Yahoo e Bing e também redes sociais como Facebook.

A tarefa é mais difícil do que pode parecer à primeira vista. Isso porque cada um desses serviços oferece recursos muito diferentes entre si, cujos resultados podem variar bastante. É uma arte.

3- Estratégias de Redes Sociais

Ter competências e habilidades em plataformas de mídia social, como Twitter, Facebook e YouTube, auxilia na viralização da marca. Saber explorá-las – e abusar dos conceitos específicos de cada serviço – contribui para a evolução do projeto.

4- Atendimento ao cliente após a venda

Dez entre dez especialistas concordam: as falhas no pós-venda são o calcanhar de Aquiles do comércio eletrônico brasileiro. Em resumo: as empresas se esforçam para vender, mas ainda dão pouca atenção à entrega e à satisfação do consumidor com toda a operação de compra.

Por isso, é importante que o profissional compreenda o ciclo completo do e-commerce, que inclui venda, entrega, troca, pagamento etc. É assim que se ganha reputação no mundo digital.

5- Fundamentos de pagamento virtual

Se o negócio é virtual, o pagamento é… virtual. Parece óbvio, mas boa parte dos profissionais não domina esse capítulo. É fundamental conhecer finanças e operações bancárias para fomentar o comércio eletrônico, oferecendo modelos alternativos de pagamento – que inclui depósitos, operações com cartão de crédito e financiamento digital.

Por fim, conhecer soluções que combatam fraudes digitais é um diferencial.

Fonte: Pesquisa Profissionais de e-commerce 2012 e-bit/Universidade Buscapé Company. Matéria publicada em Vida Digital na Veja.com.

1 COMMENT

DEIXE UM COMENTÁRIO