• Avatar
  • por Luane Silvestre
  • Entusiasta da comunicação e da tecnologia. Faz parte da equipe de conteúdo da Nuvem Shop, plataforma de e-commerce dedicada a ensinar as pessoas a venderem online da melhor forma possível.

Escute com empatia e comunique com transparência: a estratégia de Howard Schultz, da Starbucks

19 de setembro de 2016
Share Button

Howard Schultz: esse nome pode não ser tão familiar para você, mas o logo verde da sereia de cauda dupla certamente já apareceu em algum lugar. É o símbolo da Starbucks: cafeteria mundialmente conhecida, que conta atualmente com mais de 20 mil lojas.
Schultz passou a fazer parte da empresa em 1982, quando havia uma única sede em Seattle. Um ano depois, em visita à Itália, apaixonou-se pelo modo como o café era vendido como uma experiência e não apenas um produto – e resolveu levar o conceito adiante com a Starbucks, da qual acabou se tornando CEO.
Com o sucesso conquistado e certo de que isso se deve à maneira como a marca se relaciona com os consumidores, ele atualmente participa de diversas palestras e entrevistas compartilhando o que aprendeu em sua trajetória de empreendedor – inclusive a máxima que intitula o post: “escute com empatia e comunique com transparência”. Mas o que isso significa?

As necessidades estão nos detalhes

A primeira questão que podemos refletir a partir da frase é a importância de conhecer e entender o seu público-alvo. Escutar com empatia significa ouvir o que o seu cliente tem a dizer e, principalmente, se colocar no lugar dele. As pessoas têm uma grande facilidade de falar a respeito do que querem, mas a sua estratégia de marketing precisa ir além e saber do que elas de fato precisam.
Portanto, deixe sempre aberto o espaço para que seus consumidores se expressem: seja diretamente pedindo feedback, convidando-os a prestar depoimentos ou mesmo comentar em sua página no Facebook. Depois, saiba ouvir e identificar na fala deles as suas necessidades diárias. O desafio será adaptar o seu serviço ou produto a elas, mas vale a pena.

Relacionamento é relacionamento

A segunda parte da citação, “comunique com transparência”, tem a ver com o outro lado desse diálogo – o que a sua empresa está dizendo para as pessoas. Schultz reforça que é preciso agir sempre com honestidade: fazer publicidade de acordo com o que você realmente oferece, informar a respeito de eventuais erros, lidar com os seus funcionários de forma sincera e responsabilizar-se por tudo o que acontece no pequeno universo sob seu domínio.
Afinal, nesse sentido, relacionar-se com sua equipe ou seu cliente é como fazer parte de qualquer outro tipo de relação, seja familiar, amigável ou amorosa: requer falar a verdade, expor as situações da forma como elas são e não tentar “maquiar” a realidade. Posicione sua marca (e também a si mesmo como líder) da maneira mais clara, transparente e confiável que puder. Isso é fundamental para conquistar credibilidade e confiança.

Construa a sua própria cultura

Por fim, podemos considerar esses dois valores – empatia e transparência – como pilares da cultura da Starbucks, já que sempre devem ser levados em conta no dia a dia de trabalho e estão de acordo com a missão da empresa:

“Inspirar e nutrir o espírito humano – uma pessoa, uma xícara de café e uma comunidade de cada vez.”

Definir esses core values logo no momento de estruturação do seu negócio faz com que todos os membros dele tenham uma base a seguir, uma orientação a considerar no momento de agir e tomar decisões. Isso garante que, por toda a existência da marca, ela siga seu propósito maior e tenha coerência com o que você acredita. E esse quadro é essencial para qualquer sucesso ou realização pessoal e profissional.
Publicado anteriormente no Blog da Nuvem Shop.

Você também vai gostar

A Cultura do Fracasso Meus parabéns, você fracassou. Sem ironias, é exatamente isso que eu quero dizer. Se a sua ideia não vingou, mesmo com criatividade, originalidade, in...
CEO aos 22 anos, empreendedor grego-alemão aposta no mercado bra... Em 2012, com apenas 22 anos, o jovem empreendedor grego-alemão Panayotis Nikolaidis já fundava a sua primeira empresa: a Panna Cotta Voucher Group, es...
Como melhorar os processos pós-venda do seu e-commerce? Sua empresa tem uma estrutura de e-commerce primorosa: com um layout responsivo, produtos de qualidade reconhecida, meios de pagamento seguros, serviç...
Como contratar minha equipe de e-commerce Cada segmento de mercado exige dos profissionais que nele atuam algumas características peculiares que estão além de suas experiências acadêmicas. Par...
Marketing no varejo: as 3 tecnologias que vão revolucionar o e-c... Manter-se constantemente atualizado com as novas tecnologias de comércio eletrônico e de marketing pode ser uma tarefa assustadora. Com a rápida evolu...
Didática e visão estratégica de ponta para desenvolver o empreen... Focado em desenvolver o empreendedor, Ibmec Online é o novo parceiro da Universidade Buscapé Company. Você já conhece o Ibmec? Trata-se de um dos mais...
E o consumidor segue insatisfeito… Eu não queria começar este artigo falando sobre como a experiência do consumidor e o relacionamento com clientes são fundamentais para o crescimento (...
Estratégia de Preço para ampliar vendas Estratégia de Preço para Ampliar Vendas: Vickrey Auction, Valor Percebido e Preço Real do Produto Recentemente, estava conversando com o Manoel Lemos,...
Frete grátis não existe, a conta vai chegar Em rodas de bar, costumo dizer que o “E-commerce nasceu errado...” No início dos anos 2000, quando as primeiras lojas virtuais surgiram e tudo era nov...
A metodologia de coaching pode ser decisiva na gestão do seu e-c... Com a popularização do e-commerce nos últimos anos, a concorrência também aumentou nos mais variados nichos. Uma gestão eficaz pode ser o diferencial ...

SEGREDOS DO E-COMMERCE

Receba as novidades toda semana

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Você pode usar essas tags HTML e atributos:

<a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>