• Avatar
  • por Marcelo Fujimoto
  • Cofundador/CEO da Mandaê. Você pode me encontrar no Twitter, falando sobre startups e marketing, ou treinando no Parque Ibirapuera em São Paulo para a próxima maratona.

Como está seu planejamento financeiro para e-commerce?

24 de junho de 2016
Share Button

Por que elaborar o planejamento financeiro do seu e-commerce

Os números do mercado de e-commerce são animadores para quem pretende iniciar ou já tem a sua própria loja virtual, no entanto, o crescente aumento das vendas tem gerado grande competitividade nos negócios, exigindo do empreendedor estratégias cada vez mais assertivas para estruturar um modelo de plano de negócios, conseguir se destacar na internet e aumentar a captação e fidelização de clientes.
Como o planejamento financeiro é determinante para o sucesso ou derrocada do e-commerce, neste conteúdo que desenvolvemos você encontrará todos os passos necessários não só para planejar o lançamento de um empreendimento, mas também para geri-lo no seu dia a dia.
Meu primeiro conselho para quem não têm muito conhecimento financeiro é: não fique obcecado por números perfeitos. O segundo: utilize premissas conservadoras.
Além disso, seguir um modelo pode ser viciante e fazer você gastar horas modelando cada detalhe da sua operação. Isso pode ajudar no entendimento da sua empresa – que é fundamental -, mas esse tempo tende a seguir a lei dos rendimentos decrescentes: em algum momento, o seu tempo pode ser melhor aproveitado se você focar em outras atividades.
Aproveite essas dicas de planejamento financeiro para e-commerce e aprimore cada vez mais o seu negócio. Lembre-se: minha intenção é ajudar você!

Premissas do planejamento financeiro para e-commerce

1. O primeiro mês do modelo é o primeiro mês de vendas.
2. Geralmente há três categorias de produtos.

Trabalhando com o modelo financeiro para e-commerce

post_ebook_1

Vendas

A aba “Vendas” é onde você vai modelar como pretende gerar vendas no seu e-commerce.

post_ebook_imagem2

Tráfego

O faturamento de um e-commerce ocorre em função do número de pessoas que visitam o seu site e da taxa de conversão dos visitantes que efetuam uma compra.

Tráfego orgânico

Tráfego orgânico é o tráfego que vem para um site por links não pagos de outros sites, como motores de busca, diretorias e outros. Ao longo do tempo, o tráfego orgânico tende a crescer conforme a quantidade de conteúdo relevante no seu site e o número de outros sites que linkam para o conteúdo no seu site (backlinks), ajudando no ranking dos motores de busca.
Para esse modelo é preciso consolidar pesquisa, SEO, SEM e tráfego direto dentro do tráfego orgânico, pois é provável que esse tráfego seja gerado por um usuário que tem a intenção de comprar.
O termo “tráfego orgânico” é frequentemente usado para significar todo o tráfego que não seja pago (ao contrário de PPC, CPM, CPA e outros modos pagos). Um site vai gerar tráfego orgânico como resultado da sua qualidade, avaliada pelos motores de busca e usuários da internet. É considerado a forma de tráfego mais valiosa porque é gratuito e por ser provável que os visitantes tenham mais interesse no assunto do seu site.
Como o tráfego orgânico é natural, normalmente o volume desse tipo de tráfego não pode ser construído muito rapidamente. Apesar de ser possível gerar um grande número de tráfego através de backlinking, a construção de parceiros de qualidade que linkariam para o seu site também pode demorar. Tráfego orgánico é:

• Grátis
• Natural
• De boa qualidade
• Durável
• Demora para gerar
• Sustentável

Quanto mais tempo uma loja de e-commerce opera, ganha clientes e se promove, mais o número de visitantes aumenta ao longo do tempo. Tráfego orgânico descreve visitantes que:

• Navegaram para o seu site digitando a URL diretamente no browser.
• Buscaram palavras-chaves diretas nos motores de busca.

Para projetar o crescimento do tráfego orgânico no modelo, uma simples taxa de crescimento mensal é suficiente.

Taxa de crescimento orgânico

É a projeção do percentual de crescimento mês a mês que o seu site vai gerar. Você pode alterar essa premissa conforme for necessário.

1. Visitantes orgânicos

O número de visitantes orgânicos mensais está registrado no Google Analytics (você consegue exportar esse número). O modelo aplica a Taxa de Crescimento Orgânico sobre o número de visitantes orgânicos do mês anterior para calcular o número do mês atual.
Por exemplo: se o número de visitantes orgânicos no mês 1 for 2.000 e a Taxa de Crescimento – Orgânico for 5%, o número de visitantes orgânicos no mês 2 será 2.100 [2.000*(1+5%)=2.100].

Planejamento financeiro: e-commerce deve investir em Marketing & Promocional

O modelo de plano de negócios deve incluir um item fundamental: empresas precisam promover seus produtos para que clientes em potencial fiquem sabendo da sua existência e como seus produtos/serviços solucionam seus problemas ou satisfazem uma necessidade.
No mundo do e-commerce, a forma mais comum de divulgar e promover a sua loja é contatar blogs e publicações relevantes ao seu público. O objetivo é fazer blogueiros escreverem ou publicarem informações sobre o seu produto/serviço para que esse conteúdo atinja o seu público, a fim de que queiram comprar seus produtos. Veja três exemplos para demonstrar como isso funciona:

1. Premium

“Premium” representa um canal com publicações que têm um base de leitores enorme. Exemplo: o site Pequenas Empresas Grandes Negócios.

2. Moderado

Esse canal é caracterizado por blogs e outros sites com uma base razoavelmente grande e relevante de leitores. Por exemplo, o site “Projeto Draft” escreve muito sobre startups, e-commerce e empreendedorismo.

3. Nicho

Canais de nicho tendem a ser os mais relevantes e engajados. Embora o público possa ser pequeno, é muito mais provável que seja o mais relevante para o seu e-commerce. Se você vende bonecas para crianças, por exemplo, mamães blogueiras podem ser um canal muito forte.

Próximas etapas, guia para download e modelo de planilha financeira

Vamos às fases 2, 3 e 4 (Conversões, Vendas e Faturamento)? Clique no link abaixo e faça do download gratuito em PDF do Guia para montar o Modelo financeiro para o seu e-commerce, que ainda conta com um modelo de planilha financeira em Excel para acelerar seu trabalho. Boa leitura e bom trabalho!

MODELO FINANCEIRO PARA O SEU E-COMMERCE

SEGREDOS DO E-COMMERCE

Receba as novidades toda semana

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Você pode usar essas tags HTML e atributos:

<a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>