• Fernando Rubino Pereira
  • por Fernando Rubino Pereira
  • Fernando Rubino Pereira é Technical Account Manager da Return Path, provedora global de soluções de dados, a Return Path analisa a maior quantidade de dados de e-mails do mundo para mostrar aos profissionais de marketing como conectar a marca que eles representam ao público de interesse e fortalecer o engajamento com seus consumidores e clientes, além de proteger suas marcas contra fraudes.

Como minimizar a perda de usuários em suas campanhas de e-mail marketing?

1 de dezembro de 2015
Share Button

Todos nós sabemos o quanto um cliente é importante para uma marca, principalmente quando enviamos campanhas de e-mail marketing. Mas talvez, mais importante que um cliente se cadastrando para receber as campanhas, é oferecer a ele a possibilidade de descadastro de recebimento dos e-mails. E como fazer isso da melhor forma?
O link de descadastro, apesar de não ser obrigatório, é extremamente recomendado em seu HTML. A grande maioria das marcas dificulta para o usuário encontrar este link, posicionando-o no rodapé da mensagem, com uma fonte pequena e cor cinza clara com fundo branco, prejudicando a leitura.
Isto não é uma boa prática, pois força seu usuário a procurar este link, descendo até o final da mensagem para encontrar a opção de descadastrar. Veja neste exemplo:

Exemplo de uma fonte pequena, na cor cinza, que prejudica a leitura.
Exemplo de uma fonte pequena, na cor cinza, que prejudica a leitura.

Muitas vezes, ao deixar o usuário confuso e irritado procurando o link de descadastro, pode resultar em clicar diretamente no botão SPAM ou de descadastro do próprio provedor de e-mail (Hotmail, Gmail, Yahoo!…), fazendo com que sua reputação de enviador piore e todas futuras mensagens enviadas a este usuário serão enviadas para caixa de spam.
O recomendável é deixar a informação de descadastramento bem clara ao destinatário, de preferência no topo do e-mail, com uma fonte legível a todos. Adapte também o texto de acordo com o seu público alvo, já vi muitas campanhas nas quais o link de descadastramento está escrito em inglês.
Exemplo de descadastro em inglês, de um e-commerce brasileiro.
Exemplo de descadastro em inglês, de um e-commerce brasileiro.

Alguns provedores de e-mail também recomendam ter como forma de descadastro o MAILTO, ou seja, o usuário responde a campanha solicitando o seu descadastro, e para isso você deverá gerir manualmente este controle, e respeitar a vontade do usuário.
Agora se você utiliza e-mails  “[email protected]” ou “[email protected]”, como pretende se comunicar com seu assinante? Lembre-se que o canal deve estar aberto a perguntas, dúvidas e reclamações.

Mas, e se ele clicar, como faço para minimizar a perda?

Ofereça-o um soft-opt-out, ou seja, preferências de recebimento das campanhas ao seu usuário, tal como frequência semanal ideal, dias específicos de recebimento, temas e assuntos relevantes, e até horário preferido.
Assim você reduz a possibilidade de insatisfação, e mantém seu lead, fidelizando ainda mais ao segmentar de acordo com seu gosto.

Um bom exemplo de soft-opt-out.
Um bom exemplo de soft-opt-out.

Caso não consiga incorporar um centro de preferências, pergunte ao usuário que está se descadastrando o motivo de seu opt-out e estude as respostas, tentando identificar o perfil de usuário com sua frequência de envio. Adapte de acordo com o que foi aprendido e teste, sempre!
Exemplo bom de perguntas de cancelamento, com opção ainda de o usuário explicar o motivo.
Exemplo bom de perguntas de cancelamento, com opção ainda de o usuário explicar o motivo.

Texto anteriormente publicado no blog da Return Path.

SEGREDOS DO E-COMMERCE

Receba as novidades toda semana

2 comentários sobre “Como minimizar a perda de usuários em suas campanhas de e-mail marketing?”

  • Avatar

    Como já é padrão nos e-mails o descadastramento ficar no rodapé dos e-mails, isso não seria realmente algo tão negativo assim, seria? Deixar o botão de descadastramento muito fácil ao alcance do mouse não pode fazer com que descadastramentos acabem ocorrendo quase que sem querer, por descuido ou em um momento de dúvida?

    • Renann Mendes

      Oi Rosana,
      O descadastramento “sem querer” acho muito difícil, até porquê para sair das listas geralmente passa-se por duas ou três etapas. No mínimo, por uma tela de confirmação. Logo, se a pessoa sair, será por vontade própria.
      Mas acredito que pode ficar sem problema algum no rodapé, desde que não esteja escondido. 🙂

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Você pode usar essas tags HTML e atributos:

<a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>