Assunto sempre em alta, principalmente por que cada vez mais gigantes de tecnologia, comércio eletrônico e varejo como: Google, Amazon, Ebay e Walmart estão aderindo a entregas no mesmo dia, ou no inglês, same day delivery.
Será esta uma tendência no mercado brasileiro? Em quanto tempo as empresas brasileiras colocarão esse assunto em pauta? O que podemos afirmar com toda certeza neste momento é que este pode se tornar um grande diferencial competitivo!
É fato que a entrega em D+0 (no mesmo dia) reduz os tempos de operação, ou seja, é preciso basicamente produzir e transportar em menos tempo. Isso significa que os lead times devem reduzir também!
Num país como o Brasil, onde o modal predominante de transporte é o rodoviário sabemos que este por sua vez representa grande parte do tempo total.
Como podemos reduzir este tempo?
Existem algumas alternativas, uma delas é utilizar frete aéreo, porém este representa custos consideravelmente maiores. Por isso uma opção mais viável é a Descentralização dos Centros de Distribuição (CD).
Isso significa deixar de adotar um grande CD e passar a utilizar diversos menores, também conhecidos como Centro de Distribuição Avançado (CDA), localizados em regiões estratégicas. Desta forma é possível que o estoque esteja mais próximo do cliente final, reduzindo o maior tempo de transporte.
Ainda assim é preciso tomar alguns cuidados na escolha do CDA! Para obter o resultado desejado é preciso que o Prestador de Serviço Logístico esteja preparado em seu armazém para reduzir os tempos internos de movimentação, ou seja, desde o momento em que recebe os produtos, separa, embala até a expedição. Sem contar é claro com outros fatores, tais como: inventário, segurança, conservação, serviços agregados, entre outros.
Os principais fatores que garantem velocidade (sem perder qualidade) num CDA são:

? Layout: Deve ser projetado de forma a permitir deslocamentos menores dentro do depósito;
? Organização: Alocação física dos materiais nos sistemas de armazenagem deve obedecer a critérios de giro;
? Equipamentos: Preparados para rápido e fácil manuseio e movimentação;
? Sistema: Projetado para funcionar com simples navegação pelo usuário;
? Processo: Atentar para atividades dependentes de outras, evitar gargalos e aplicar procedimentos padrão;
? Pessoas: Treinamento e indicadores de produtividade são importantes.

Levando os itens acima em consideração será possível atingir o objetivo com a implantação de CDAs.
Texto publicado no Blog da Asaplog.

Avatar
Author

CEO & Founder da ASAP Log | Soluções em Logística, graduado em Administração de Empresas pela FAE Business School com experiência profissional em empresas multinacionais de grande porte no Brasil e EUA.

Write A Comment