• Clóvis de Souza
  • por Clóvis de Souza
  • Fundador da Giuliana Flores, maior floricultura online do Brasil. Fundada há mais de 25 anos pelo empreendedor Clóvis Souza como um pequeno estabelecimento na Grande São Paulo, a Giuliana Flores se expandiu para a internet no ano 2000, e foi uma das primeiras lojas virtuais de flores e presentes do Brasil.

7 dicas para o empreendedor impulsionar seu e-commerce

2 de abril de 2019
Share Button

Você sabia que, no Brasil, temos hoje aproximadamente 675 mil lojas virtuais? Elas representam nada menos do que 5,63% dos sites ativos no país. Para conseguir destaque em um mercado dessa magnitude, não há espaço para improviso, para o amadorismo. Os mínimos detalhes fazem toda a diferença.

Ter uma atuação destacada no setor de e-commerce não é fácil e nem barato. Requer investimento, conhecimento, metas de curto, longo e médio prazo.  A boa notícia é que um bom planejamento e processos bem alinhados aumentam exponencialmente as chances de sucesso.

E muitos dos passos que guiaram a Giuliana Flores, empresa que fundei há quase 30 anos, rumo ao topo podem ser seguidos por negócios de diferentes portes e segmentos. Confira nossas dicas e inicie já sua trajetória de crescimento.

Escute com empatia e comunique com transparência: a estratégia de Howard Schultz, da Starbucks

1- Vá além do básico

Ao estruturar seu negócio, vá (muito) além do básico. Se esforce genuinamente em conhecer as reais necessidades do seu público, não se atenha ao que já existe, que pode ser encontrado facilmente na internet, não se limite ao mais usual.

Tenha produtos diferenciados que não podem ser encontrados em outras lojas, busque parceiros para contribuir com isso.

2- Deixe tudo mais leve

Antes de mais nada, cuide para que o site seja leve. Na nossa empresa, uma das chaves para o sucesso foi justamente a redução do peso do site, que ficou 90% mais leve graças a um esforço conjunto das áreas de TI e design.

Uma página lenta impacta negativamente nas vendas.

3- Atualize os produtos, não os preços

Usuários de internet gostam de novidades, constantemente. Um ponto importante do nosso sucesso foi a renovação da vitrine online todos os dias, sem a necessidade de promoções ou alterações nos preços.

Para isso, buscamos os top 30 produtos mais vendidos, avaliamos a performance diariamente, e não nos esquecemos também daquilo que vende sem destaque. O importante é mudar.

4- Capriche na entrega

A logística é um ponto fundamental para o sucesso de qualquer comércio on-line, seja ele de pequeno, médio ou grande porte, e um dos aspectos que mais atribuem prestígio ao lojista.

Afinal, de nada adianta ter produtos inovadores e preços competitivos se os pedidos não são entregues corretamente.

Não economize na infraestrutura, planeje e controle todo o processo desde a compra até a entrega, fazendo com que essas informações estejam acessíveis ao consumidor e que ele possa contatar a empresa com facilidade em caso de dúvidas ou problemas.

Não deixe metas e prazos em segundo plano, cumpra tudo à risca, pois clientes insatisfeitos com a entrega podem trazer um prejuízo imensurável aos negócios.

5- Crie conteúdos exclusivos para os diferentes canais

Além do site, as marcas devem fortalecer a presença em outros canais, como Facebook, Instagram, Youtube, WhatsApp, Linkedin e tantos outros.

Segundo um estudo da E.life, 88% dos consumidores contam que a principal razão para acompanhar as páginas e perfis das empresas nas mídias sociais é para saber novidades da marca.

Contudo, nem pensar em se repetir. Mídias diferentes exigem conteúdos distintos, que demandam um bom planejamento para atingirem seus objetivos. Seja criativo.

O Instagram, por exemplo, pode ser usado como vitrine de produtos e lançamentos, o Facebook pode exibir vídeos e tutoriais, o Linkedin para a divulgação de oportunidades.

6- Mobile first

Ter um site responsivo e fácil de navegar pelo telefone celular, hoje, é questão básica de sobrevivência no varejo on-line.

No Brasil, segundo o TIC Domicílios 2017, 49% dos usuários acessam a internet apenas pelo celular.

Na hora de planejar seu e-commerce, aplique o conceito mobile first e direcione o desenvolvimento e o layout do site prioritariamente para os aplicativos móveis, pois é lá que a maior parte dos consumidores estará.

Se o seu negócio ainda não se ajustou ao mobile, já passou da hora de fazer isso.

7- Não se esqueça do off-line

Não custa lembrar: existe vida fora da internet, e isso vale também para o seu e-commerce. Lembre-se sempre disso ao promover o seu negócio.

Em São Paulo, no aeroporto de Congonhas circulam cerca de 50 mil pessoas por dia, enquanto no Metrô são quase quatro milhões. Inserções em mídia Out of Home, como em TVs dentro dos trens, totens eletrônicos nas áreas de embarque e vídeos nos telões, expõem o nome da sua marca para um público que, provavelmente, não estaria atento a um banner do e-commerce em um site.

Além disso, há as mídias tradicionais, como televisão, rádio, revistas, jornais e outdoors. Ao se fazer presente nesses canais, as empresas se aproximam dos consumidores, aumentando suas chances de serem reconhecidas e lembradas nos momentos em que fizerem compras pela internet.

Oportunidades para empreender no Mercado Geek

Você também vai gostar

1 motivo para você usar o Google Plus para E-commerce Vou começar falando que esse artigo não é em defesa da rede social Google+ ou das insistentes e ridículas tentativas do Google em fazer o G+ dar certo...
Código de barras online: EAN é benéfico para lojas virtuais, bus... As etiquetas de preço dos supermercados e lojas de departamento ganharam há um tempo o EAN-13 (European Article Number), popularmente conhecido como “...
Preciso precificar produtos da loja virtual, e agora? Um dos pontos mais sensíveis da operação de um e-commerce é a precificação dos produtos. Em linhas gerais, os empresários levam em consideração dois f...
Como produzir blog posts e descrições de produtos pensando em SE... Para quem administra um blog, site ou e-commerce é compreensível a preocupação em colocar suas páginas nos primeiros lugares nas pesquisas feitas nos ...
Gerenciamento de performance e monitoramento do negócio Atualmente, as empresas dependem fortemente de aplicações para quase todos os processos críticos de negócios. Estas aplicações são entregues através d...
4 maneiras de aproveitar SEO de conversão para e-commerce Se você dirige um site de e-commerce, técnicas de otimização de motores de busca (SEO) tradicionais poderão ajudá-lo a gerar números altos de tráfego,...
Monitorar a concorrência pode fazer sua empresa vender mais Sabemos que atualmente as empresas de diferentes segmentos estão utilizando o e-mail marketing em suas campanhas no intuito de, não apenas melhorar se...
5 táticas vencedoras para montar uma grande equipe Como montar uma grande equipe? É impossível encontrar um empreendedor que nunca tenha tido problemas com o seu time. Faltas, atrasos, desculpas esfarr...
Agora é a hora da rede: A importância do Walmart.com brasileiro ... Por que a enorme aposta do WalMart no e-commerce brasileiro será decisiva para o futuro das compras online no país – e para a sobrevivência da maior ...
Faça um Plano de Negócios Global É importante ter um Plano de Negócios Global! Se você quer criar um e-commerce e pensa em futuramente expandir seus produtos e serviços para outros pa...

SEGREDOS DO E-COMMERCE

Receba as novidades toda semana

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Você pode usar essas tags HTML e atributos:

<a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>