• Alessandro Nanini
  • por Alessandro Nanini
  • Analista de inbound marketing, especializado em growth hacking e analise de dados, caçar borboletas é comigo mesmo.

Marketing de Influência: quem são os influenciadores e como eles podem contribuir para sua estratégia digital

26 de julho de 2017
Share Button

O termo não é dos mais utilizados mesmo em agências de publicidade, mas a ausência da expressão no Brasil não impediu que as ações com influenciadores criassem um mercado milionário para blogueiras e youtubers.

O conceito não é novo, já estava presente nos estudos de Paul Lazarsfeld (obrigado Vera França) que defendia numa ideia de efeitos diretos que a comunicação de massa não influenciava diretamente os públicos, mas afetados os líderes de opinião, ou personalidades locais exerciam um poder de persuasão muito maior sobre eleitores/consumidores.

Basicamente:

“Marketing de influência consiste em engajar pessoas importantes para que elas divulguem sua marca, ou produto”.

Incorporar essas pessoas importantes em seu plano de comunicação e vendas tem entre algumas das muitas vantagens o poder de persuasão que essas pessoas exercem sobre seu cliente, que está muito mais propenso a ouví-los do que a ler um banner da sua empresa.

Segundo a revista Forbes, estratégias com influenciadores tem 2 vezes mais conversões que ações de publicidade convencional.

“Pessoas importantes” | Quem é o influenciador ideal para minha empresa

Se você leu esse texto pensando apenas em youtubers, ou blogueiros, estava indo para o caminho errado. Quem definiu quais são as pessoas importantes, ou influentes é o seu cliente e o influenciador ideal para a sua empresa é aquele que exerce maior influência sobre a decisão de compra dele.

Na maior parte das vezes, essa pessoa será um primo, um amigo, um vizinho… Você pode utilizar esse tipo de estratégia inclusive já pode ter sido impactado por algumas delas quando recebeu seu primeiro cupom de desconto da Uber, ou foi convidado para entrar no programa de milhas da Latam.

A vantagens de trabalhar com estes influenciadores específicos, ou micro-influenciadores está no baixo investimento para solicitar que um cliente seu divulgue sua marca, além da autenticidade do relato, que favorece a confiança de outros potenciais clientes.

Por outro lado, grande buzz de influenciadores de massa pode facilitar o trabalho deste influenciador local. Afinal será muito mais fácil convencer seu amigo a comprar algo que ele já conhece.

Como começar um trabalho com grandes personalidades?

1- Definição dos objetivos

Como toda ação de sua empresa, ou até mesmo da sua vida, o bom resultado começa com a definição de objetivos claros, específicos e realistas.

Sem eles é impossível determinar o sucesso, ou fracasso da sua estratégia, ou mesmo executar o próximo passo.

2- Formação das listas | Casting

Para elaborar uma lista de influenciadores para sua empresa é interessante que você procure pessoas com a mesma persona que a sua. Busque por suas principais palavras chaves do seu produto ou serviço no Google, Facebook e Youtube; o ideal é usar as mesmas palavras que seu público iria usar para te encontrar.

Procure também lançar esses mesmos termos no Buzzsumo. A ferramenta irá te indicar os sites com mais compartilhamentos em uma determinada área.

3- Classificação dos parceiros

Formado um casting você deve fazer uma classificação elegendo os melhores para promover sua marca. Nele, você deve considerar principalmente:

  • Alcance do influenciador;
  • Poder de influência sobre sua persona;
  • Alinhamento com seu produto e valores da marca;
  • Ausência de parcerias com seus concorrentes;
  • Custos da parceria.

Como tudo em comunicação, não existe uma regra muito rígida e um influenciador que tem parceria com outra marca pode ser um parceiro explorado. Quem não se lembra da guerra Schin e Brahma por conta do Zeca Pagodinho?

4- Propostas de parceria e relacionamentos | Marketing de influência não é anúncio

Escolhidos os melhores influenciadores, não é para comprar um banner na home do site. O ideal é que seu produto, ou sua promoção esteja subscrita dentro do conteúdo de tal forma que seja difícil identificar uma separação entre a promoção e o texto do influenciador.

As melhores formas para se fazer isso são:

Sugestão de pautas

Propor ao digital influence que aborde temas ligados ao seu produto em seus textos, vídeos, ou outras peças de mídia.

Entrevistas

Faça uma entrevista para seus próprios canais de mídia com a personalidade e peça que ela compartilhe as peças.

Review de produto

Entregue um exemplar dos seus produtos para a web-celebridade e peça que ela faça uma avaliação e compartilhe com os fãs.

Todas essas modalidades de promoção podem ser orgânicas ou patrocinadas. Exceto pelo fato de ser patrocinado, não se difere muito do trabalho de um assessor de imprensa.

Você também vai gostar

Calendário do e-commerce 2018: melhores datas para vender online... Você sabe dizer em que dia será a Black Friday em 2018? E o Dia do Consumidor? Conhecer e se planejar para as principais datas comemorativas...
Como funciona o pagamento no Marketing de Afiliados A maior parte das dúvidas de anunciantes a respeito do Marketing de Afiliados gira em torno dos pagamentos de comissões aos publishers. Separamos algu...

SEGREDOS DO E-COMMERCE

Receba as novidades toda semana

6 comentários sobre “Marketing de Influência: quem são os influenciadores e como eles podem contribuir para sua estratégia digital”

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Você pode usar essas tags HTML e atributos:

<a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>