Em tempos de quarentena e economia estagnada, muitos profissionais se vêem na situação de reinventar seu negócio ou buscar novas soluções online para não cair no esquecimento do público. Fala-se em “novo normal” ou nova realidade. 

Com crescimento de mais de 25% (Compre & Confie) durante a pandemia e o fechamento do comércio, buscar o e-commerce foi a solução encontrada para muitas empresas e empreendedores.

Abrir um e-commerce em home office

Atualmente muita gente não tem escolha, é hora de estar em casa. Mas o fato de continuar trabalhando de casa já empolga mais de 80% dos gestores de empresas, além de mais de 60% dos colaboradores, segundo pesquisas da ISE Business School e consultoria Grant Thornton. Ou seja, a produtividade em casa não é mais um problema.

O e-commerce é uma das melhores opções de modelo de negócio para acontecer online, podendo ser gerenciado de qualquer lugar. O casamento perfeito.

Mas como começar?

A plataforma ideal

Primeiro você precisa de uma plataforma de acordo com os seus objetivos. Abaixo você encontra um bom panorama sobre as opções disponíveis. Cada uma com suas particularidades e aplicação, para todo tamanho e tipo de negócio.

12 coisas para saber antes de escolher a plataforma de e-commerce

12 coisas para saber antes de escolher a plataforma de e-commerce

O principal é saber seus objetivos e onde pretende chegar com a sua loja. Grandes ambições precisam de uma estrutura maior. Lojas de nicho funcionam bem com estruturas menores. 

Para decidir a melhor plataforma para você, lembre-se de analisar as integrações possíveis de cada plataforma para:

  • Integração de meios de pagamento;
  • Logística de entrega;
  • Sistema de controle de estoque e faturamento (ERP).

Abuse dos marketplaces

Estima-se que os marketplaces sejam responsáveis por mais de 20% do faturamento do e-commerce no país (Ebit). Contar com uma grande marca para vender seu produto é uma grande vantagem, principalmente para quem está começando.

Mas, claro, é importante sempre alinhar a ideia do negócio com os canais utilizados para venda. Principalmente a parte operacional. Organizar vendas em vários canais demanda trabalho e disciplina para gerir o estoque e a logística de tudo.

Analise as opções disponíveis. Grandes sites, como o Mercado Livre, ainda oferecem a opção de manter seu estoque em galpão próprio, para que a logística seja mais ágil. O que nos leva a outra questão sobre a operação de um e-commerce em casa.

Panorama das plataformas de e-commerce

Panorama das plataformas de e-commerce

3 pontos cruciais na gestão de marketplaces para dar atenção total

3 pontos cruciais na gestão de marketplaces para dar atenção total

E o estoque?

Para quem vende produtos, é a primeira preocupação. Afinal, nem todos tem uma garagem em casa disponível para estocar mercadorias. 

Dependendo do seu plano de negócio, os produtos vendidos podem ocupar menos espaço e, nesse caso, o estoque não seria um problema. Porém, na maioria dos casos de lojas que pretendem crescer, é necessário um espaço exclusivo para o estoque, como a lei exige.

Existem muitas opções de estocagem nas distribuidoras, empresas de logísticas e marketplaces, você pode analisar a viabilidade de terceirizar essa parte.

Veja depois: Checklist para começar seu e-commerce

Muitos e-commerces estão na onda do dropshipping, que não o obriga a ter um estoque. Os produtos ficam no fornecedor que despacha os pedidos diretamente de seu galpão. Um modelo que resolve muitos problemas do negócio e tem crescido na preferência de quem abre uma loja.

Além desses pontos o marketing digital será fundamental para o sucesso, aprenda sobre as opções de atração de clientes, onde divulgar e como trazer mais tráfego para sua loja. Depois, é só gerenciar as vendas do seu escritório em casa e seguir para o sucesso.

Leia também:

Abrir um e-commerce é uma saída para o Desemprego?

Abrir um e-commerce é uma saída para o Desemprego?

Author

Head de Marketing Digital da Agência Saatis. Empreendedor. Professor. Apaixonado por análise de dados.

1 Comment

Write A Comment

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.