Texto traduzido da Kaleena Stroud para o Practical Ecommerce. Mais de 130 milhões de usuários acessam uma postagem de compras no Instagram pelo menos uma vez por mês. 

Essa atividade, combinada com novos recursos de compras, confirma que o Instagram está rapidamente se transformando em uma das maiores plataformas de compras via dispositivos móveis.

É cada vez mais comum encontrar produtos para vender no Instagram dentro de conteúdos que não estão claramente posicionados para venda, ou estão? Em perfis de clubes de futebol, por exemplo, não é difícil descobrir que aquela peça que seu ídolo está usando naquelas fotos do último treino pode ser comprada na hora.

Neste post, temos uma revisão dos principais caminhos para levar seus produtos para o público do Instagram.

Loja no Instagram

Ao configurar uma Loja no Instagram, você pode levar seus produtos para a página “Explorar”, onde milhões de contas visitam todos os dias.

Amostras de páginas de exploração com itens “Comprar”.
Amostras de páginas de exploração com itens “Comprar”.

Na página Explorar, os usuários têm a opção de navegar pelos vídeos, fazer compras ou procurar novas postagens por meio de tags populares (por exemplo, Estilo, Beleza, Natureza). 

A guia da loja colocará seus produtos diante de novos olhos, não apenas daqueles que seguem sua conta e veem suas postagens em seus feeds.

A abertura de uma loja é gratuita, conforme explicado no guia do Instagram Shopping. Você pode personalizar a aparência e criar coleções de acordo com as necessidades do seu negócio.

Depois de configurar uma loja, considere escrever uma postagem em seu feed para anunciar aos seguidores que suas postagens agora podem ser compradas. 

Mas, primeiro, lembre-se de criar pelo menos uma postagem da loja para ativar a guia Loja no perfil de sua empresa, conforme mostrado abaixo para Sabonetes Kalastyle, um varejista.

Crie pelo menos uma postagem da loja para ativar a guia “Loja” no perfil da sua empresa.
Crie pelo menos uma postagem da loja para ativar a guia “Loja” no perfil da sua empresa.

Instagram Checkout

O recurso de checkout do Instagram simplifica o processo de compra.

Embora esteja disponível apenas para um número limitado de marcas, o checkout é um processo de compra conveniente para o usuário, o que significa mais receita para o negócio. 

Os usuários simplesmente procuram por setas de checkout que indicam quais produtos podem comprar diretamente, sem sair do aplicativo. 

Suas informações são armazenadas no Instagram e eles recebem notificações push sobre envio e entrega.

Produtos com tag em feeds

Aumente as vendas apresentando e marcando produtos diretamente nas fotos do feed do Instagram para que todos os seus seguidores vejam. Você pode marcar até cinco produtos por imagem ou vídeo. 

Postagens de várias imagens e carrossel podem marcar até 20 produtos. (Você pode voltar às postagens mais antigas e marcá-las agora!)

Considere o exemplo abaixo de Vanity Collections, que fornece armazenamento e decoração de maquiagem. 

Um usuário que rola seu feed do Instagram verá o ícone de uma pequena sacola de compras no canto inferior esquerdo. Isso indica que a postagem está marcada com produtos disponíveis para compra.

O pequeno ícone da sacola de compras no canto inferior esquerdo indica que a postagem está marcada com produtos disponíveis para compra.
O pequeno ícone da sacola de compras no canto inferior esquerdo indica que a postagem está marcada com produtos disponíveis para compra.

Clicar na postagem mostra quais produtos estão à venda. Na foto abaixo, Vanity Collections marcou cinco itens.

Depois de selecionar um item, o usuário do Instagram verá uma breve descrição do produto, imagens adicionais e produtos relacionados da empresa.

A Vanity Collections marcou cinco itens à venda.
A Vanity Collections marcou cinco itens à venda.

A descrição de um produto Instagram deve incluir benefícios, recursos ou qualquer coisa que o usuário queira saber antes de comprar. 

Lidere com um benefício atraente ou um petisco divertido para chamar a atenção, seguido por especificações, preço e detalhes de envio.

Marcar produtos em stories

Além de marcá-los em seu feed, você também pode mostrar produtos em stories do Instagram, que tem uma vida útil de 24 horas. 

Ao contrário de postar em seu feed, no entanto, você só pode marcar um item por story. 

O exemplo abaixo é da Native, uma empresa de desodorantes naturais, que publicou um story de um usuário e, em seguida, etiquetou o produto da foto para facilitar as compras.

