• Ebit
  • por Ebit
  • Presente no mercado brasileiro desde 2000, a Ebit acompanha a evolução do varejo digital no País desde o seu início, sendo a maior referência em inteligência competitiva para o e-commerce. Através de um sofisticado sistema, que coleta dados diretamente com o comprador online, a Ebit gera informações detalhadas sobre o mercado diariamente. São mais de 20 milhões de pesquisas coletadas em mais de 21 mil lojas virtuais afiliadas.

Com forte expansão das compras via mobile, faturamento do e-commerce cresce 10,3% na Black Friday 2017

27 de novembro de 2017
Share Button

Ao contrário dos dois últimos anos, crescimento foi motivado pela alta no volume de pedidos
A Black Friday gerou faturamento de R$2,1 bilhões no e-commerce em 2017, alta de 10,3%  ante aos R$1,9 bilhão registrados no mesmo período do ano passado*. O número de pedidos cresceu 14%, de 3,30 milhões para 3,76 milhões, enquanto o tíquete médio caiu 3,1%, de R$580 para R$562, na comparação entre os períodos.
A retração do tíquete médio já era uma tendência verificada pela Ebit na quinta-feira (23), véspera da Black Friday, quando os varejistas dão início às vendas dos produtos com descontos.
“Para atrair o consumidor, os varejistas fizeram ações promocionais mais agressivas nas categorias de maior valor agregado, que são as mais consumidas no e-commerce e isso refletiu no gasto médio”, afirmou Pedro Guasti, CEO da Ebit.
Para Guasti, o grande destaque foi o expressivo crescimento no volume de pedidos, que foi quase o dobro do estimado pela Ebit.
“Ao contrário das duas últimas edições, que foram pautadas pelo crescimento no tíquete médio, neste ano o grande vetor do crescimento foi no número de pedidos. Lojistas de todos os segmentos ofereceram produtos com descontos reais e isso atraiu o consumidor”, disse.  
Outro ponto de destaque da Black Friday foi o crescimento das compras realizadas por celular. “O share de pedidos feitos via celular aumentou 81,8% na comparação com o ano passado. Quase 30% dos pedidos já são realizados por meio de dispositivos móveis”, afirmou. O m-commerce representou 26,5% em volume financeiro das compras realizadas, alta de 41,5% ante 2016. “O valor médio das compras via dispositivos móveis foi de R$515, reflexo da maior participação de categorias de menor tíquete, como moda e acessórios e perfumaria e cosméticos”, disse.
Em apenas quatro anos, o m-commerce sextuplicou. “Em 2013, as compras por celular representavam apenas 4,4% do total. Com a expansão do mercado de smartphones e do acesso via 3G e 4G no Brasil, esse é um mercado em franca ascensão, com potencial de crescimento bem acima da média do mercado”, afirmou
Confira o ranking das principais categorias da Black Friday por volume de pedidos e faturamento:

*Os dados apresentados pela Ebit neste press release referem-se ao montante faturado pelo e-commerce nos dias 23 e 24 de novembro. Por conta de uma recente mudança de metodologia e aumento na antecipação de compras ocorrida este ano na véspera da Black Friday dia 23 de novembro, a Ebit irá a partir de agora divulgar o resultado agregado de quinta e sexta-feira, como já ocorre em outros países como Estados Unidos.
Veja todos os números do mercado de e-commerce brasileiro:

Os números do mercado de E-commerce

Você também vai gostar

Tem um e-commerce de moda? 5 dicas para ter um blog top! Toda mulher adora acessar um bom blog para conferir diversas dicas que podem ajudar nos looks do cotidiano. Portanto, se você tem um e-commerce de mod...
5 ações para evitar carrinhos abandonados no e-commerce O carrinho abandonado é um dos principais obstáculos das vendas no e-commerce, porque influencia diretamente no faturamento. Segundo pesquisa da Ve In...
Fim do e-Sedex: Correios anunciam descontinuidade do serviço Os Correios informaram no início desta semana que vão descontinuar o e-Sedex. A mudança impacta diretamente pequenos e médios e-commerces de todo país...
Simples Nacional ou MEI? Qual é o modelo ideal para quem vende o... As obrigações tributárias — ou seja, o pagamento de tributos e suas obrigações acessórias — constituem um dos fatores que mais geram dúvidas entre os ...
Seu negócio está preparado para o Omnichannel? Uma tendência para o varejo nos próximos anos é o que chamamos de Omnichannel. A palavra resume o conceito de uma integração completa dos canais de co...
5 passos para tirar sua empresa do papel Passos para tirar sua empresa do papel. Quem nunca teve uma ideia inovadora e sonhou em ganhar dinheiro com ela, mas nunca colocou o projeto em prátic...
Novos empreendedores de e-commerce precisam apostar em nichos Vemos a cada ano um número significativo de marcas que, com o objetivo de alcançar novos consumidores e mudar o comportamento de compra dessas pessoas...
Governo argentino tenta reduzir compras pela Internet. O governo da Argentina anunciou na terça, 21/1, novas medidas de restrições às compras pela Internet. Em essência, os procedimentos se tornaram ainda ...
O que é e como adotar os conceitos de Inbound Commerce em seu ne... O Inbound, termo tão utilizado ultimamente, chegou ao e-commerce. Mas, o que é Inbound Commerce e como utilizá-lo? Neste post, vamos te ajudar a enten...
Como transformar o Instagram em seu principal aliado de vendas p... Sucesso entre os usuários de redes sociais, o Instagram deixou de ser apenas uma ferramenta de entretenimento para ser também um excelente aliado de m...

SEGREDOS DO E-COMMERCE

Receba as novidades toda semana

3 comentários sobre “Com forte expansão das compras via mobile, faturamento do e-commerce cresce 10,3% na Black Friday 2017”

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Você pode usar essas tags HTML e atributos:

<a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>