A Native, uma empresa de desodorantes naturais, publicou uma história de um usuário e depois etiquetou o produto para facilitar a compra.

A Native, uma empresa de desodorantes naturais, publicou uma história de um usuário e depois etiquetou o produto para facilitar a compra.
A Native, uma empresa de desodorantes naturais, publicou uma história de um usuário e depois etiquetou o produto para facilitar a compra.

Use deslizar para cima nos stories

Se você tiver mais de 10.000 seguidores, pode utilizar o recurso “deslizar para cima” para tornar a experiência de compra mais simples.

Basta destacar uma imagem na história e incluir um deslize para cima, que leva o usuário ao seu site ou página de checkout.

Na foto abaixo, vemos a Derma-e promovendo seu bálsamo com infusão de CBD em uma história do Instagram, completa com uma frase de chamariz (“Veja mais”).

Utilize o recurso “deslizar para cima” para simplificar a experiência de compra.
Utilize o recurso “deslizar para cima” para simplificar a experiência de compra.

Transforme posts em anúncios

Você pode transformar qualquer postagem em um anúncio, enviando qualquer pessoa que clicar nele para a página de descrição do item no Instagram e, em seguida, para o seu site para comprar.

Configurar cartões-presente e pedidos de comida

O Instagram lançou uma opção para comprar cartões-presente ou fazer pedidos de comida diretamente na plataforma para apoiar pequenas empresas durante a pandemia.

Para participar, configure um cartão-presente ou serviço de entrega com um parceiro do Instagram.

Em seguida, crie uma história em sua conta e selecione o adesivo “Vale-presente” ou “Pedido de comida”, dependendo do seu negócio.

Você terá uma história ao vivo onde os seguidores podem clicar e comprar!

Crie uma história em sua conta e selecione o adesivo “Vale-presente” ou “Pedido de comida”. Os seguidores podem clicar e comprar.
Crie uma história em sua conta e selecione o adesivo “Vale-presente” ou “Pedido de comida”. Os seguidores podem clicar e comprar.

Melhor ainda, você pode adicionar esses recursos como botões na página inicial do seu perfil.

Adicione botões em sua página inicial para notificar os usuários sobre a participação de sua empresa.
Adicione botões em sua página inicial para notificar os usuários sobre a participação de sua empresa.

Incluir um call-to-action

Use uma frase de chamariz para lembrar seu público de que todas essas postagens – uma história, uma postagem de carrossel ou um anúncio – podem ser comprados. Os CTAs de exemplo podem incluir:

  • “Toque para comprar.”;
  • “Toque para obter o seu agora.”;
  • “Toque para ver os produtos.”;
  • “Toque em nosso [produto] na foto para saber mais.”;
  • “Salve na sua lista de desejos!”;
  • “Veja nossa loja completa.”.

Estimule a venda. Só não exagere se estiver postando novos produtos todos os dias.

Texto traduzido da Kaleena Stroud para o Practical Ecommerce.

Leia também: Monte um mini-estúdio para tirar as fotos para loja virtual sem gastar muito

Monte um mini-estúdio para tirar as fotos para loja virtual sem gastar muito

 

Author

Branding, Content Marketing e Comunicação. Sou Sócio-fundador do Profissional de E-commerce. Desde jun/2019 atuo como Gerente de Marketing e Comunicação na Nox Bitcoin. Destaque para o projeto de conteúdo Investificar. De jan/2018 a jan/2019, liderei os times de Branding (Content Marketing, PR, Social Media e Branding), Product Marketing, área de cursos da Foxbit, fintech de criptomoedas e o projeto e primeiro ano de atuação do Cointimes. Entre ago/2016 e set/2017 atuei como head da área de Marketing da Ebit, empresa Buscapé Company, hoje Nielsen (onde participei do projeto do Webshoppers 39, em mar/2019), referência em informações, certificação de lojas e inteligência de e-commerce. Entre 2012 e 2016, participei ativamente da estruturação da startup Universidade Buscapé Company, entrei na coordenação de treinamentos de E-commerce e Marketing Digital. Lá assumi também a coordenação de Marketing Digital e Conteúdo da Uni Buscapé e do Profissional de E-commerce. Desde 2013, ministro aulas de Marketing de Conteúdo para E-commerce na Faculdade Impacta e em algumas empresas de internet no formato workshop. Você pode encontrar mais informações em meu perfil do LinkedIn ou marcando um café! ;)

2 Comments

Write A Comment